Um dos mais belos Parque Estaduais de MG: Parque Estadual do Rio Preto


São Gonçalo do Rio Preto é uma pequena e charmosa cidade no Jequitinhonha, que faz parte do circuito dos diamantes e da estrada real.

A principal atração da cidade é o Parque Estadual do Rio Preto, com uma área de 12,1 mil hectares, uma das mais belas unidades de conservação de Minas Gerais e muito pouco conhecida, até mesmo pelos mineiros. Um parque com uma rica diversidade de flora e fauna, que guarda a nascente do Rio Preto e inúmeras cachoeiras de belezas sem igual e mirantes para paisagens de tirar o fôlegos.

Estas paisagens se devem principalmente pela localização do parque que esta inserido no complexo da Serra do Espinhaço, possuindo com isso um relevo acidentado repleto de rochas de quartzo que formam belíssimos painéis e paisagens.

O parque reúne terras de antigas fazendas que exploravam atividades de pecuária de corte, extração de sempre-vivas, garimpo e coleta de frutos silvestres. A história do parque está ligada às lendas e mitos da antiga área de mineração. Segundo os antigos, nestas áreas se escondiam escravos fugidos que conheciam bem suas matas e serras. Este é até um dos motivos do nome da sua principal atração: A cachoeira do Crioulo, na minha opinião, uma das mais belas de Minas Gerais.

7.7- quero mochilar cachoeira do crioulo

 

Mais informações de como chegar, quando ir, segurança e muito mais no site: www.queromochilar.com.br

ROTEIRO

Planejamento

Há tempos queria conhecer este parque, pois ouvia falar bem dele e sai de lá ainda mais surpreendido. O Parque Estadual do Rio Preto é lindo demais.

Fui com uma turma de amigos e passei um feriado prolongado por lá. Acabei não ficando no parque, por desconhecimento da opção, mas fiquei em uma chácara super simpática e bem aconchegante na cidade de São Gonçalo, o que teve seu lado bom.

A cidade de São Gonçalo é bem pequenininha e pacata, não há muitas atrações ou o que fazer por lá e a maioria dos turistas vão mesmo mais para curtir a natureza e o parque, por isso vou direto a este ponto.

Chegar ao parque é fácil, tem sinalização e nos 20 km de terra além de belas paisagens você irá se divertindo com as placas mais criativas que já encontrei nos parques da vida.

1- Quero Mochilar

Foto: Algumas das placas divertidas ao longo do caminho.

Parque Estadual São Gonçalo do Rio Preto.

Horário de funcionamento: De terça á domingo, das 07:00 às 17:00 horas.

OBS: Em período de férias (Janeiro e Julho) abre nas segundas (toda sua estrutura).

Entrada: R$ 7,00 / pessoa.

Como funciona a chegada no Parque?

Quando chegamos no parque o primeiro ponto que passamos é a portaria, á 5 km da área principal. Aqui pagamos a taxa de entrada e nos identificamos para somente depois irmos para o centro de visitantes.

Quando chegamos na área principal vamos diretamente para o centro de visitantes, onde assistimos um vídeo institucional bem rápido sobre o parque e recebemos algumas orientações para podermos iniciar a visita.

Como é a estrutura do Parque?

A estrutura do parque é ótima, e me arrisco a falar que uma das melhores de parques de Minas. O parque tem portaria, centro de visitantes, estacionamento e restaurante.

Para aqueles que querem dormir (o que eu recomendo) há 12 alojamentos, que comportam de duas a 5 pessoas e ainda área de Camping para 25 barracas, com: quiosques, churrasqueiras, pias, vestiários e água potável.

Observações Alojamento:

  • Alojamentos com camas, banheiro e frigobar.
  • Há opções de levar roupa de cama ou alugar.
  • Preços variavam de R$60,00 a R$100,00, dependendo do número de pessoas.

Observações Camping:

  • Se o visitante já estiver no parque ele pode ficar na segunda, quando o mesmo é fechado.
  • Preço: R$15,00 / pessoa.

Ambos ficam próximos a todas as demais estruturas do parque, podendo ir de um lugar ao outro a pé.

Meu roteiro de 2 dias:

Dia 01: Mirante da Estrada Real e Trilhas das Cachoeiras: Mirantes e Cachoeira do Crioulo.

