Números revelam (tímida) recuperação dos voos no Brasil


Como viajantes, todos já sabemos: o Turismo foi um dos setores mais impactados mundialmente na pandemia. Em especial, o de companhias aéreas.
No Brasil não foi diferente, milhares de voos desmarcados, com o objetivo de minimizar a proliferação do vírus e muitas empresas internacionais interromperam totalmente os voos para cá. Cerca de 25 mil brasileiros que estavam no exterior, espalhados em mais de 100 países, foram repatriados nos primeiros meses da pandemia, segundo informações do Governo Federal.

Se em janeiro deste ano, a aviação civil no Brasil bateu recordes, com mais de 91 mil voos; em abril, esse volume foi reduzido a um pouco mais de 6 mil (em abril do ano passado, foram realizados mais de 75 mil).

GRAFICO MOCHILEIROS

Voos realizados e cancelados segundo a ANAC | Arte/gráfico sobre a foto de LeoCo/Unsplash.

Os números atuais revelam uma crescente, mas longe de chegar próximo ao período pré Covid.  Os dados de Voo Regular Ativo – VRA estão disponíveis no site da ANAC (Agência Nacional da Aviação Civil) e foram compilados pela colaboradora do Mochileiros.com, jornalista e turismóloga, Gilsimara Caresia. O gráfico mostra a quantidade de voos realizados e cancelados no Brasil de janeiro até agosto de 2020.

Segundo a Associação Internacional de Transporte Aéreo (Iata, na sigla em inglês), o prejuízo das aéreas acumulado até o momento em 2020 é de US$ 84,3 Bilhões. Fora o prejuízo, a perda de receita é estimada em US$ 419 bilhões em razão da baixa do volume da operação.

A foto (da home e) que traz até este post é de LeoCo/Unsplash.


Gilsimara Caresia

Acredita que lugar de mulher é onde ela quiser. Brasileira, jornalista, turismóloga e uma apaixonada por viagens, ela já viajou por mais de 70 países sozinha. Compartilha suas experiências de viagem por aqui, na página GirlsGo e no Instagram.

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

      Deixe uma Comentário

      Mochileiros.com
      Logo