Ir para conteúdo

VIAGEM AO JALAPÃO E SERRAS GERAIS - CONHECENDO O TOCANTINS


fredafora

Posts Recomendados

  • Membros

Jalapão e Serras Gerais - 1o dia - Palmas x Porto Nacional x Natividade x Almas x Dianópolis

 

O 1o dia começo bem cedo, às 04:30h da manhã já estavamos saindo do hotel Girassol em Palmas. Ao lado um dos carros da Expedição Gaia, que estava fazendo do Jalapão aos Lençois Maranhenses.

 

As primeiras fotos são do centro histórico de Porto Nacional, com a Igreja das Mercês e a orla do rio Tocantins.

 

Em seguida tomamos café da manhã em Natividade, com biscoitos "Amor Perfeito" da Tia Naninha, quem esta conosco é a Zoelia (isso mesmo ZOELIA), filha da Tia Naninha.

 

Visitamos a Ourivesaria, com as belissimas artes em filigrana, e conhecemos a Anfrisia (isso mesmo ANFRISIA).

 

Acho que todos esses nomes são descendentes de africano, já que um dos destaques em Natividade é a ruina da Igreja dos Escravos.

 

Outro lugar interessante nessa pequena cidade do Tocantins são as esculturas da mãe Romana...só tiramos fotos de fora, se entrassemos seria mais de uma hora de conversa, com certeza....muita loucura.

 

Da lá partimos para cachoeira do Urubu-rei, com estacionamento vip ao lado.

 

Então Canyon Encantado, e a cachoeirinha, que não tem nada de tão pequenininha assim. E depois os primeiros quilometros off-road seguindo para o por do sol nas formações arenosas da Pedra Furada de Almas.

 

Terminamos 16h depois com uma pizza na cidade de Dianópolis... um dia longo, o primeiro no Jalapão, ou nas Serras Gerais, como diz o pessoal de lá.

 

Beijos em todos

 

Jalapão e Serras Gerais - 2o dia - Dianópolis x Ponte Alta do Tocantins

Este dia começou com a visita a chamada "garganta", ou o ponto no Espigão Mestre onde para um lado os rios desembocam na bacia do Amazonas, e no outro na bacia do São Francisco.

 

Em seguida fomos tomar um banho nas aguas cristalinas da Lagoa Bonita. Interessante é que o Tocantins é cheio de PCH - Pequenas Centrais Hidroelétricas, em meio a rios belíssimos, mas que obstruiram a maioria dos raftings da região.

 

Após uma galinhada caipira, fomos fazer um rafting no rio Manuel Alves, com quedas d'água otimas, é um dos poucos que ainda permitem a pratica deste esporte.

 

Ainda tivemos um bom off-road a noite antes de chegarmos em Ponte Alta do Tocantins.

 

Beijos e abraços em todos

 

Jalapão e Serras Gerais - 3o dia - Ponte Alta do Tocantins x Mateiros

Começamos o 3o dia saido de Ponte Alta do Tocantins, o "Portal do Jalapão", dependendo do referencial pode ser o portal de entrada ou portal de saída, porque existem várias entradas no Jalapão, como podem ver no mapa.

 

Fomos ao Canyon da Sussuapara, esses paredões onde bebi uma água que descia pelas raízes.

 

Em seguida com auxilio do nosso guia Rafael, da Rota da Iguana (http://www.rotadaiguana.com.br), e com mais o auxilio do GPS e do programa GPSTrackmaker, conseguimos chegar a 2 cachoeiras (lageado e a outra que esqueci o nome - esta anotado no diario de bordo que chega em Manaus na semana que vem juntamente com o carro), após muita poeira, e algumas seriemas na estrada.

 

Depois fomos tomar um banho na Prainha do Rio Novo, com uma Sanhaçu e um caju retirado na viagem. E então, conhecer a Cachoeira da Velha, também no Rio Novo.

 

E depois de muito chão, terminamos o dia com um boia-cross bem light, e um jantar caseiro delicioso com o Seu Antônio e a D. Nilma, casal que recebeu o programa americano SURVIVOR.

 

Beijos e abraços em todos.

 

Jalapão e Serras Gerais - 4o dia - 1a Parte - Mateiros x Mumbuca

O 4o dia merece ser dividido em 3 partes, primeiramente por ter sido o dia mais longo da viagem - às 04h da manhã já estavamos a caminho da Serra do Espirito Santo para ver o dia amanhecer, e terminou depois das 23h com uma belissima apresentação na vila quilombola do Mumbuca.

 

Foi mais ou menos assim....

 

Depois de 01:30h de caminhada em aclive chegamos no topo da Serra do Espirito Santo e após um belissimo amanhecer, caminhamos mais 3 Km para ver o Mirante das Dunas, onde a erosão é responsavel pelo cartão postal do Jalapão, ou pelo seu codinome de "deserto do Jalapão".

 

 

Tomamos café só as 09:30h na pousada, e encontramos a kombi das "Historias de Alice" (http://www.historiasdealice.com.br) que soubemos ter sido bastante rebocada dentro do Jalapão.

 

Dando continuidade aos pontos altos desse dia, seguimos para o Fervedouro, uma nascente d'água que brota do solo com tanta força que a gente não consegue mergulhar, nem afundar sobre ele. É muito interessante, algo realmente que só vi no Jalapão.

 

Para o email não ficar tão pesado continuarei com a 2a parte deste 4a dia.

 

Beijos e abraços.

