Comunidade etíope de Milão doa alimentos para a Cruz Vermelha


“A Cruz Vermelha nos salvou do mar e Milão nos recebeu a nós e nossos filhos. Por esse motivo, queríamos dar um sinal concreto de nossa solidariedade”. Estas são as palavras da comunidade Oromo, de Milão, que doou alimentos para a Cruz Vermelha da cidade.
As informações são do jornal Milano Today. A ação que ocorreu na última semana de março, também foi publicada na página da Cruz Vermelha (de Milão) no Facebook.

Segundo o jornal, o presidente da Associação Oromo, Husen Abdussalam entregou aos voluntários da Cruz Vermelha, cinco carrinhos cheios de conservas, biscoitos, massas, chá, sucos entre outros, que foram distribuídos às famílias e pessoas que mais precisam deles.
“Nós realmente agradecemos porque é um gesto que nos afeta muito” disse um voluntário da Cruz Vermelha, acrescentando “é um gesto que explica muitas coisas, em termos de humanidade e proximidade quando as pessoas se encontram em dificuldade”, comentou à publicação.

O povo Oromo é um grupo étnico que habita principalmente a Etiópia, com comunidades no vizinho Quênia e na Somália, de acordo com informações da Wikipédia.

A foto (da home e) que traz até este post é da Cruz Vermelha Italiana – Comitê de Milão (@CroceRossaMilano).


Deixe um comentário