Fotógrafo mostra Coreia do Norte em primeiro vídeo 360º gravado no país


[Post atualizado em 18/10/2017*]
Desde março de 2015 o YouTube suporta vídeos em 360 graus. Utilizando o navegador Google Chrome* o usuário pode, passando o mouse ou utilizando setas de navegação no canto superior esquerdo do vídeo, mover a imagem para o ponto de vista que quiser. Confesso que, para mim, foi novidade – só descobri isso hoje e, foi logo para ter acesso a cenários de um destino que gera bastante curiosidade em qualquer viajante que se preze: a Coreia do Norte.
O primeiro vídeo em 360 graus (publicado no YouTube) sobre o país é um projeto independente do fotógrafo singapuriano, Aram Pan.
O site que fala sobre o projeto, diz que o trabalho quer mostrar o país através da fotografia sem tratar de qualquer passado ou questões políticas (bem como este post). “O objetivo deste projeto é estimular a compreensão do país e descobrir os mistérios que estavam escondidos”.
Depois de uma série de emails e faxes solicitando autorização para registrar um pouco do país, Pan desembarcou por lá e publicou as imagens que você confere abaixo:

No canal do fotógrafo no YouTube há outros vídeos, nem todos em 360º, como os abaixo,  com algumas experiências gastronômicas na Coreia do Norte e que segundo ele não estão no itinerário turístico regular.

Um city tour por Pyongyang, a capital da ‘República Popular Democrática da Coreia’ e…

o sobrevoo da cidade num ultraleve construído no país.

Para saber mais sobre o projeto você pode acessar o site, o canal e ou a fanpage no Facebook.

* No dia 18/10/2017 o site da organização NKNews.org (que tem como objetivo disponibilizar dados acadêmicos e profissionais sobre a Coreia do Norte) publicou outro vídeo feito por Aram Pan e uma entrevista com o fotógrafo. O vídeo você pode conferir abaixo e a entrevista (em inglês), aqui.

 

Mais sobre a Coreia do Norte

Por aqui também mostramos o trabalho da fotógrafa francesa, Helene Veilleux, com belas e curiosas fotos da capital norte coreana.
Informações sobre o país no Mochileiros.com podem ser encontradas aqui.
Também há algumas informações no site da Embaixada do Brasil em Pyongyang, na página da Associação de Amizade com a Coreia (mantida em colaboração com o Comitê para as relações culturais com os países estrangeiros) e no portal oficial do governo norte coreano. (As duas últimas, em inglês).

A imagem da home (que traz até este post) é do detalhe de um dos monumentos de Pyongyang. Foto de Gilad Rom.

*Tentei no navegador Mozilla Firefox, mas o 360 graus não funcionou.

NOTA: Há  muita controvérsia sobre quaisquer imagens feitas na Coreia do Norte. Muitos dizem que o que aparece por aí são cenas e situações “maquiadas” e ou autorizadas a serem divulgadas, propositalmente, pelo governo de Kim Jong-un.
No dia 22/02/2016 por exemplo, a Band publicou imagens feitas pelo fotógrafo Eric Lafforgue, que mostram um pouco das dificuldades vividas pelos norte coreanos. Confira aqui.

Claudia Severo de Almeida

Jornalista, há 20 anos escreve sobre Turismo Backpacker/Mochileiro e viagens independentes.
Participou do corpo de júri especializado do Prêmio 'O Melhor de Viagem e Turismo' (categoria Hospedagem - Hostel).

Deixe um comentário