Quando fui a cachoeira Sempre Viva estava fechada, mas o ideal é conciliar as duas cachoeiras que estão na mesma trilha.

Dia 02: Forquilha, Poço de Areia (Trilha das cachoeiras) e Poço do Veado (Trilha do cerrado).

O QUE VER NO PARQUE – PRINCIPAIS ATRAÇÕES

1- Mirante da Estrada Real.

Entre a portaria e a sede, após 3 km dos 5 km que temos que percorrer encontramos o Mirante da Estada Real. Poucos sabem que o Parque Estadual do Rio Preto foi o primeiro a receber o marco de referência da Estrada Real, que vai de Parati (RJ) até Diamantina. Para chegar até o mirante não tem erro, pois esta fácil de ser identificado e fica ao lado da estrada.

3- São Gonçao do Rio Preto Quero Mochilar

Foto: O Marco da Estrada Real.

3.1- Quero Mochilar São Gonçalo do Rio PRet

Foto: Eu com o marco da Estrada Real, que esta bem ao lado da pista para chegar na sede do parque.

3.2- Quero Mochilar São Gonçalo do Rio Preto.

Foto: Daqui temos um bela vista para o Rio Preto e o Pico dos Dois Irmãos.

Ainda no caminho uma dica de ouro… rs

3.3- Quero Mochilar

Foto: Não pega telefone no parque, ou melhor, em alguns pontos específicos tem sinal da Vivo – como mostra esta placa…rs.

2- Trilha das Cachoeiras.

No primeiro dia fiz a trilha das cachoeiras com o objetivo de conhecer a principal atração do parque, a Cachoeira do Crioulo. Gostaria de ter conhecido também a Sempre Viva, mas estava fechada, por questões de segurança o parque não estava permitindo a visita.

Sobre a Trilha – Até a Cachoeira do Crioulo.

Ficha São Gonçalo do Rio Preto

Como funcionam os guias?

É obrigatório fazer esta trilha com acompanhamento de guias, sendo que são 2 que acompanham o grupo: um vai na frente, e outro fica acompanhando os últimos integrantes, para evitar dispersão ou que mudem a rota.

Os guias são gratuitos, mas gorjeta sempre vai bem, não é? Afinal, você terá uma aula, eles são bem instruídos e ótimas companhias.

Horários das trilhas

São 3 saídas diárias: 09h00, 10h00 e 11h00 horas.

Recomendo hoje sair às 09:00 da manhã para ter mais tempo, principalmente se puder visitar a sempre viva no mesmo dia, que esta a 4,5 k do início da trilha (crioulo 6,5 km).

3.4- são gonçalo do rio pret

Foto: A bifurcação, mostrando todas as atrações que estão no mesmo caminho da trilha das cachoeiras.

Em relação a estes horários recomendo sempre consultar o parque pois pode haver mudanças – Contatos no fim do post.

Esta é uma longa trilha e leva a várias outras atrações, mas neste dia fomos direto para a Cachoeira do Crioulo, pois saímos na turma das 11h00, e o caminho era longo.

O inicio desta trilha é bem íngreme e escorregadia, uma subida com bastante pedras, na volta também é bem complicado este trecho inicial, que acaba tendo que ser feito com bastante cuidado.

6- são gonçalo do rio preto

Foto: Um pouco da trilha – muita parte feita em pedras.

O caminho todo é um show a parte e a natureza esta presente o tempo todo, com isso fui contemplando a flora do parque sem me incomodar com o calor e as subidas.

Um pouco sobre a flora do parque…

O parque está no bioma do cerrado e tem variações desde campos limpos até matas mais densas. O que mais chama a atenção são as variedades de flores, fique atento e observe essas belezas sem moderação.

Segue algumas destas belezas:

4- São Gonçalo do Rio Preto

Foto: Pena que eu não sei o nome de nenhuma, mas olha que belezas.

4.1- são gonçalo do rio preto

Foto: Um pontinho azul no meio do parque. Linda, não?

4.2- são gonçalo do rio preto

Foto: Olha essa que interessante?

