Muralha da China é vandalizada no primeiro dia de reabertura


A Grande Muralha da China foi danificada no primeiro dia de sua reabertura, no último dia 24. Uma câmera de segurança mostrou um visitante desfigurando o local histórico com uma chave. As informações são da CNN.
Depois do ocorrido, o país deverá liberar uma espécie de “lista da vergonha” com os nomes destes turistas. Com isso as autoridades esperam que a “vergonha pública” impeça atos similares.
A notícia viralizou e enfureceu internautas chineses. Segundo a CNN, o assunto ocupou os trends da plataforma de mídia social mais popular da China, a Weibo.

vandalismomuralhadachina cnn
Foto: Reprodução.

De acordo com a publicação, o escritório de administração da Grande Muralha implementou medidas disciplinares contra vandalismo que entraram em vigor ontem (6). “Impõe sanções administrativas a sete tipos de vandalismo contra relíquias culturas, incluindo entalhes e outros danos intencionais”, comenta conta do Escritório da Zona Especial de Yanging County Badaling, no Weibo.

muralhadachina hanson lu unsplash
A Grande Muralha da China é o mais famoso ícone do país | Foto: Hanson Lu/Unsplash.

Além da “lista da vergonha” que deve ser divulgada regularmente, para “aumentar a conscientização e aplicar pressão [sobre os turistas] com a opinião pública”, autoridades estudam proibir os turistas dessa lista a entrarem em outras atrações e se cometerem um crime, os infratores serão entregues aos agentes da lei.
“A epidemia [de coronavírus] já ‘machucou' muito a indústria do turismo, tornando a desfiguração da Grande Muralha ainda mais insuportável”, fala um artigo opinativo no jornal estatal, Beijing Youth Daily.


Deixe um comentário