Normalidade só volta com vacina, diz ministro italiano


O ministro da Saúde da Itália, Roberto Speranza disse hoje (11), que a vida voltará à normalidade somente com o surgimento de uma vacina. Ele participou da inauguração de um centro de terapia intensiva em Bolonha, capital da Emilia-Romagna, a segunda região mais atingida pela pandemia no país. As informações são da Agência Italiana de Notícias (ANSA).
De acordo com reportagem da ANSA, o ministro disse que enquanto não houver uma vacina, o distanciamento social “é a única arma” para enfrentar a pandemia.
Com a desaceleração do coronavírus na Itália, o país já começa a pensar na fase de reabertura. “Estamos trabalhando em uma resposta de sistema para fazer as famílias, empresas e pessoas voltarem a viver plenamente suas existências. Faremos isso quando a comunidade científica entregar uma vacina ao mundo, mas, enquanto isso, devemos estar à altura”, afirmou, ainda de acordo com a publicação.
A ANSA ressalta que cientistas do mundo todo correm contra o tempo para desenvolverem uma vacina contra a covid-19. Na Itália, por exemplo, candidatas a vacina apresentaram resultados promissores.

A foto (da home e) que traz até este post é de Ignacio Brosa/Unsplash.


1 comentário em “Normalidade só volta com vacina, diz ministro italiano”

Deixe um comentário