Pirâmide de São Tomé das Letras é colocada à venda

Um dos pontos mais visitados da cidade mineira de São Tomé das Letras, a “Pirâmide” foi colocada à venda. O anúncio foi feito em uma imobiliária de Três Corações. As informações são do jornal Estado de Minas.
Segundo a publicação, a pirâmide foi construída há 40 anos e é patrimônio paisagístico da cidade. A construção está no Parque Antônio Rosa, uma área de 111 hectares que pertence ao município, porém a pirâmide é de propriedade de uma pessoa do Estado de São Paulo. O valor pedido pela pirâmide é de R$ 1,2 milhão, segundo o Estado de Minas.
Ontem (4) moradores da cidade protestaram com faixas e cartazes contra a venda e pediram que o bem seja desapropriado pela prefeitura. Outra manifestação foi marcada para amanhã (6) durante o pôr-do-sol.

Foto: Cesar Gritti/sob licença Creative Commons (CC BY-SA 4.0)

Em nota, o prefeito Tomé Reis Alvarenga disse que é interesse do município adquirir a pirâmide. “Informo a todos, que já tem um tempo que tenho tentado negociar com o proprietário a compra do imóvel pelo poder público. Apesar de ser tombada como Patrimônio Paisagístico, é um imóvel particular. O dono tem a escritura. É interesse do município adquiri-la, sim”.

Hoje, por volta das 15h a prefeitura de São Tomé das Letras publicou em sua página do Facebook (confira abaixo) o “Dossiê de Tombamento do Conjunto Paisagístico Parque Municipal Antônio Rosa”, onde está a pirâmide.

Este é o link divulgado pela prefeitura com o conteúdo do dossiê.

Outra manifestação dos moradores deve ocorrer amanhã (6) durante o pôr-do-sol | Moacir Guerino/sob licença Creative Commons (CC BY-SA 4.0)

Deixe um comentário