Festival de Filmes de aventura acontece em setembro em São Paulo


Por quanto tempo acredita que conseguirá praticar a atividade que você gosta? Até que idade você acredita que consegue fazer uma trilha, uma road trip ou mesmo uma escalada? Se o seu “número mágico” for pequeno, você precisa conhecer a história fantástica do montanhista americano Fred Beckey. Fred praticou a sua atividade preferida, subir montanhas e viver por conta disso, até os 92 anos de idade.

Fred nunca casou, nem mesmo teve filhos e sequer teve um emprego fixo desde os 20 anos de idade. Ele simplesmente se virava da maneira que dava para continuar todo o tempo com a mochila nas costas e improvisando comida, estadia e viagem todo o tempo. Ele é uma figura que as pessoas chamam nos EUA de ‘dirtbag’, e Fred Beckey é considerado o criador e personalizador deste estilo de vida. Um documentário, que teve fundos oriundos de financiamento coletivo para ser realizado, conta a história fantástica de Fred Beckey. O filme, desde o seu lançamento, ganhou todos os prêmios de todos os festivais de filmes que participou.

A oportunidade única de ver este, e outros filmes com a mesma temática, pode ser visto no final de setembro na cidade de São Paulo. A iniciativa é de um festival mexicano de filmes outdoor, chamado Freeman Film Festival que trará para a tela dos cinemas. Para honrar a memória de Fred Beckey, que não era muito chegado a Shopping Centers, os organizadores tiveram o cuidado de exibi-lo em um cinema de rua.

A sala escolhida é uma das salas de cinema mais antigas da cidade, fundado em 1962 e funcionando no mesmo endereço desde então. O evento esta marcado para o dia 27/09/2018 às 20:00H no Cinesala, localizado na Rua Fradique Coutinho, 361 – Pinheiros, São Paulo. Não haverá lugares marcados, portanto quem estiver disposto a assistir o filme no sofá, basta chegar cedo.

Fred Beckey

Junto do filme sobre Fred Beckey, haverá também a exibição de outros filmes, todas produções nacionais. Todos os filmes conterão ‘versões brazucas’ de dirtbags. Pessoas que largaram tudo para viver uma vida dedicada a fazer o que mais gosta. Ao todo serão três filmes, dos mais diversos esportes de montanha. Uma outra atração, para quem quer saber mais sobre empoderamento feminino, é que todos os filmes brasileiros foram produzidos e dirigidos por mulheres.

Os filmes brasileiros possuem títulos bem sugestivos e o objetivo, que não poderia ser diferente, é convidar a todos a refletir sobre suas vidas e siar com a mochila nas costas. Uma das produções de maior destaque é o “Mulheres são Montanhas”, produzido e dirigido pela atriz Renata Calmon. Totalmente ambientado na Serra da Mantiqueira, teve amplo destaque na internet e foi finalizado graças a um dos mais bem sucedidos financiamento coletivos da plataforma brasileira “Catarse”.

Já o filme “Uma aventura como ela é” mostra como um casamento pode transformar a vida através de esportes de aventura. Enquanto todas as pessoas pensam em ir para Paris, perpetuando o clichê de todo filme romântico, Edinho Ramon e Bia Carvalho vão ao interior da França fazer trekking, escaladas e saltos de para-quedas.

O terceiro e último filme é “Bonete – A conquista Brasileira”  que documenta uma história de montanhistas brasileiros, que vivem longe do mainstream, que primeira vez conquistou o cume da quarta mais alta do continente americano. Mais do que um filme, é um documento histórico sobre o montanhismo brasileiro.

Mais informações em: http://freemanfestival.com.br/


Deixe um comentário

Log in

Esqueceu a senha?

Forgot your password?

Enter your account data and we will send you a link to reset your password.

Your password reset link appears to be invalid or expired.

Log in

Privacy Policy

Fechar
de

Enviando Arquivo…