Turistas são presos por danificar templo em Machu Picchu


Seis turistas, das nacionalidades argentina, brasileira, chilena e francesa (4 homens e 2 mulheres) ingressaram ilegalmente em áreas proibidas em Machu Picchu e teriam provocado danos ao local. Eles foram surpreendidos por guardas do Parque Arqueológico Nacional de Machupicchu no último domingo (12) no setor do mirante do Templo del Sol, de acordo com informações divulgadas pela Dirección Desconcentrada de Cultura de Cusco, no Peru.
Segundo as autoridades houve a fratura de um elemento lítico que se desprendeu de um muro, caindo a uma altura de aproximadamente 6 metros, o que provocou uma fenda no piso. Também foram encontradas fezes no local.
O jornal Estado de Minas, citando a agência AFP publicou que os seis turistas foram detidos e estão sendo investigados pelo Ministério Público peruano pelo suposto crime contra o Patrimônio Cultural.
O site tvi24, do português iol também citando a AFP informa que a lei peruana prevê que os responsáveis pelo dano “possam incorrer a uma pena de pelo menos quatro anos de prisão, pelo crime de destruição do patrimônio cultural nacional”.

A direita, imagem divulgada pelas autoridades locais mostra dano no piso | Fotos: Dirección Desconcentrada de Cultura.

Na nota divulgada sobre o caso, a Dirección Desconcentrada de Cultura pede aos visitantes que respeitem e protejam o Patrimônio Arqueológico da nação, pois se ocorrem eventos dessa natureza, eles [visitantes infratores] estarão sujeitos a ações administrativas e legais que serão promovidas em defesa e proteção do patrimônio local.

A foto (da home e) que traz até este post é de Fabien Moliné/Unsplash.


30 comentários em “Turistas são presos por danificar templo em Machu Picchu”

  1. Muito vazia a manchete. Tinha que ter pelo menos um depoimento de algum deles… sabe lá o que aconteceu? E se alguém passou mal? E se houve um imprevisto? Faltou mais detalhes.

    Responder
  2. Vergonha alheia. Peço desculpas ao povo Peruano e em especial nossos irmais cusquenhos

    Responder
  3. A medida restritiva de liberdade pra essas pessoas deve ter peso, afinal se não podem viver na sociedade como pessoas o tratamento deve ser rígido, talvez ainda não apreendam, cabendo mais punições futuras, infelizmente é assim que talvez possam aprender!

    Responder
  4. Quer apostar que agora vão pedir ajuda as embaixadas, este mirante é muito bonito e com acesso um pouco difícil e estes vão lá para invadir alguns locais de difícil acesso, no mínimo para bater uma fotinho para o Instagram, tem que tomar cadeia e multa pesada para aprenderem.

    Responder
  5. que seja aplicada a lei do pais e cumprida a pena lá .
    não manda porcaria de volta para o nosso pais.

    Responder
  6. Lamentável que pessoas saiam de seus países na condição de turistas para danificar um patrimônio tão importante para a humanidade.

    Responder
  7. Eles devem ser punidos confirme as leis do país é um absurdo isso! E fico triste de ter brasileiro no meio, vamos respeitar a natureza e o patrimônio histórico mundial do mundo.. beijos e muita luz para essas criaturas..
    Laismaryns ig 🌏😍

    Responder
  8. Tem que prender mesmo. Bando de vândalos, nem sei porque foram até lá!
    É este tipo de gente que empobrece a história.

    Responder
  9. Que paguem pelo erro cometido.
    Acho um absurdo as pessoas depredarem qualquer ambiente, principalmente os arqueológicos.
    Total falta de consciência histórica.

    Responder

Deixe um comentário