Lixo deixado por turistas ameaça Machu Picchu


Machu Picchu, no Peru, uma das áreas arqueológicas mais visitadas do mundo está ameaçada de perder o status de Patrimônio Mundial da UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) por causa do lixo deixado por turistas no local. As informações são da revista Aventuras na História.
Segundo a publicação são geradas mais de cinco toneladas diárias de resíduos por lá; a maioria de garrafas plásticas que geralmente vão para o rio Urubamba e acabam prejudicando a fauna e flora da região. Machu Picchu recebe 1,6 milhão de visitantes por ano.

MP tom cleary unsplash
Machu Picchu recebe 1,6 milhão de turistas por ano | Foto: Tom Cleary/Unsplash.

O lixo gerado em Machu Picchu é tirado de lá por ferrovia, o que segundo a publicação dificulta o gerenciamento por parte das autoridades. Vale lembrar que não há estradas para o sítio arqueológico. Citando o canal de notícias Al Jazeera, a revista comenta que “as autoridades municipais estão tentando transformar a área na primeira zona ecológica do país” e que hotéis estão participando de programas de reciclagem e adotando uma política de “não plástico” e usado sacolas reutilizáveis, além de instalação de estações de distribuição de água em Águas Calientes, cidade mais próxima ao sítio arqueológico.

aguascalientes giancarlo revolledo unsplash
Área de Águas Calientes | Foto: Giancarlo Revolledo/Unsplash.

Com informações da revista Aventuras na História.


Deixe um comentário