Conecte com a gente

Filipinas

Ilha de Boracay, nas Filipinas, será fechada

Mochileiros.com

Publicado

em


Uma das ilhas mais procuradas por viajantes nas Filipinas, Boracay será fechada por 6 meses a partir de 26 de abril de 2018. O anúncio foi feito pelo governo local. Dias atrás você viu por aqui, que outro paraíso no sudeste asiático, Maya Bay, na Tailândia será fechada. Em ambos os casos estes lugares precisam de uma espécie de reabilitação.
O presidente do país, Rodrigo Duterte, chegou a dizer que a ilha poderia se transformar em uma fossa devido ao despejo de poluentes em suas águas.
Segundo o Ministério do Meio Ambiente filipino, 195 estabelecimentos e mais de 4.000 casas não estão conectados à rede de tratamento e despejam esgoto diretamente no mar.

White Beach, uma das belas praias de Boracay – Filipinas | Foto: Alexey Komarov/Sob licença Creative Commons.

Areias claras e águas transparentes típicas do local | Foto sob licença Creative Commons.

O arquipélago tem aproximadamente 300.000 quilômetros quadrados | Foto: Reprodução Google Mapas.

Durante o período de fechamento da ilha, seria suspenso o transporte aéreo e por ferry a Boracay. Somente a polícia poderia dirigir-se para lá caso houvesse alguma necessidade.
De acordo com informações publicadas pela Folha de São Paulo, durante os 6 meses que a ilha passará fechada, o governo pretende demolir construções ilegais, transformar mototáxis em carros elétricos, construir uma rodovia para diminuir o trânsito no centro da ilha e instalar um novo sistema de transformação de lixo em energia elétrica. Também de acordo com a publicação, o orçamento para estas mudanças ainda não foi anunciado, porém já conta com um fundo emergencial para sustentar os 30 mil habitantes da ilha que trabalham principalmente com o Turismo.
Boracay é visitada por quase dois milhões de pessoas anualmente.

Com informações de BioBioChile e Folha de São Paulo.

Votar

1 ponto
Upvote Downvote

Comentários do Facebook

comentários

O Mochileiros.com foi criado em 1999 e recebe todos os meses mais de um milhão e meio de visitantes. Nossa comunidade é formada por viajantes experientes e iniciantes buscando informações sobre viagens independentes e econômicas em um verdadeiro circulo virtuoso de compartilhamento de informações gratuitas sobre destinos de todo o mundo.

Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ásia

Qual é o país mais barato para estudar inglês?

Mochileiros.com

Publicado

em


Qual é o país mais barato para estudar inglês?

Todo mundo conhece alguém que está pesquisando opções de intercâmbio para aqueles destinos que fornecem visto de trabalho como Irlanda, Nova Zelândia e Austrália. E se perguntarmos para essas pessoas qual o objetivo da viagem, em 90% dos casos, a resposta será: “quero ser fluente em inglês e o trabalho é só para me manter”. Se você também tem esse plano ou conhece alguém que tenha, esta matéria é para você.

Alguns intercambistas que foram para os destinos clássicos e q ue permitem trabalhar costumam voltar com uma sensação parecida: a viagem foi ótima, fizeram vários amigos, mas o inglês…

Muitas pessoas voltam de intercâmbios longos – 8 meses ou até 1 ano – com inglês ainda no nível ‘upper-intermediate’ ou ‘pre-advanced’. Isso ocorre em função da baixa qualidade dos cursos, da pouca intensidade das aulas e da imersão reduzida no inglês. A imersão no idioma fica prejudicada quando há muitos brasileiros nas escolas e nos destinos, pois os estudantes acabam ouvindo e falando português grande parte do tempo.

A melhor opção é fazer diferente

Apresentamos um novo destino de intercâmbio para você se desenvolver no idioma de forma intensa, rápida e com menor custo: Filipinas! Sim, é isso mesmo! As Filipinas pertenceram aos EUA e o inglês até hoje é um dos idiomas oficiais do país.
Mas, para saber se Filipinas é, de fato, o destino ideal para você estudar inglês, vale uma reflexão sobre o real objetivo do seu intercâmbio, sobre o seu orçamento e a duração da sua viagem, para você tomar uma decisão consciente.

