Linhas de Nazca: confira o novo circuito e as mais recentes descobertas


O Ministério de Cultura peruano anunciou o circuito de visitação de três novos grupos de geoglifos em Nazca. Denominados “Shamán y sus aliados”, “Animales del desieto y dónde observarlos” e “La Orca de Piedras Gordas” eles fazem parte da rota inaugurada no último dia 03. Os trabalhos realizados fazem parte das atividades do sistema de gestão Nasca-Palpa do Ministerio de Cultura peruano.

autoridadesnazca2 correta
Circuito foi inaugurado no último dia 3 | Foto: Ministerio de Cultura del Perú.

Shamán y sus aliados

Compreende um personagem central representado por um ser antropomorfo, o Shamán, rodeado de animais como a orca e macacos. De acordo com nota divulgada pelo Ministério de Cultura do Peru, acredita-se que o ser possui atributos sobrenaturais e os animais que o rodeiam estejam vinculados a água (a baleia) e à fertilidade (os macacos).

shaman
Foto: Ministerio de Cultura del Perú.

Animales del desierto y dónde observarlos

Apresenta uma série de animais dentre os quais se destacam a figura de uma coruja, dois camelos, um felino e vários personagens antropomorfos, de diferentes tamanhos.

animais
Foto: Ministerio de Cultura del Perú.

La Orca de Piedras Gordas

Representa um dos seres míticos mais importantes das sociedades Paracas e Nasca. Usualmente é representada com atributos humanos. A figura está olhando para o oeste (onde está o mar) e traz um peixe diante da boca, além de várias cabeças humanas dentro do corpo.

orca
Foto: Ministerio de Cultura del Perú.

Inaugurada nova torre-mirante

Ainda no dia 3 foi inaugurada uma nova torre-mirante no local. De acordo com o Ministério de Cultura peruano, a moderna estrutura permitirá a um maior número de visitantes admirarem as famosas linhas e geoglifos, reconhecidas como Patrimônio Mundial.
A nova torre tem 20 metros de altura de onde é possível ver as figuras mais emblemáticas do local (Árvore, Mão ou Rã e a Lagartixa), além de outras linhas e campos do extenso território das pampas de Nazca.

novatorrenazca
Nova torre-mirante foi construída com fundos de cooperação japonesa e do Ministério da Cultura do Peru | Foto: Ministerio de Cultura del Perú.

Descoberta de 143 novos desenhos foi divulgada no ano passado

Uma equipe de japoneses, coordenada pelo professor de Antropologia Cultural e Arqueologia Andina da Universidade Yamagata, Masato Sakai revelou em novembro de 2019, a descoberta de 143 novos desenhos em Nazca. A descoberta foi resultado do trabalho de campo e análises de imagens tridimensionais feitos pela equipe. Dentre os desenhos, uma figura humanoide, com quatro metros de altura e dois de largura foi delineada por um programa de inteligência artificial da IBM do Japão. Mais sobre os trabalhos podem ser conferidos aqui.

Veja abaixo algumas fotos divulgadas pela universidade japonesa:

nazcapassaro01
Imagem do pássaro | Foto: Universidade Yamagata.
nazcapassaro02
Imagem do pássaro em foto processada | Foto: Universidade Yamagata.
nazcahumanoide01
Humanoide | Foto: Universidade Yamagata.
nazcahumanoide02
Humanoide em foto processada | Foto: Universidade Yamagata.
nazcaserpente2cabecasehumanoide01
Serpente de duas cabeças e humanoide | Foto: Universidade Yamagata.
nazcaserpente2cabecasehumanoide02
Serpente de duas cabeças foto processada | Foto: Universidade Yamagata.

 

Peixe | Foto: Universidade Yamagata.
Peixe foto processada | Foto: Universidade Yamagata.

 

As Linhas e Geoglifos de Nazca e Palpa são Patrimônio Mundial da UNESCO desde 1994. O conjunto constituí um dos legados culturais mais surpreendentes do mundo e uma mostra excepcional do sistema de arte e crenças das sociedades Paracas e Nasca, que habitaram a costa sul do Peru antes do século VIII.

A imagem (da home e) que traz até este post é da Carretera Panamericana Sur 972, Nazca – Peru | Foto: Martín Espinoza/Unsplash.


Deixe um comentário