Mochileiros que violarem restrições podem ser deportados da Austrália


Mochileiros e portadores de visto temporário que trabalham em fazendas na Austrália foram avisados que poderão ser deportados caso não cumpram as medidas de distanciamento social impostas pelo governo durante a pandemia de coronavírus. Ao ser deportado de um país, o indivíduo não pode mais a ele retornar.
Segundo o site australiano SBS, o Ministro da Agricultura, David Littleproud fez o anúncio hoje (17) durante uma coletiva de imprensa. “Se forem pegos desrespeitando as regras, cancelaremos os vistos e os enviaremos para casa”, disse.

mochileirosAU mitch braithwaite unsplash
Foto: Mitch Braithwaite/Unsplash.

Ainda de acordo com a publicação, a fala segue uma iniciativa do governo para permitir que os participantes do Programa de Trabalhadores Sazonais e do Programa Trabalhista do Pacífico estendam sua estadia por até 12 meses. “No entanto, eles só podem começar a trabalhar em uma nova região após um auto-isolamento de 14 dias”, frisa a reportagem.


Deixe um comentário