Filipinas : o país mais barato para estudar inglês

Caramoan island nas Filipinas o melhor e mais barato país para estudar inglês | Foto: Divulgação.

Filipinas : o país mais barato para estudar inglês

Um dos belos cenários filipinos | Foto: Divulgação.

Muito além do cenário paradisíaco que você encontrará no país, considere verdadeiramente alguns pontos no momento de cotar e comparar opções de intercâmbio:

Menos contato com a língua portuguesa favorece a imersão

Esse destino já é consagrado entre intercambistas de vários países, mas ainda é pouco explorado pelos brasileiros, o que garante uma imersão em inglês de verdade. Afinal, se for para conviver com brasileiros e falar português durante e após a aula, qual a diferença entre fazer aulas no Brasil e lá fora?

País com baixo custo de vida

O custo de vida é o resultado do câmbio e do poder de compra da moeda local e esse item pode representar mais de 50% do custo da sua viagem, dependendo do tempo que ficar no país. É comum as pessoas não colocarem na ponta do lápis o quanto gastarão no país de destino com alimentação, transporte, celular, lazer, etc. Apesar das Filipinas não fornecerem o visto de estudante com permissão para o trabalho, o custo de vida no país é menor que o do Brasil (aprox. 36% abaixo). Então, é mais fácil se manter, mesmo sem trabalhar.

Cursos realmente intensivos e customizados

Existem muitas agências e escolas que apresentam um valor superinteressante para intercâmbios de 8 meses ou 1 ano. Porém, quando analisamos a qualidade do curso e a carga horária, vemos que na verdade o custo-benefício não compensa.
Sabemos que a escolha por determinados cursos e destinos se dão por conta da permissão de trabalho ou dos orçamentos apertados dos estudantes. Mas, você já pensou em fazer um intercâmbio mais curto, mais barato e com a mesma carga-horária que faria nos programas clássicos de intercâmbio?
É isso mesmo! É possível encurtar o seu intercâmbio (com a mesma carga-horária), fazer um curso de qualidade e ainda gastar bem menos!

MODO CLÁSSICO: ficar 8 meses ou 1 ano estudando inglês 3 aulas por dia. Esse é o programa de estudo mais vendido pelas agências no Brasil. Para baratear o custo, todas as aulas são em grupo e as turmas e escolas lotadas de brasileiros. Sem contar no tempo e energia que serão gastos na busca por acomodação que caiba no seu bolso e por um trabalho.

NOVA PROPOSTA: diminuir o tempo de intercâmbio e canalizar o foco totalmente para o inglês.
Você otimiza o seu intercâmbio em 2, 4 ou 6 meses, no máximo, com um curso personalizado às suas necessidades, incluindo aulas individuais.
Nessa proposta você dedica o seu tempo somente para estudar inglês e se consolidar no idioma, além de se divertir nas horas livres. Sem contar que alguns pacotes incluem hospedagem e refeição, garantindo um controle maior dos gastos com o intercâmbio.

Confira essa tabela comparativa:

Compare e analise | Foto: Divulgação.

Além da questão do custo e efetividade, muitas pessoas estão repensando seus intercâmbios para não ficarem muito tempo fora do mercado de trabalho no Brasil.
Ficou interessado(a)? A equipe da Go to Paradise está preparada para te ajudar a encontrar um programa de intercâmbio alinhado aos seus interesses pessoais e profissionais.
Entre no site (aqui) ou na página do Facebook (aqui).

Belezas além das praias. Vista do vulcão Mayon | Foto: Divulgação.

Texto e fotos: Equipe Go to Paradise.
Este é um publieditorial.


