Dicas para escolher uma escola para aprender espanhol no exterior

Se você fala, lê e escreve o idioma português e acha que o espanhol é quase um português com muita língua no céu da boca ou erres duplos (rr), você está redondamente enganado e praticando o famoso “portunhol”. Algumas palavras semelhantes ou com grafia idêntica entre os idiomas dão a falsa impressão de que nem seja preciso frequentar um curso de espanhol para afirmar (e estar certo disso): “yo hablo español”. Sim, é verdade que para pessoas que falam português, italiano e ou francês seja provavelmente mais fácil aprender o idioma espanhol, por essas línguas se originarem da evolução do latim, mas se dedicar ao estudo da língua é fundamental.

Dentro das aparentes semelhanças entre português e espanhol há significados bastante diferentes e, dependendo do contexto, uma conversa pode gerar boas risadas ou uma grande confusão. Em uma escola de espanhol em Buenos Aires, por exemplo, além de conhecer a cultura, gastronomia, hábitos e um pouco mais da vida dos portenhos de perto, você poderá entender muito melhor essas diferenças, e aprender a falar, ler e escrever corretamente a língua.
E para unir o útil ao agradável (aprender um idioma e conhecer uma cidade) uma opção na capital argentina é fazer um curso na Expanish. Com o método aplicado pela escola, atenção e dedicação seguramente você aprenderá e dominará o idioma mais cedo do que imagina.

Você pode optar por um curso em Buenos Aires como mencionamos, mas também fazer cursos de espanhol em Barcelona ou em outra cidade de um país hispanohablante (que tem o idioma espanhol como o principal/oficial).

Cursos de Espanhol no exterior | Foto: Jon Tyson/Unsplash.,
Olá! | Foto: Jon Tyson/Unsplash.

Estudando espanhol na Espanha

Para você que gostaria de conhecer a Europa, sobretudo a Espanha, optar por fazer cursos de espanhol em Barcelona pode ser boa pedida. Além de aprender o idioma espanhol e conhecer a cultura local de perto você ainda terá chance de conhecer o idioma Catalão, outra língua falada na região da Catalunha, cuja capital é Barcelona.

E independente da cidade ou país que escolher, dedicar-se ao estudo e trazer a língua para o seu dia a dia é uma ótima prática para evoluir no aprendizado. Aliado ao curso:

  • Assista a filmes e séries em espanhol. Para começar você pode assistir com legendas em português, pois desse modo poderá ir treinando os ouvidos.
  • Assista a algo em português com as legendas em espanhol; assim você pode ir treinando a ortografia.
  • Ouça músicas e assista a vídeo clipes delas em espanhol.
  • Leia livros, artigos e notícias em espanhol. Com o passar do tempo você perceberá que está cada vez mais fácil a leitura e compreensão dos textos.
  • Etiquetar alguns objetos da sua casa pode ser uma brincadeira interessante (de quebra, se você não mora sozinho/a vai levar um pouquinho do idioma para outras pessoas). Escreva em espanhol a palavra relativa ao objeto, pode ser numa cadeira, vaso de planta, copo, liquidificador, geladeira e onde sua imaginação mandar.

Como escolher uma escola de espanhol

Provavelmente você tenha algumas dúvidas sobre as escolas de espanhol e onde aprender a língua. É evidente que a parte econômica é fundamental na hora de decidir o país, seja Argentina, Espanha ou qualquer outro de língua espanhola.
Embora Espanha e Argentina sejam os destinos mais escolhidos pelas pessoas que querem aprender a falar e escrever corretamente o espanhol, é importante analisar o destino considerando também seus interesses pessoais e facilidades e benefícios que essa escolha pode lhe trazer.

Argentina

País ‘hermano’, pertinho, de fácil acesso seja de avião, ônibus ou veículo particular, dependendo do seu destino de origem. Argentina é um país reconhecido mundialmente pela sua excelência no ensino. Na capital, Buenos Aires, existem excelentes cursos de espanhol e estudando lá, será possível praticar a língua diariamente nas ruas, nos passeios e com os novos amigos.
Além disso, passar uma temporada em Buenos Aires estudando espanhol, é ter a possibilidade de curtir o tango, o futebol, a gastronomia e também aproveitar pra fazer um bate-volta e conhecer lugares como San Antonio de Areco, Carlos Keen, Lobos ou San Miguel del Monte, localidades que ficam a cerca de 100 quilômetros da capital sendo possível ir de manhã cedo e voltar à noite ou passar um final de semana.

Escola de espanhol em Buenos Aires | Foto: Matias Wong/Unsplash.
Obelisco, um dos monumentos mais fotografados de Buenos Aires | Foto: Matias Wong/Unsplash.

Espanha

A entrada a Europa. Uma excelente oportunidade para atravessar o Atlântico e chegar a Barcelona em um voo direto. Sendo uma das cidades mais bonitas da Espanha, fica à beira do mar Mediterrâneo e perto de Mônaco, de Andorra e das cidades ao sul da França.
Em se comparando com Brasil, na Espanha tudo fica perto, pegando um trem rápido é possível passar um final de semana em Lisboa, em Paris, ou pegar um voo e em instantes pousar em Roma ou em Berlim.
Além de tempo, escolher fazer seu curso na Espanha sem dúvida requer possibilidades econômicas para aproveitar a temporada em Barcelona e curtir Europa, e a oportunidade de mergulhar na cultura e na história do Velho Continente.

Cursos de espanhol em Barcelona | Foto: Toa Heftiba/Unsplash.
Arco do Triunfo – Barcelona | Foto: Toa Heftiba/Unsplash.

Definido o destino, é necessário procurar a escola. Aí é preciso refletir sobre o que você espera de uma escola e que tipo de escola você prefere: um curso com muitos alunos na mesma aula ou um curso mais intimista? Uma escola que sendo boa, fique perto de lugares turísticos ou uma que fique mas afastada, em um lugar tranquilo?
Estes podem ser pontos importantes pra você, mas o mais importante mesmo é a qualidade de ensino da escola a ser escolhida e para isso é necessário buscar muita informação sobre. Pesquise bastante e leia os comentários dos alunos que estão ou já passaram por essas escolas. É aconselhável considerar o maior número de avaliações/reviews possíveis. Ponto para as escolas com mais comentários positivos, claro!

Com uma lista de escolas em mente, faça comparações entre elas para escolher a definitiva. Além dos reviews informe-se sobre:

  • A localização da escola (além da cidade, o bairro onde ela está, se tem acesso facilitado por transporte público, por exemplo);
  • A carga horária das aulas;
  • As atividades extracurriculares que a escola oferece;
  • As facilidades que a escola oferece como biblioteca, sala de informática, cantina entre outras;
  • O tamanho de cada turma;
  • Como são feitas as avaliações;
  • Qual é o método de ensino praticado pela escola.

Esperamos que este artigo tenha lhe ajudado na sua busca por uma escola para estudar espanhol no exterior. Boas aulas e boa viagem!

Deixe um comentário