Ir para conteúdo

Europa Dez/11-Jan/12 - Londres/Edimburgo/Londres/Paris/Bruxelas/Amsterdam/Lisboa


Posts Recomendados

  • Respostas 39
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

  • Membros

Ola Priscilla...

 

Quando da um tempo tento acompanhar alguns relatos para relembrar do mochilão com 4 amigos que fiz em 2010, o seu está muito interessante de acompanhar, gostei muito da sua idéia de resumir o dia em poucas palavras :D.

 

Resolvi escrever para apoiar sua impressão sobre Edimburgo, também adorei ter ido para lá, a única coisa que deixou como sugestão é fazer o trajeto de carro, fomos de Londres / Stonehenge / Edimburgo de carro e foi umas das melhores partes da nossa viagem, a paisagem do trajeto é impressionante, em certos momentos nosso GPS nos mandou para dentro de uma cidadezinhas muito legais, a única coisa que sugiro é fazer este percurso com calma para aproveitar e passar por alguns castelos que existem no caminho, nos não fizemos isso, tinhamos apenas um dia pra ir, um para ficar em Edimburgo e um para voltar em Londres, e por isso não vejo a hr de voltar para lá e fazer este caminho com mais calma. Mas resumindo quem puder vá para Edimburgo e se possível de carro :D

 

Abraço

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros
Ola Priscilla...

 

Quando da um tempo tento acompanhar alguns relatos para relembrar do mochilão com 4 amigos que fiz em 2010, o seu está muito interessante de acompanhar, gostei muito da sua idéia de resumir o dia em poucas palavras :D.

 

Resolvi escrever para apoiar sua impressão sobre Edimburgo, também adorei ter ido para lá, a única coisa que deixou como sugestão é fazer o trajeto de carro, fomos de Londres / Stonehenge / Edimburgo de carro e foi umas das melhores partes da nossa viagem, a paisagem do trajeto é impressionante, em certos momentos nosso GPS nos mandou para dentro de uma cidadezinhas muito legais, a única coisa que sugiro é fazer este percurso com calma para aproveitar e passar por alguns castelos que existem no caminho, nos não fizemos isso, tinhamos apenas um dia pra ir, um para ficar em Edimburgo e um para voltar em Londres, e por isso não vejo a hr de voltar para lá e fazer este caminho com mais calma. Mas resumindo quem puder vá para Edimburgo e se possível de carro :D

 

Abraço

 

::otemo::

Adoro que adorem Edimburgo tb!

Eu pensei em fazer de carro, mas fui desaconselhada a fazer isso no inverno. :(

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Décimo quarto dia – Bruxelas

 

Acordamos às 8h e descemos calmamente para apreciar a fartura do café da manhã do hotel. Decidimos que iríamos para estação as 9h, mesmo o trem saindo apenas as 11h. Sabe como é né? Depois de perder um trem a gente fica bem cauteloso. ::prestessao::

 

Mochilão nas costas seguimos em direção a Gare Centrale, pois de lá pegaríamos o trem para Gare Du Midi. No caminho paramos para tirar fotos da Catedral de St Michael e Gudule. Já na estação pedi informações sobre como ir a Gare Du Midi... a mulher simplesmente indicou a plataforma e nós entramos no trem – achei bem estranho, mas não tinha nem catraca nem bilheteria. :| Ou seja, tanto a ida quanto à volta de e para Gare Du Midi foi de graça. Já na Gare Du midi ficamos apenas esperando pelo nosso trem.

Vejam que o ideal seria um trem às 9h, pois acordaríamos as 7h, sairíamos as 07h45min e antes das 8:30 estaríamos na gare Du midi. Assim aproveitaríamos mais Amsterdam.

 

Décimo quarto dia – Amsterdam

 

Chegamos a Amsterdam perto das 14h. A Central Station é praticamente dentro da principal parte de Amsterdam. Super bem localizada e fácil de andar... tem muitas coisas por perto e os trams param em frente. Nós seguimos de lá para o hostel – Flying Pig Downtown.

 

-Hostel: Muito bem localizado, tem tudo por perto... Aconselho muito pela localização. Além de tudo o pessoal da recepção é muito educado, o café da manhã é simples mas está incluso, tem elevador e wifi. Não participei mas soube que rola muita festa e que vai até altas horas. ::cool:::'>

 

Deixamos as malas no hostel e nos encontramos com minha família perto do hotel deles – eles ficaram no ibis Central station – excelente Tb.