Comentários do Facebook

comentários

Continue lendo

Blog

10 razões para você estudar inglês nas Filipinas

Mochileiros.com

Publicado

em


Você talvez já tenha pensado em fazer um curso de inglês (para dar os primeiros passos no idioma ou para aprimorar seus conhecimentos) em um outro país. Que tal estudar inglês nas Filipinas? Um cenário paradisíaco, com clima tropical e praias incríveis, destino que está no sonho de 10 entre 10 mochileiros. Além da imersão no idioma, por lá o viajante tem a chance de vivenciar um pouco da cultura asiática.
Asiáticos, árabes, russos e europeus já conhecem o destino como opção para os estudos e aqui apresentamos 10 razões para você considerar essa possibilidade também:

1- Fluência

Os filipinos falam um inglês muito bom quando comparamos com outros países que falam inglês como segunda língua. Eles falam o inglês americano (pela colonização passada e influência exercida no país) e com poucas variações.

2- Cenário paradisíaco

O país tem mais de sete mil ilhas e um clima tropical – quente praticamente o ano todo. Então, você pode terminar a sua aula e relaxar em alguma das praias próximas da escola ou pegar um barco no final semana e fazer um Island Hopping, um passeio em que você paga um valor fixo e fica parando em várias ilhas o dia todo.

Estudar inglês nas Filipinas

União do útil ao agradável. Estudar inglês nas Filipinas é boa opção | Foto: Divulgação.

3- Hospitalidade

Os filipinos são muito amigáveis, hospitaleiros e adoram receber turistas. Isso torna a interação com eles fácil, tanto para mergulhar na cultura quanto para se desenvolver no idioma.

4- Rica gastronomia

A gastronomia é muito rica. Eles comem bastante peixe, frutos do mar, arroz, frutas (manga, abacaxi e banana), carne suína e frango. As comidas são muito bem temperadas e, diferentemente, de vários países asiáticos, eles não são muitos adeptos à pimenta.

Gastronomia tem destaque | Foto: Divulgação.

5- Baixo custo de vida

O custo de vida lá é bem baixo (aproximadamente 36% abaixo do Brasil), ou seja, invés de gastar mais lá fora, você economiza. A moeda do país é o peso filipino que é bem desvalorizada com relação ao Brasil, por exemplo, 1 real equivale a 15 pesos filipinos (câmbio de 29/03/18).
Os preços dos passeios, viagens e refeições são incrivelmente baratos quando convertidos para o real. Tanto que é comum as pessoas deixarem generosas gorjetas nos estabelecimentos.

6- Metodologia de ensino diferenciada

As escolas locais costumam oferecer mais aulas individuais que em grupo. O fundamento da metodologia de ensino leva em conta que as pessoas não estão no mesmo nível em todas as habilidades do idioma. Brasileiros, por exemplo, normalmente possuem boa escrita (writing) e gramática e tendem a ter mais dificuldades para compreender (listening) e falar (speaking).
Então, quando você estuda em uma escola que considera esse fundamento, você não é rotulado em um nível, mas sim em vários, um por cada habilidade do idioma. É o que acontece com a principal escola das Filipinas que é conveniada ao Brasil via agência de intercâmbio. Ela recebe alunos de várias partes do mundo e os professores focam em dificuldades específicas em cada habilidade, o que gera resultados surpreendentemente mais rápidos e eficazes.

7- Estudar e morar à beira-mar

Você vai estudar e morar (pelo período que durarem seus estudos) em uma acomodação estudantil localizada em um condomínio com um resort beira-mar, ou seja, livre de qualquer preocupação.
Nessa escola há, por exemplo, opões de 6 ou 8 aulas por dia (2 aulas em grupo e as demais individuais); quarto individual, duplo ou triplo em acomodação estudantil com acesso à estrutura do resort beira-mar (3 estrelas).
Alimentação, serviços de limpeza e lavanderia, toda a estrutura de lazer disponível, Wifi e transfer estão incluídos no serviço da escola, ou seja, o aluno não precisa se preocupar com nada.

No tempo livre, muitas opções paradisíacas | Foto: Divulgação.

8- Maior possibilidade de praticar o idioma

Como essa rota ainda não é conhecida por brasileiros, você não terá muita opção a não ser se comunicar em inglês. Isso parece um detalhe, mas na verdade é bem importante. Todos os dias, inúmeros brasileiros viajam para estudar inglês nos destinos comuns (Inglaterra, Estados Unidos, Canadá, Malta, Austrália e Nova Zelândia), pagam caro e no final do intercâmbio, apesar de terem tido grandes experiências internacionais, muitos não se desenvolvem no idioma conforme o esperado. Isso ocorre em função da grande exposição ao português.