4.3- são gonçalo do rio preto

Foto: Até um efeito vale para o amarelo se destacar ainda mais…

4.4- são gonçalo do rio preto

Foto: Belezas do cerrado por todos os lados.

4.5- são gonçalo do rio preto.

Foto: Coquinhos – alimento importante para a fauna do parque, e não para turistas viu! rs…

4.6- são gonçalo do rio preto

Foto: Os cactus nos lembram que estamos no nortão de MG.

2.1- Mirantes no caminho da Trilha das Cachoeiras.

Ainda no caminho até o Crioulo há alguns mirantes como o Monjolo, da Pedra e do Lajeado. Neles podemos admirar belas paisagens panorâmicas para o Córrego das Éguas, o que formam as cachoeiras, e para as formações rochosas como o Morro do Alecrim, Pico Dois Irmãos, Serra Pedra Menina e do Jambreiro.

Mirante do Monjolo

Distância: 2,6 km.

OBS: Se for somente até este mirante não precisa de acompanhamento de guia.

5.0 - são gonçalo do rio repto

Foto: Vista do Mirante do Monjolo.

Mirante da Pedra

Distância: 2,8 km.

OBS: Se for somente até este mirante não precisa de acompanhamento de guia.

5.1- são gonçalo do rio preto

Foto: Mirante da Pedra.

5.1.1- são gonçalo do rio preto

Foto: A bela vista do mirante da pedra.

Mirante do Lajeado

Distância: 3,4 km.

OBS: Se for somente até este mirante não precisa de acompanhamento de guia.

5.2- são goçalo do rio preto

Foto: Este é o mirante mais estruturado, com bancos para descanso e todo cercado.

Depois dos mirantes, continuamos na trilha até chegar a uma parte que é feita em mata mais fechada, e logo após já encontramos a placa indicando que estamos no caminho certo e chegando. Está é a parte mais tranquila da trilha, plana e na sombra.

6.1- são gonçalo do rio preto (1)

Foto: Parte da trilha que é feita no meio da mata.

6.1- são gonçalo do rio preto (2)

Foto: Enfim chegamos.

Chegamos na cachoeira pela parte de cima, onde temos que atravessar o rio por uma ponte, e depois descer rumo a cachoeira. Esta parte também é especial, e tem uma paisagem bem interessante.

7.0- cachoeira do crioulo

Foto: O rio concentrando a água para a bela queda.

7.0.1- crioulo

Foto: Parte superior da cachoeira.

7.1- cachoeira do crioulo

Foto: Uma água bem escura e com alto teor de ferro.

7.2- cachoeira do crioulo

Foto: Um pocinho bem calmo na parte superior.

7.3- cachoeira do crioulo

Foto: A ponte que temos que passar.

7.4- cachoeira do crioulo

Foto: Na cabeceira da cachoeira. Aqui ela começa.

Descendo, passando um caminho de areia branquinha, logo já podemos avistar a bela vista.

2.2- Cachoeira do Crioulo.

Um pouco sobre a Cachoeira do Crioulo…

Esta sem dúvida nenhuma é uma das mais belas quedas d´água do estado. Não pelo seu tamanho, pois tem somente 30 metros de altura, mas pela beleza do conjunto da paisagem. A cachu deságua em um grande poço de água bem escura, ótimo para banho, e que é rodeado por uma areia muito branca,o que forma um lindo contraste.

7.5- quero mochilar crioulo

Foto: Olhem o degrade de cores da água deste poço, que interessante.

7.6- quero mochilar cachoeira do crioulo

Foto: A água estava gelada de dar câimbra…rs.

Fotos tiradas, descansado da trilha é hora de voltar.

A partir desta ponto, escrevo as atrações que fiz no meu segundo dia.

No meu segundo dia voltei para o parque e novamente para a trilha das cachoeiras, mas para conhecer a forquilha e o poço de areia. Atrações mais próximas, mas que no dia anterior não fiz por falta de tempo e energia…rs.

Importante lembrar que estas trilhas são curtas e podem ser feitas sem guia, então não tinha que chegar antes das 11h para assistir a videos ou encontrar os guias, como no dia anterior.

2.3- Forquilha

Distância total: 2,2 km.

Nível: Fácil.

