Turistas danificam monumentos em Tiwanaku, na Bolívia

O mais famoso monumento do sítio arqueológico de Tiwanaku, no departamento de La Paz, na Bolivia, a “Puerta del Sol”, os monolitos Fraile e Ponce e silhares do local foram danificados com óleos por cinco turistas bolivianos. As informações são da Agencia Boliviana de Notícias (ABI).
Na última sexta-feira (26), o diretor do Centro de Pesquisas Arqueológicas, Antropológicas e Administrativas de Tiwanaku (CIAAAT), Gonzalo Choque explicou à agência que o ato de vandalismo aconteceu no último dia 24, por volta das 10h30.
Os 5 turistas identificados como sendo do departamento de Santa Cruz foram interceptados pela vigilância do local e de acordo com informações da agência serão acusados pelo Ministério Público por “deterioração do patrimônio arqueológico nacional”.

Marca da substância oleosa em um dos monumentos | Foto: ABI.

 

“O Ministerio de Culturas, Descolonización y Despatriarcalización informou que um especialista em conservação observou que os líquidos derramados causam alterações internas na rocha e provocam a atração de gases como o dióxido de carbono, com a consequente deteriorização da estrutura lítica”.
A Puerta del Sol e os monolitos Ponce e Fraile têm 1500 anos.

Puerta del Sol | Foto sob licença Creative Commons/Domínio Público.

Deixe um comentário