9- Diversão

Muitas opções de diversão: Cebu, região onde fica a escola de inglês, é repleta de opções de entretenimento. Você pode escolher entre baladas, cursos de mergulho, SPAs de massagem, parques aquáticos, bares e restaurantes internacionais, day use em resorts cinco estrelas, entre outros.

Cenário paradisíaco do país e dos países vizinhos é incentivo | Foto: Divulgação.

10- Destino de sonho, vizinho de outros destinos de sonho

Você estará muito perto de vários países exóticos e com passagens baratas partindo das Filipinas.
Imagine poder viajar durante os finais de semana, feriados ou no final do seu curso para Indonésia, Tailândia, Malásia, Camboja, etc.

Saiba mais

São inúmeras outras razões para viajar para as Filipinas e fazer um curso de inglês no país.
Para saber mais sobre o curso, a escola e sobre o destino, incluindo melhores épocas para viajar e a melhor opção de curso para você, consulte o site (aqui) da ‘Go to Paradise’, empresa brasileira, idônea e especialista em intercâmbio fora do habitual.
Você também pode solicitar mais informações ou orçamento no site www.gotoparadise.com.br e seguir a página da empresa no Facebook (aqui).

Texto e fotos: Equipe Go to paradise.

Este é um publieditorial.


Comentários do Facebook

comentários

Continue lendo

Austrália

As 10 mais incríveis piscinas naturais do mundo

Claudia Severo

Publicado

em


Não sei de que lugar do mundo você está lendo este texto, mas em várias regiões do Brasil, nos últimos tempos a gente só consegue pensar em água. Da escassez dela em São Paulo por exemplo, às praias e piscinas pra tentar se refrescar num calor cuja sensação térmica beira os 50 graus (no Rio de Janeiro, no comecinho do ano foi assim).
Abaixo selecionamos 10 incríveis piscinas naturais (ou integradas à natureza) do mundo. Se não dá pra dar um mergulho nelas já, dá pra planejar colocar alguma(s) no seu próximo roteiro:

1 – To Sua Ocean Thench – Lotofaga – Upolu – Samoa

Esta bela piscina natural acessível por uma escada, fica na vila de Lotofaga, ao sul da ilha de Upolu em Samoa | Foto: Naomi T

Esta bela piscina natural, acessível por uma escada, fica na vila de Lotofaga, ao sul da ilha de Upolu em Samoa | Foto: Naomi T

2 – Devil’s Pool – Victoria Falls – Zâmbia/Zimbábue

No topo dessa queda que pode chegar até 128m, forma-se uma piscina | Foto: Meraj Chhaya

No topo dessa queda que pode chegar até 128m, forma-se uma piscina… | Foto: Meraj Chhaya

com um certo 'murinho' de proteção | Foto: Charles Haynes

com um certo ‘murinho’ de proteção | Foto: Charles Haynes

3 – Giola Lagoon – Astris – Ilha Thassos – Grécia

Esculpida pela natureza, abriga as águas do Mar Egeu | Foto: Justin Matthew

Esculpida pela natureza, abriga as águas do Mar Egeu | Foto: Justin Matthew

Foto: Remus Pereni

Foto: Remus Pereni

4 – Blue Pool – Bermagui – Austrália

Aos pés de um penhasco rochoso, fica em Bermagui, na 'Costa Safira' - Austrália | Foto: dirl.goes

Aos pés de um penhasco rochoso, fica em Bermagui, na ‘Costa Safira’ – Austrália | Foto: dirl.goes

5 – Blue Lagoon – Islândia

A piscina de águas mornas fica num spa (o Blue Lagoon) em Grindavik - Islândia | Foto: jthornett

A piscina de águas mornas fica num spa (o Blue Lagoon) em Grindavik – Islândia | Foto: jthornett

6 – Bondi Icebergs – Bondi Beach – Austrália

É uma piscina pública, conhecida por sua natação de inverno | Foto: Carlos López Molina

