Ir para conteúdo

Pesquisar na Comunidade

Mostrando resultados para as tags ''mercado flutuante''.

  • Pesquisar por Tags

    Digite tags separadas por vírgulas
  • Pesquisar por Autor

Tipo de Conteúdo


Fóruns

  • Faça perguntas
    • Perguntas Rápidas
    • Perguntas e Respostas & Roteiros
  • Encontre Companhia para Viajar
    • Companhia para Viajar
  • Envie e leia Relatos de Viagem
    • Relatos de Viagem
  • Encontre companhia, faça perguntas e relate experiências em Trilhas e Travessias
    • Trilhas e Travessias
  • Tire dúvidas e avalie Equipamentos
    • Equipamentos
  • Outros Fóruns
    • Demais Fóruns
    • Saúde do Viajante
    • Notícias e Eventos

Encontrar resultados em...

Encontrar resultados que contenham...


Data de Criação

  • Início

    FIM


Data de Atualização

  • Início

    FIM


Filtrar pelo número de...

Data de Registro

  • Início

    FIM


Grupo


Sobre mim


Ocupação


Próximo Destino

Encontrado 1 registro

  1. Bangkok possui inúmeros mercados flutuantes, fato! Eles são uma herança dos velhos tempos onde o comércio de alimentos e mercadorias era realizado pelos barcos através dos canais da cidade. Hoje, os mercados flutuantes funcionam como feiras ao ar livre onde turistas e habitantes locais vão em busca de alimentos frescos e de comidas saborosas e autênticas. Visitamos o mercado flutuante de Khlong Lat Mayom para ter a nossa primeira grande experiência gastronômica na Tailândia. Ele não é muito conhecido pelos turistas. Uma pena... O que vimos foram famílias tailandesas inteiras rindo e comendo nas mesas que ficam espalhadas pelo local às margens do antigo canal. O mercado era imenso. Variedades de frutas, verduras, carnes dos mais diversos tipos, ovos, temperos, sobremesas, mais frutas, peixes, cores, aromas... Nas barracas de comida, o ato de preparar os pratos era quase uma cena de filme. Dava vontade de comer de tudo. O cheiro das especiarias e temperos era tão forte que incomodava um pouco os olhos (nada de mais). Na área das frutas vimos mangas, cocos, abacaxis, bananas e outras que não sabíamos se quer identificar. Tinha também barracas de doces que pareciam gostosos, a maioria a base de cocô. Provamos uma que parecia um pudim de cocô com uma cobertura gelatinosa colorida. A barraca tinha uma fila imensa na frente o que significava que o que eles vendiam era realmente bom. Tentamos perguntar o que era mas o inglês era sem duvida pouco compreendido por ali. Resolvemos arriscar mesmo assim, e era de fato delicioso! A sensação era que estava novamente na feira perto da minha casa, comendo comida local e experimentando um pouco de tudo. Essas são as melhores sensações que uma viagem pode trazer, o sentimento de conforto, mesmo estando milhares de quilômetros longe de casa. Para o primeiro dia em Bangkok, começamos com o pé direito. Quer ler mais sobre as nossas viagens? É só acessar o nosso site: www.feriascontadas.com
×
×
  • Criar Novo...