Nova Zelândia sugere implementar semana de trabalho de 4 dias


A Nova Zelândia recebeu elogios pela sua atuação frente a pandemia de coronavírus e já está retomando praticamente todas suas atividades. Após os trabalhos não essenciais terem sido realizados remotamente, agora os trabalhadores neozelandeses podem vir a contar com uma jornada de 4 dias semanais de trabalho.

Em um vídeo publicado no Facebook (mais abaixo, em inglês), a primeira-ministra Jacinta Arden apresentou a ideia como forma de estimular o turismo doméstico, enquanto as fronteiras permanecem fechadas para estrangeiros. Além do estímulo ao turismo, a ideia visa melhorar o equilíbrio entre trabalho e vida pessoal dos neozelandeses.

Segundo o jornal britânico The Guardian, o comentário informal da primeira-ministra animou os neozelandeses. Ainda de acordo com a publicação Arden disse que ouviu de seus compatriotas que muitos viajariam mais internamente se tivessem mais flexibilidade em suas vidas profissionais.
“Eu incentivaria as pessoas a pensarem nisso, se você é um empregador e está em condição de fazê-lo. Pense se isso é algo que funcionaria no seu local de trabalho porque certamente isso ajudaria o Turismo em todo o país”, comentou.

Vídeo publicado pela primeira-ministra da Nova Zelândia, em seu perfil no Facebook:

Após a atuação frente a crise do coronavírus, a primeira-ministra teve recordes de popularidade. Para entender um pouco mais e brevemente, leia aqui a matéria feita pelo UOL: “As lições da Nova Zelândia, país que venceu a batalha contra a covid-19”.

royspeak novazelandia annie unsplash
Ideia visa estimular as viagens por neozelandeses dentro do país. Na imagem, Roys Peak, uma das montanhas da Nova Zelândia | Foto: Annie/Unsplash.

Deixe um comentário