Serra dos Órgãos abre sua temporada de montanhismo 2019


A Temporada de Montanhismo (ATM) no Brasil foi aberta oficialmente em 27 de abril, no bairro da Urca, no Rio de Janeiro. O dia contou com uma série de eventos para marcar a época mais propícia para travessias e escaladas no país, que vai de maio a setembro.
Agora é a vez do Parque Nacional da Serra dos Órgãos (Parnaso), um das unidades brasileiras com as mais belas trilhas e montanhas do país, declarar aberta oficialmente sua temporada de montanhismo que começa no próximo sábado (18).
O evento vai comemorar o início da melhor época para caminhadas em altitude elevada devido a estabilidade climática. Até setembro, o montanhista vai poder aproveitar uma das paisagens mais exuberantes do país.

Foto: Divulgação.

O evento começa cedinho, às 7h, na Sede Teresópolis (RJ) com a entrega dos kits do Desafio 360, cuja largada será às 9h. Logo em seguida, um aulão de alongamento promete preparar quem vai pôr o pé na estrada. Quem não quiser encarar o desafio, vai poder aproveitar stands diversos com praça de alimentação, feirão de troca de material de montanha e exposições e oficinas diversas.

Para a criançada, a programação começa às 11h e conta com muro de escala, pintura facial, oficinas e jogos diversos. Também haverá Arte na Trilha e um Papo de Montanha sobre os 100 anos de Montanhismo.

Quem quiser curtir um som, às 16h haverá show acústico com a banda Mangabrothers e às 19h com a Banda Sabottage.

Como chegar

A entrada principal do Parque Nacional da Serra dos Órgãos ‘Sede Teresópolis’ fica na área urbana da cidade fluminense, na Avenida Rotariana s/nº (que interliga a BR 116 Rio-Bahia, na altura do km 89,5 à cidade), com acesso bem sinalizado. A entrada do parque fica ao lado da ponte sobre o Rio Paquequer, na entrada da cidade, próximo ao Mirante do Soberbo e ao Portal da Cidade.
Mais informações sobre o Parnaso podem ser conferidas aqui.

Com informações do ICMBio e do MTur.
A imagem (da home e que) traz até este post é do “Dedo de Deus” | Foto: Bruna Prado/Mtur.


Deixe um comentário