Mochileiro que gosta de yoga? #PartiuRishikesh


A Índia é um destino turístico muito desejado por seus belos palácios, fortes e templos. Mas um outro motivo atrai pessoas ao país: o estudo de meditação, terapias, ayurveda e yoga.
Se você é um mochileiro zen, um dos lugares mais indicados é Rishikesh. No norte de Delhi, em meio à cordilheira dos Himalaias, a cidade é conhecida por ser a capital mundial da yoga. Aqui os mochileiros se reúnem principalmente em duas vilas: Laxman Jhula e Ram Jhula.
Rishkesh tem uma temporada turística bem marcada, vai de fevereiro a maio, quando o clima é mais ameno e os Mestres e Babas atraem pessoas do mundo todo para seus satsangs (palestras).

rishigil01

Rishikesh está em meio aos Himalaias e é cortada pelo Rio Ganges | Foto: Gilsimara Caresia/GirlsGo.

rishigil04

Foto: Gilsimara Caresia/GirlsGo.

A cidade mantém viva a tradição milenar da yoga, na beira do limpo Rio Ganges, dezenas de escolas oferecem cursos de aperfeiçoamento, formação de professores e aulas para iniciantes. Os ashram de yoga se tornaram, também, uma opção de hospedagem, com aulas, acomodação e refeições de acordo com o pacote, alguns bem acessíveis a mochileiros. Um dos ashram mais famosos é o que hospedou, no passado, o grupo de rock Beatles.
Em março, o Festival Internacional de Yoga, com conferencistas e professores do mundo todo, atrai estudantes dos mais diversos estilos e níveis. Neste ano, o festival começou em 1 de março e encerra-se no dia 7 do mesmo mês. Pessoas de mais de 93 países estão presentes, reunindo mais de um mil inscritos e a mesma quantidade de visitantes.

rishigil02

Rishikesh atrai pessoas de todo o mundo | Foto: Gilsimara Caresia/GirlsGo.

Mas Rishikesh não se resume a práticas espirituais, é possível tomar banho no ganges, fazer passeios de barco, incluindo rafting, visitar templos e também é um portão de entrada para algumas trilhas nas montanhas do Himalaia.
Para quem passa pelas grandes cidades da Índia, Rishikesh é um lugar para relaxar, longe do barulho e dos lugares lotados que caracterizam o país.

rishigil03

Local também atrai praticantes de rafting | Foto: Gilsimara Caresia/GirlsGo.

E ao contrário do que se pode pensar, a Índia é segura, em especial Rishikesh. No país assaltos não são frequentes, sou mulher, estou viajando a Índia sozinha por mais de seis meses sem nenhum contratempo.

rishigil00

Gilsimara Caresia (na foto) está em uma volta ao mundo há 20 meses, sozinha. Na Índia ela já está há 6 | Foto: Arquivo pessoal.

Outros polos de estudo de yoga são o estado de Goa (sul) e a cidade de Dharamshala (norte), mas cada uma tem uma temporada regida principalmente pelo clima e temperatura.

*Gilsimara Caresia acredita que lugar de mulher é onde ela quiser. Brasileira, jornalista, turismóloga e uma apaixonada por viagens, ela já viajou por mais de 70 países sozinha. Atualmente está dando uma volta ao mundo há 20 meses e compartilha suas experiências na página GirlsGo.


Gilsimara Caresia

Acredita que lugar de mulher é onde ela quiser. Brasileira, jornalista, turismóloga e uma apaixonada por viagens, ela já viajou por mais de 70 países sozinha. Compartilha suas experiências de viagem por aqui, na página GirlsGo e no Instagram.

1 Comentário
  1. Olá, amei seu relato. Você poderia indicar lugares em Rishikesh para se hospedar a valores baixos?

    Deixe uma Comentário

    Mochileiros.com
    Logo