Em Amsterdam os motoristas dos trams foram muito educados. Lá vc pode comprar um passe de 1 dia ou o ticket individual... mesmo o ticket individual tem validade de 1h, o que é bem bom. Ah, só vale comprar o passe de 1 dia se vc fizer mais de 3 viagens.

Nossa primeira visita foi a Cervejaria Brouwerij 't IJ e o lindo moinho que tem ao lado. Gente, só de andar no Tram vc já se encanta por Amsterdam... que cidade linda! ::love::

20120119192743.JPG

 

Ficamos na cervejaria bebendo e petiscando até umas 18h.

20120119192921.JPG

Pegamos um tram de volta e fizemos uso da 1h livre do ticket, paramos numa feirinha de inverno. Comemos churros deliciosos e compramos umas lembrancinhas. Na volta descemos na Dam square, passeamos por lá e seguimos pela Damrak para o sex museum. O que dizer deste museu? Na minha opinião, dispensável. ::hein: Mas como não é tão caro, se vc tem vontade de conhecer, vá. Depois ficamos andando pela região e fomos dormir. :wink:

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Décimo quinto dia – Amsterdam

 

Acordamos cedo como sempre, pois tínhamos bilhetes já comprados para visitar a casa de Anne Frank as 9:15. Decidimos tomar café num restaurante perto do hostel – comemos o famoso English Breakfast. De lá seguimos para Casa de Anne Frank. Tava uma ventania tãããão forte ::Cold:: que meu primo de 6 anos quase foi carregado junto com o guarda chuva ::lol4::

Mostramos nossas reservas e entramos bem fácil na casa. Sinceramente? Achei aquilo impressionante! Eu já tinha lido o livro, mas ver na sua frente é bem diferente. Paramos um tempo e ficamos vendo o que Anne foi muitas vezes privada de ver. Triste. :cry:

20120119194926.JPG

Depois da visita sentamos no café, comemos um Ben&Jerrys, compramos um livro e seguimos para Leidseplein.

Chegando lá fomos todos lindamente andando até o Bulldog café... quando estávamos entrando o segurança deu um grito ::lol4:: Esqueci que era para maiores e meus primos de 6 e 13 anos estavam junto ::hahaha:: Como não pudemos entrar, acabamos almoçando no Burger King mesmo – uma coisa que me impressionou é q todos em Amsterdam falam inglês, até os lixeiros. :o

Fomos depois para Museumplein, apenas andamos pelas redondezas e tiramos a famosa foto.

20120119195044.JPG

 

Aí chegou a hora da Heineken Experience. Pense num lugar que eu gostei de visitar. Valeu demais a pena. ::otemo::

Muito bem estruturado e fez o meu namorado e minha tia – que amam cerveja – muito felizes!

Ao final do tour vc escolhe se quer fazer um “curso” de como tirar o chopp perfeito ou se vc quer beber dois chopps. Meu namorado decidiu pelo curso. O bom é q enquanto esperávamos, fomos bebendo os chopps que o pessoal não acertava, chegou uma hora que estávamos só na risadagem... de tanto chopp q a gente bebeu. ::lol3:: E o detalhe é q meu namorado pegou o diploma mas não deu as duas bolinhas que seriam o “pagamento” do curso... aí acabamos usando as bolinhas para tomar mais 2 chopps ::lol4::

Depois de muito loucos, fizemos compra na lojinha e fomos para o Hard rock café. Comemos até passar mal e pegamos o Tram para o Red Light District. Devo dizer que é algo inusitado... obviamente que minha tia não gostou pq disse q não era algo para uma criança de 6 anos... mas meu primo de 13 anos amou... ok, nem vou citar meu namorado né? :evil:

Depois das andanças seguimos pro hotel. Amamos Amsterdam! ::love::

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros
Priscila,

 

Obrigado pela resposta.

Pretendo ir na mesma época que você e gostaria de saber sobre o clima, roupas adequadas etc.

Parabéns pelo relato.

 

Olha, eu fui me preparando para ver neve, mas não tinha NADA! Ouvi dizer q esse foi o inverno mais quente da Europa nos últimos anos. Porém, choveu bastante e ventou muito tb, mas nada que atrapalhasse.

As temperaturas variaram de 2° a 18°. Como eu amo frio, não tive problemas.

Aconselho levar segunda pele, casaco de fleece e casaco corta vento. Fora meia, luva, gorro e cachecol.