É uma piscina pública, conhecida por sua natação de inverno | Foto: Carlos López Molina

7 – Lava Pool – Ilha da Madeira – Portugal

A piscina fica em Porto Moniz, Ilha da Madeira - Portugal | Foto: Christian Wernicke

A piscina fica em Porto Moniz, Ilha da Madeira – Portugal | Foto: Christian Wernicke

8 – Dudu Blue Lagoon – República Dominicana

Está próxima a cidade de Cabrera, na costa nordeste da República Dominicana | Foto: Lucy Kalantari

Está próxima a cidade de Cabrera, na costa nordeste da República Dominicana | Foto: Lucy Kalantari

9 – Rio Hinatuan – Filipinas

O Rio Hinatuan (de água salgada) parece fluir magicamente sem qualquer fonte em Mindanau, a segunda maior ilha filipina | Foto: jojoscope

O Rio Hinatuan (de água salgada) parece fluir magicamente sem qualquer fonte, em Mindanau, a segunda maior ilha filipina | Foto: jojoscope

Foto: jojoscope

Foto: jojoscope

10 – Hamilton Pool – Austin – Texas – EUA

Uma cachoeira com pouco mais de 13m mergulha numa gruta criando essa bela piscina nas proximidades da  capital do Texas, Austin | Foto: Darrell Miller

Uma cachoeira com pouco mais de 13m mergulha numa gruta criando essa bela piscina natural nas proximidades da capital do Texas, Austin | Foto: Darrell Miller

Foto: Dave Wilson

Foto: Dave Wilson

A imagem que abre o post é da Blue Pool, em Bermagui na Austrália | Foto de David Rayside.


Comentários do Facebook

comentários

Continue lendo

China

10 restaurantes para visitar antes de morrer

Claudia Severo

Publicado

em


Complementando o título: … nem que seja só pra “pedir uma informação” – risos. É, porque consumir em qualquer um deles deve comprometer uns bons dias (do orçamento) de viagem.
Complementando o título 2: até porque não dá pra visitar nada depois de morto (acho, só acho)

No mundo

1 – The Grotto – Krabi – Tailândia
O restaurante fica escondido num penhasco de calcário. O chão é coberto por uma areia fina e a abertura da ‘gruta’ dá numa bela praia com águas cristalinas, assim… tipo Tailândia.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Este é outro, o Krua Pharanang, um dos 4 restaurantes do resort |Divulgação

Este é outro, o Krua Pharanang, um dos 4 restaurantes do mesmo resort |Divulgação

Aqui uma vista da região onde ele está | Foto: Divulgação

Aqui uma vista da região onde ele está | Foto: Divulgação

2 – The Rock Restaurant – Zanzibar
Acessível por barco, o restaurante de frutos do mar fica na península de Michanwi Pingwe.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Nesta imagem, uma vista mais ampla do restaurante | Foto: Chris Rogers

Nesta imagem, uma vista mais ampla do restaurante | Foto: Chris Rogers

3 – Waterfall Restaurante – Filipinas
Pelos seus pés correrão as águas da cachoeira Labasin. O restaurante fica dentro de um resort, o Villa Escudero.

Mesas e bancos de bambu integram o ambiente | Foto: Jedson John

Mesas e bancos de bambu integram o ambiente | Foto: Jedson John

Foto: Daniel Nicholson

Foto: Daniel Nicholson

4 – Crater Lodge, Ngorongoro Conservation Area – Tanzânia
A cratera de Ngorongoro é uma das maiores atrações da Tanzânia a área é considerada a “Arca de Noé” da África Oriental. Ali está instalado este restaurante.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Área da cratera de Ngorongoro | Foto: Stuart Westmore

Área da cratera de Ngorongoro | Foto: Stuart Westmore

5 – Fangweng – Yichang – China
“Pendurado” numa encosta calcária no vale de Xiling Gorge o restaurante foi inaugurado em 1980.
A área onde está instalado é considerada bastante turística e por ali há prática de bungee jumping, caminhadas e passeios de barco pelo rio Yangtze que está aos pés da encosta onde fica o restaurante.