 

Jalapão e Serras Gerais - 4o dia - 2a Parte - Mateiros x Mumbuca

Dando continuidade ao nosso 4o, o mais longo e melhor dia no Jalapão, saimos do Fervedouro e fomos para a Cachoeira do Formiga....um lugar belissimo, onde apesar da queda d'água a transpencia da água impressiona. Incrível !!!

 

Aproveitamos para fazer um pic-nic com Sanhaçu....nos 6 dias de Jalapão foram quase 7 litros de cachaça... sem ressaca, claro !!! E ver os remanescentes de quilombolas aproveitando suas belezas naturais.

 

Na saida encontramos com o pessoal da Expedição Gaia, que haviamos encontrado no hotel de Palmas, eles fazem uma passagem só nos pontos principais do Jalapão e seguem para os Lençois Maranhenses.

 

Encontramos também o caminhão da agencia de turismos Korubo (http://www.korubo.com.br), que faz uma propaganda enorme de um acampamento tipo safari, mas que só faz os pontos principais como também não é nada barato...

 

Só então fomos almoçar na Vila dos quilombolas...mas isso será na 3a e ultima parte do 4o dia...

 

Beijos e abraços em todos

 

Jalapão e Serras Gerais - 4o dia - 3a parte - Mateiros x Mumbuca

Finalmente fomos almoçar depois de termos aberto o apetite com uma doses de Sanhaçu na Cachoeira do Formiga.

 

O almoço foi na Vila Quilombola do Mumbuca... Tudo no Jalapão deve ser reservado com antecedência, ou as refeições terão que ser lanches no carro ou então leve o seu fogão, pois nenhum lugar tem comida pronta ou para preparar para ninguem que não tenha reservado antes.

 

Após o almoço fomos "bater perna" no shopping da vila...artesanato de capim dourado....cada peça belíssima.

 

E em seguida fomos ver o por do sol nas dunas....as mesmas dunas que vimos do mirante da Serra do espirito Santo no inicio do nosso 4o dia... Impressiona as dunas no meio do cerrado e de tanta água, mas o solo é muito frágil.

 

Na ida ainda demos uma ajuda a uns nativos que estavam atolados em uma D-20, e depois tomamos uma Jalapa (Cachaça com Jalapa), bebida tipica da região, juntamente com o mesmo pessoal da D-20.

 

E a noite, demos muita sorte, pois assistimos uma apresentação sobre a origem na Vila Quilombola do Mumbuca, que estava sendo feito para uma grande agencia de turismo que leva turistas para fazer rafting no Rio Novo (aquele mesmo na Prainha e da Cachoeira da Velha....só que eles não descem a cachoeira).

 

Acabamos dormindo por lá... mortos... a convite da dona do restaurante da Vila, atrás da casa dela e na barraca em cima do carro.... Mesmo muito cansados, a noite foi tão fria que não conseguimos ter o merecido repouso....Esse dia foi longo...

 

Beijos e abraços em todos.

 

Jalapão e Serras Gerais 5o dia - Mumbuca x Acampamento do Seu Camilo

Depois de uma noite de muito frio acampados (em cima do carro) na Vila quilombola do Mumbuca, fomos conhecer o Fervedouro da Vila, muito mais forte do que o Fervedouro tradicional, onde todo turista visita, e de lá fomos conhecer o Encontro dos Rios do Soninho e do Formiga, encontro de água verde com amarela, ambas cristalinas, a verde mais quente, que vem da bela cachoeira do Formiga (que conhecemos no dia anterior), a amarela de águas geladas.

 

Então tomamos uma Sanhaçu com o mineiro Vicente, que tem um acampamento no Jalapão e que adotou aquela terra, mas não abandonou o prazer de uma boa cachaça. Adorou a nossa Sanhaçu.

 

Na estrada, como e dificil ver carro, cruzamos com o pessoal da região a cavalo. Estavamos a caminho da Vila quilombola do Prata, e mais um shopping de capim dourado.

 

De lá fomos conhecer a cachoeira do Prata... muita água.

 

E mesmo diante das queimadas do cerrado do Tocantins, vimos iguanas e muita água cristalina cruzando as estradas, um convite para refrescar a careca...nosso guia foi um pouco além...

 

Passamos pelo chamado Morro da Catedral, muito bem nomeado, e após mais um banho no grande rio Rio do Sono, contemplamos o belo por do sol na estada e ainda tivemos um jantar de gala, com muita salada e um pintado (peixe bda região) ao côco no acampamento do Seu Camilo.... isso porque foi encomendado quando ainda estavamos em Palmas.

 

Esse foi nosso 5o dia, e seria nossa ultima noite antes da saida do Jalapão.

 

Beijos e abraços.

 

Jalapão e Serras Gerais - 6o e ultimo dia - Acampamento do Seu Camilo x Palmas

O 6o e ultimo dia foi "light", após mais um lindo amanhecer e um café reforçado no acampamento do bem nutrido Seu Camilo, começamos a sair do Jalapão entre viados e siriemas, fomos fazer um rapel nos 52 metros da cachoeira da Roncadeira, em Taquaruçu, bem próximo a Palmas.

 

A noite um maravilhoso churrasco no sitio do gaucho Marcio, dono da agência de turismo que nos acompanhou pelo Jalapão...uma grande farra com boa música no violão entre todos os guias da agência.

 

Pessoal muito legal. Anotem o contato deles: http://www.rotadaiguana.com.br – email: [email protected] e telefone: 3217 - 5107

 

De lá seguimos para Belém, onde além da oportunidade de mais uma vez estarmos entre amigos, ainda conhecemos Marapanin, Crispim, Marudá e Algodoal.

 

Até a próxima viagem.

 

Beijos e abraços em todos.

Link para o comentário

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

×
×
  • Criar Novo...