Ir para conteúdo

Trabalho Ilegal na Nova Zelandia - Nao caia nessa onda


Mary Rocha

Posts Recomendados

  • Membros de Honra

Ola pessoal!

 

Eu traduzi este texto de uma materia que saiu aqui sobre brasileiros tentando entrar no pais para trabalhar ilegalmente.

 

Trabalhei na Africa do Sul ilegalmente, e embora tenha me ajudado no ingles, sempre estava com aquela sensacao de ser pega. Resolvi fazer de outra forma aqui. Entrei como turista e estudante na Nova Zelandia e depois de 1 mes consegui um emprego como consultora de viagens. Legalmente. Com direito a ferias e tudo. Isso prova que e possivel conseguir em outro pais. E hoje tenho a minha empresa de intercambio (www.nzega.com) e turismo especializada no pais.

 

Ao inves de tentarmos infrigir a lei, poderiamos lutar juntos para ter a mesma oportunidade que outras nacionalidades: Working holiday Visa. Enviarei outro texto a respeito futuramente.

 

Confira:

 

Os brasileiros que viajam a Nova Zelândia sob a o visto de turista não são permitidos para trabalhar. Qualquer informacao contraria esta incorreta.

 

A embaixada da Nova Zelândia está ciente que um número agentes do curso, salas de bate-papo e de indivíduos em Brasil estão passando para fora a informação incorreta sobre a habilidade dos brasileiros ao trabalho em Nova Zelândia.

 

As autoridades da imigracao conta com vigorosos procedimentos para ter certeza que as condicoes de entrada na Nova Zelandia sejam respeitadas e nao usadas como um pretexto para entrar no pais e trabalhar ilegalmente. Estes procedimentos sao estritas e se aplicam para todos os visitantes, nao somente para brasileiros.

 

Se a imigracao da Nova Zelandia considerar que voce esta entrando no pais para trabalhar (sem o visto de trabalho) sua entrada sera negada e voce tera que que retornar ao Brasil no primeiro aviao disponivel.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 5 meses depois...
  • Respostas 25
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

  • Membros

Corrija-me se estiver errado!

 

Pelo que lí e conversei com algumas pessoas:

 

1° entra-se na Nova Zelândia sem vitos para trabalhar.

 

2° arranja-se um emprego;

 

3° só aceite o emprego se o patrão liberar uma tal carta, que diz que tu é "o cara" (mesmo que seja para lavar pratos) e que solicita teus trabalhos.

 

4° com esta carta obten-se a permissão junto à imigração.

 

5° com a permisão em mão não há mais problemas

 

pelo menos isto funcionam muito bem nas colheitas!!!

 

outra forma que vejo, seria conseguir um emprego ainda estando aqui no Brasil, que só rola se realmente tu for "O Cara" em determinados assuntos ou profições em demanda... o que me parece muito, mas muito difícil, tanto que se voce estiver lendo isto, provavelmente não é "O cara"!!!

 

 

outras informaçõespara Austrália e NZ em portal da oceânia: http://www.portaloceania.com/

 

Abraços a todos,

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 7 meses depois...
  • Membros de Honra

Olá Pessoal!

 

Depois de tanto tempo de especulação, finalmente o projeto do Working Holiday Visa foi aprovado para brasileiros - portanto nos juntamos com o Uruguai, Chile e Argentina na lista dos países elegíveis para trabalho, estudo e turismo de até 1 ano país.

 

Veja detalhes no outro anúncio postado, fonte do Consulado da Nova Zelândia em São Paulo.

 

Forte abraço

 

Mary Rocha

www.nzega.com

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 2 semanas depois...
  • Membros

Mary Rocha,

Me explique em que condições poderia um brasileiro,no caso, conseguir viver na Nova-Zelândia?

Estou muito interessado em dá uma fugida do meu país;sou jovem e tô cansado da mesma coisa e quero me aventurar mesmo.Me explique que de que forma poderia alguém que não dipôe de curso superior e,talvez,apenas o dinheiro da passagem e alguns neo-dindins a mais para hospedagem sobreviver nesse país e quem sabe conseguir uma vida dígna através de estudo aí mesmo,é claro!

Esperando resposta amiga ::cool:::'>

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros de Honra

Olá Bruno!

 

A Nova Zelândia é um país que conta com um povo hospitaleiro, amigável e que dá abertura para imigrantes que respeitam as leis e possam contribuir para o crescimento do país. Se você tem interesse em viver no exterior (e isso vale para qualquer outro país), a melhor dica (e básica) seria aprender o idioma, estar aberto e saber respeitar uma cultura diferente da sua e estar antenado nas oportunidades que o país proporciona. Não existe uma fórmula "faça isso ou vá para esse caminho que dará certo ou errado", pois dependerá muito da sua personalidade e da sua garra.

 

Sugiro que confira nos outros tópicos da NZ que descrevi (e que outros aqui contribuíram) sobre detalhes em como conseguir trabalhos no país, estudos e modo de vida da Nova Zelândia. Tenho certeza que lhe dará uma melhor amplitude do lugar e lhe direcionará.

 

Espero ter contribuído!

 

Forte abraço e não desista do seu sonho!

 

Mary Rocha

www.nzega.com

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Oi Mary!