Cena em área do rio Yangtze | Foto: Kimberly Kendall

Cena em área do rio Yangtze | Foto: Kimberly Kendall

Fotos: Internet e donfaw

Fotos: Internet e donfaw

No Brasil

Nesses eu sei que você não precisará vender um rim para pagar a conta (já fui aos 3 primeiros da lista abaixo)

1 – Restaurante do Paulo (Pousada do Paulo) – Jericoacoara – CE
Decks instalados embaixo de cajueiros e mesas pé na areia à beira da Lagoa do Paraíso, uma das mais bonitas de Jeri.

Durante o dia o restaurante é aberto ao público em geral e à noite é reservado aos hóspedes da pousada | Foto: Silnei L Andrade/Mochila Brasil

Durante o dia o restaurante é aberto ao público em geral e à noite é reservado aos hóspedes da pousada | Foto: Silnei L Andrade/Mochila Brasil

Windsurf e kitesurf são praticados na lagoa de águas cristalinas | Foto: Silnei L Andrade/Mochila Brasil

Windsurf e kitesurf são praticados na lagoa de águas cristalinas | Foto: Silnei L Andrade/Mochila Brasil

2 – Restaurante do Rancho do Buna – Atins – Lençóis Maranhenses

A beleza cênica para se chegar ao local já vale a experiência.

Cena de Atins | Foto: Silnei L Andrade/Mochila Brasil

Cena de Atins | Foto: Silnei L Andrade/Mochila Brasil

3 – Bar e restaurante Urca – Urca – Rio de Janeiro – RJ

Uma das mais belas vistas da baía de Guanabara.
Dica: Você pode andar alguns metros e pagar mais barato (por tudo) no primeiro bar que achar (qualquer um é mais barato que ele por ali). O atrativo mesmo é a paisagem e o mais gostoso é ficar na “mureta da Urca” vendo o tempo passar.

Anoitecendo um pouquinho mais a frente do Bar Urca | Foto: Claudia Severo de Almeida/Mochila Brasil

Anoitecendo um pouquinho mais a frente do Bar Urca | Foto: Claudia Severo de Almeida/Mochila Brasil

Um pedacinho da Enseada de Botafogo visto a partir da 'mureta da Urca' | Foto: Claudia Severo de Almeida/Mochila Brasil

Um pedacinho da Enseada de Botafogo visto a partir da ‘mureta da Urca’ | Foto: Claudia Severo de Almeida/Mochila Brasil

4 – Restaurante do Refúgio Ecológico Pedra Afiada – Cânion Malacara – Aparados da Serra – Praia Grande – SC

A pousada bem como o restaurante são instalados aos pés do esplendoroso cânion Malacara, um dos menos visitados da região do Parque Nacional de Aparados da Serra.

Instalações estão em meio a natureza | Foto: Divulgação

Instalações estão em meio a natureza | Foto: Divulgação

Jardins por todos os lados | Foto: Divulgação

Jardins por todos os lados | Foto: Divulgação

5 – The Maze Rio – Rio de Janeiro – RJ

O local tem uma das mais belas vistas de um dos mais belos cartões postais do Rio. Tem o bar (é, não é um restaurante) e também oferece hospedagem em quartos privativos ou dormitórios.

O bar fica na favela Tavares Bastos, no bairro do Catete, zona sul do Rio | Foto: Divulgação

O bar fica na favela Tavares Bastos, no bairro do Catete, zona sul do Rio | Foto: Divulgação

 

Na arquitetura, as curvas do Rio ou influência de Gaudí? | Foto: Divulgação

Na arquitetura, as curvas do Rio ou influência de Gaudí? | Foto: Divulgação

Nota: Nos nomes dos restaurantes você encontra o link para os sites onde poderá obter mais informações sobre eles, como chegar, ver mais imagens etc.


Comentários do Facebook

comentários

Continue lendo

Os 10 + vistos do Mês

Log in

Or with username:

Esqueceu a senha?

Ainda não tem uma conta? Cadastro

Forgot your password?

Enter your account data and we will send you a link to reset your password.

Your password reset link appears to be invalid or expired.

Log in

Privacy Policy

Fechar
de

Enviando Arquivo…