Parques temáticos em São Paulo poderão reabrir dia 23 de setembro

Os parques temáticos do estado de São Paulo, com atividades ao ar livre, poderão reabrir ao público a partir do dia 23 de setembro. Segundo o governo de São Paulo, a medida só vale para os parques que estejam instalados em regiões que estão na Fase 3 – amarela do Plano São Paulo há pelo menos 28 dias consecutivos.

Os parques poderão operar apenas pelo período de oito horas por dia, com limitação de 40% de sua capacidade de público. Todos os funcionários do parque e o público terão que fazer uso obrigatório de máscara. Os ingressos precisarão ser vendidos antecipadamente e haverá controle de acesso. Haverá também medição de temperatura. A fiscalização dessas medidas ficará a cargo das prefeituras.

Os parques estão fechados desde março por causa da pandemia do novo coronavírus (covid-19).

Segundo o governo do estado, a autorização libera a retomada de mais de cem operações, que devem gerar 26 mil empregos diretos e indiretos. A previsão é de que sejam reabertos parques como o Hopi Hari e o Wet´n Wild e os parques aquáticos da cidade de Olímpia.

De acordo com o governador de São Paulo, João Dória, o estado concentra a maior quantidade de parques e atrações temáticas da América Latina.

Vista de área do Wet’n Wild São Paulo | Foto: Divulgação/@wetnwildsaopaulo.

Um ranking de 2019, da organização internacional Themed Entertainment Association, apontou que quatro dos dez parques aquáticos mais visitados da América Latina estavam em São Paulo. O Thermas dos Laranjais, da cidade de Olímpia (SP), com 1,84 milhão de visitantes anuais, era, segundo o ranking, o quinto parque aquático mais visitado do mundo e único brasileiro entre os dez mais visitados.

Apesar do anúncio de reabertura, o governo alerta que o estado continua em quarentena, ou seja, as pessoas devem continuar mantendo o distanciamento social e evitar aglomerações.

Texto: Elaine Patrícia Cruz/Agência Brasil.

Deixe um comentário