Dada como desaparecida, turista junta-se a grupo de busca por ela mesma


Não, não é coisa do Sensacionalista. Uma turista em visita à Islândia participou de buscas para encontrar uma mulher desaparecida que… era ela mesma.
O equívoco aconteceu durante uma parada do ônibus em que um grupo estava no cânion Eldgjá, no sul do país.

Foto: Leonard S Jacobs.
Foto: Leonard S Jacobs.
Mal entendido aconteceu em atração do sul do país | Foto: Reprodução Google Maps.
Mal entendido aconteceu em atração do sul do país | Foto: Reprodução Google Maps.
Ônibus em área do Eldgjá | Foto: vaidosilasol.
Ônibus em área do Eldgjá | Foto: vaidosilasol.

Durante a parada, a turista aproveitou para tomar um ar e trocar de roupas. Quando voltou, os demais não a reconheceram e rapidamente espalhou-se a notícia sobre a possibilidade de alguém estar desaparecido.
Foi organizado um grupo de buscas com 50 pessoas e a guarda costeira já preparava-se para ajudar. Somente por volta das 3 da manhã, alguém finalmente percebeu o mal entendido: a pessoa que buscavam esteve junto ao grupo todo o tempo.
Bem, as paisagens da Islândia devem realmente deixar as pessoas distraídas.
O caso ocorreu há dois anos e o nome da turista não foi revelado.

Área do cânion Eldgjá | Foto: IndigoMood.
Área do cânion Eldgjá | Foto: IndigoMood.

Com informações de Diário Digital. A imagem que traz até este post é de Jakob Hürner.

Claudia Severo de Almeida

Jornalista, há 20 anos escreve sobre Turismo Backpacker/Mochileiro e viagens independentes.
Participou do corpo de júri especializado do Prêmio 'O Melhor de Viagem e Turismo' (categoria Hospedagem - Hostel). Cocriadora do site Mochileiros.com.
Claudia Severo de Almeida

Deixe um comentário