Li alguns outros tópicos sim e vi que você entrou no país como turista e com apenas um mês pago de escola de inglês,não foi isso?Aí me veio uma dúvida:SE se é necesário entrar como turista(como fizestes) com a passagem de volta já comprada,caso você ja tenha em mente arranjar um emprego por lá e o fazendo(como foi seu caso) o que fazer com essa passagem já comprada?Afinal,o que você fez?Bem Mary,você vê agora como tô preocupado com a econômia né mesmo?Ainda estou nos planos com essa viagem,estou no início e não me apressando demais,só correndo atrás mesmo!!!!!

 

Abraço amiga.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros de Honra

Olá Bruno

 

Na verdade quando cheguei na Nova Zelândia já possuía o inglês, pois havia vivido na África do Sul por 1 ano (o qual fui para estudar inglês e fiz um investimento de curso de 1 mês por lá). A África do Sul foi uma escola para mim, onde lutei para aprender o idioma, com todas as forças que pude, pois sabia que isso seria importante para o meu sucesso fora do Brasil. (Isso significou dias de choro, recusa de viagens feita pelos amigos pois estava estudando sozinha, engulo de muito sapo). Tive que fazer algumas escolhas, e definitivamente a maior delas era poder me comunicar na língua dos caras para mostrar quem eu era.

 

Pode parecer meio bobo dizer, mas aprender idioma é quase que óbvio. Imagine alguém indo para o Brasil e que não fala o português. Você, como empresário daria vaga para ele ou para um brasileiro ou outra pessoa que consegue se comunicar e conseguiria entender as suas ordens?

 

Isso ocorre aqui. Portanto quando cheguei na Nova Zelândia, depois de levar milhares de não porque não possuía visto de trabalho (embora meu inglês não estava mal) e quase desisti, consegui uma empresa que me patrocinou (ou seja, a tal da oferta de trabalho). Iniciei na indústria de turismo. Aproveitei a oportunidade para aprender tudo o que podia, o que me deu respaldo para abrir uma empresa finalmente.

 

Quando saí do Brasil com o meu fundo de garantia o qual obtive através do trabalho de 5 anos (e que me manteria no país somente por 3 meses), coloquei em mente que faria o máximo para otimizar a oportunidade e o investimento que havia feito. E conheci nesta minha jornada, muitos brasileiros e outros imigrantes que tiveram o mesmo foco (embora tivessem que sofrer um pouco). O lance de economia todo mundo tem. Ninguém (especialmente a grande massa de brasileiros) tem rios de dinheiro para ir para outro país e ficar sem fazer nada. Todavia, com disse, não há uma fórmula de sucesso no exterior. Existe sim o senso de sacrifício da pessoa, aprender inglês, estar antenado no que ocorre ao seu redor, falar com as pessoas (não só com brasileiros) e ir a busca dos objetivos. Com certeza, a falta de muito dinheiro não deve ser considerado um obstáculo - como não foi para mim e para muitos que encontrei e que encontro diariamente aqui.

 

Quanto a passagem aérea, se possui a de estudante, esta é válida por até 1 ano. Portanto você pode renovar, o que lhe dará tempo para conseguir se organizar no país e correr atrás das oportunidades.

 

Espero ter contribuído.

 

Forte abraço

 

Mary Rocha

www.nzega.com

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 3 semanas depois...
  • Membros de Honra

Olá

 

A regra para entrada no país como turista é igual e válida para boa parte das nacionalidades e passaportes, que são:

 

:arrow: Ter passagem aérea de ida e volta

:arrow: Possuir cerca de NZ$1000.00 por mês (ou NZ$400.00 se possui escola e acomodação paga)

:arrow: Passaporte válido

:arrow: Comprovante da acomodação que ficará.

 

Portanto, estando com o passaporte europeu ou brasileiro não fará muita diferença. A vantagem do passaporte europeu é que você pode solicitar online o Working Holiday Visa (depende da nacionalidade e da sua idade que tem ser de 18 a 30 anos). E geralmente as vagas são maiores, lhe dando possibilidade de trabalhar, viajar e estudar no país por até 1 ano.

 

Deve-se salientar que o Brasil fez um acordo com a Nova Zelândia referente ao Working Holiday Visa, todavia para solicitar, não há sistema online e as vagas são somente 300.

 

Acredito que já foi um grande passo em abrir as portas para os jovens brasileiros que querem ter uma experiência no exterior e quem sabe daqui uns anos estaremos no mesmo patamar dos países europeus: mais vagas e a conveniência de solicitar o visto on line.

 

De qualquer forma, fora o esquema do Working Holiday Visa, não existe muita diferença entre o passaporte europeu e brasileiro na entrada.

 

Espero ter contribuído!

 

Forte abraço :D

 

Mary Rocha

www.nzega.com

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Mary,

 

devido a necessidade de falar inglês na empresa para qual trabalho, recebi uma licença de aprox.6 meses para estudar inglês na NZ. Sei que não posso trabalhar com visto de estudante (meu curso é part-time e inferior a 6 meses), porém gostaria de saber se trabalhos não remunerados ou voluntários são permitidos, apenas para praticar a língua.

 

De quebra, fugindo do nosso tema, gostaría de saber se 6 meses são suficientes para obter fluência, considerando que meu nível é intermediário.

 

Muito obrigado

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.


×
×
  • Criar Novo...