A forquilha é uma área onde corre o rio, com várias formações rochosas. Há poço para banho e é um lugar bem interessante de se conhecer, além de ter belas paisagens que proporcionam fotos incríveis..

8- quero mochilar são gonçalo do rio preto

Foto: As corredeiras – Conseguem enxergar a figura de um rosto na pedra do lado direito.

8.0- quero mochilar são gonçalo do rio preto

Foto: Desenhos na pedra feito ao longo dos anos pela água.

8.3- quero mochilar são gonçalo do rio preto

Foto: Lugar interessante, que formam belas paisagens como disse.

8.4- quero mochilar são gonçalo do rio preto

Foto: Forquilha.

8.5- quero mochilar são gonçalo do rio preto

Foto: Olha a perfeição deste buraco criado pela água.

2.4- Poço de Areia

Distância total: 2 km.

Nível: Fácil.

Ressaltando que este é o mesmo caminho da forquilha, portanto, andando 2,5 km você conhece as duas atrações.

O poço de areia é um poço rodeado por uma área grande de areia bem branquinha, que forma um contraste lindo. A areia é mais branca do que de muita praia, o lugar é realmente show de bola e tem um poço bem grande onde é possível nadar.

9.0- quero mochilar são gonçalo do rio preto

Foto: Poço de areia.

9.2- quero mochilar são gonçalo do rio preto

Foto: Medindo a temperatura – sempre muito gelada…rs.

9.1- quero mochilar são gonçalo do rio preto

Foto: Poço de areia – Vale a pena.

8.1- quero mochilar são gonçalo do rio preto

Foto: Turminha reunida para nadar.

8.2- quero mochilar são gonçalo do rio preto

Foto: Vista de outro ângulo.

Depois destas duas atrações conhecidas, ainda era cedo e tínhamos tempo e antes de ir embora fiz somente uma parte de outra trilha do parque, para conhecer o Poço do Veado.

2.5- Trilha do Cerrado

Esta trilha se inicia próximo a ponte do Córrego das Boleiras, que fica um pouco antes do Centro de Visitantes. Se encarrar a trilha toda são 9 km (ida e volta) e ela vai até o chamado Vau das Éguas e é feita somente com guia.

Acabei que andei somente até chegar no Poço do Veado, nesta parte não é necessário acompanhamento de guia.

Vim até aqui para refrescar, e nesta altura não queria mais trilha longa e sim curtir a água.

Poço do Veado.

Nível: Fácil.

Este poço é ótimo para banho, é fundo, mas fica fundo de forma gradual na maior parte. Do outro lado, nas paredes das rochas há uma pintura rupestre que lembra um veado e por isso o poço recebeu este nome.

10- quero mochilar são gonçalo do rio preto

Foto: Trilha bem sinalizada, como todas as outras do parque.

10.1- quero mochilar são gonçalo do rio preto

Foto: Escada e caminho bem estruturados, o que dá para se ver do mirante para o poço.

10.2- quero mochilar são gonçalo do rio preto

Foto: Antes de chegar há um mirante com uma bela vista para o poço.

10.3- quero mochilar são gonçalo do rio preto

Foto: Para chegar até lá temos que atravessar uma parte de água até a cintura.

10.4- quero mochilar são gonçalo do rio preto

Foto: A água daqui é um pouco menos gelada que das cachoeiras – ótima para nadar.

O QUE NÃO FIZ E AINDA HÁ NO PARQUE.

Trilha das Corredeiras

Distância: 10 km (ida e volta).

Nível: Difícil.

Trilha que vai até as corredeiras do Rio Preto e que deve ser feita com guia. As saídas diárias são às 10 da manhã, e partem também do restaurante do parque. Nesta trilha a atração principal é uma rampa de uns 150 metros onde o rio desce o caminho de pedras com vários tons de cores.

As atrações desta trilha são: Poço de Areia e outros poços que ficam embaixo das corredeiras e a Cachoeira Vargem Grande.

 

 

Mais informações e outros roteiros em MG completinhos no Blog: www.queromochilar.com.br


Deixe um comentário

Log in

Esqueceu a senha?

Forgot your password?

Enter your account data and we will send you a link to reset your password.

Your password reset link appears to be invalid or expired.

Log in

Privacy Policy

Fechar
de

Enviando Arquivo…