Tendo isso, mesmo que neve, vc vai estar protegido.

Ah, compre um bom guarda chuva e uma capa de chuva - ajuda muito!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Décimo sexto dia – Amsterdam

 

Acordamos bem cedo para arrumar bem as malas pq era dia de pegar um vôo... aí já viu né? Tem que tudo ta no tamanho certo, peso certo, bem fechado etc etc etc. ::bruuu::

Tenho que dar um alerta para quem fica em hostel... é bom arrumar as malas a noite, pois a luz está acesa e tem pouca gente dormindo. Deixar para arrumar pela manhã é muito ruim, pois muitos ainda dormem e não rola acender a luz na cara de todo mundo né? Então vc demora muito mais tempo p organizar tudo.

Nosso vôo só sairia ao meio dia... por mim eu escolheria um voo que saísse as 10h, pois assim aproveitaria mais a próxima cidade. O fato é que não fizemos mais nada em Amsterdam... as 9h fomos pro hotel da minha família e de lá já seguimos pro aeroporto. Decidimos ir de táxi, pois a corrida deu menos de 60 euros e iríamos dividir por 6, então o comodismo falou mais alto ::lol3::

Chegamos ao aeroporto às 10h mais ou menos. Fizemos rapidamente o check in e já entramos para área de embarque para aproveitar o Free Shop. Não achei nada que tivesse com um preço que valesse a pena, então só fiz olhar, olhar e olhar.

O nosso vôo teve um atrado de mais de 40 min... odeio quando essas coisas acontecem! ::carai::

 

Décimo sexto dia – Portugal

 

Chegamos em terras portuguesas perto das 16h. Decidimos ainda no avião que queríamos ir a Fátima para rezar o terço. Sendo assim, alugamos um carro – C4 – por 160 euros 24h já com GPS, km livre e seguro. Não pesquisamos, então não sei se o preço foi bom. :roll:

Chegamos a Fátima um pouco depois das 16h. Estacionamos bem perto do Santuário... A cidade estava completamente vazia, tudo fechado.

20120120185709.JPG

Achamos um hotel para comer, onde fomos muito bem atendidos por uma senhorinha bem simpática – dona Esmeralda. O padre iria rezar o terço às 21h, então seguimos para capelinha. No caminho fomos olhando as vitrines das lojas, mas infelizmente todas estavam fechadas... daí, de repente, um sr acendeu a luz e perguntou se queríamos entrar para comprar algo... ::otemo:: êêêêêêêêêê Abençoado seja! Fizemos nossas compras e fomos sentar na capelinha a espera do padre. Agradecemos por tudo, pois tínhamos mesmo muito que agradecer. Ao fim, mandamos sms para minha mãe para que nos vissem pela internet, pois a capelinha de Fátima é filmada 24h ao vivo... Então fomos lá pro cantinho e ficamos abanando os braços, meu primo pulando, e minha mãe mandando sms dizendo que estava nos vendo! Isso que é tecnologia né? :D

Depois disso tiramos umas fotos e voltamos em direção a Lisboa. Nós ficamos hospedados no hostel Travellers house, que fica na Rua Augusta.

 

- Hostel: O melhor hostel da viagem. Atendimento espetacular e café da manhã excepcional! Ótima localização. Só pra não dizer que é perfeito, faltou elevador.

 

Como chegamos já era mais de meia noite, então fomos direto pra cama.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 2 semanas depois...
  • Membros

Ei Priscila,

 

Muito Bom o seu relato !! ::cool:::'>

 

Vou fazer o trecho Paris-Bruxelas pelo Trem Thalys(novamente), porém agora fico em Bruxelas. Meu hotel é na grand Place, portanto perto da estação Central. Minha dúvida e'a seguinte. O trem para na estação Gare du Midi. Você disse que não pagou nada para ir até a estação Gare Centrale, certo? Este guiche do Thalys que você citou é na plataforma ? Basta trocar de plataforma para pegar outro trem? Pode dar mais detalhes disto?

Obrigado. Continuo aguardando seus relatos. Parabéns !! ::otemo::

Fernando.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros
Ei Priscila,

 

Muito Bom o seu relato !! ::cool:::'>

 

Vou fazer o trecho Paris-Bruxelas pelo Trem Thalys(novamente), porém agora fico em Bruxelas. Meu hotel é na grand Place, portanto perto da estação Central. Minha dúvida e'a seguinte. O trem para na estação Gare du Midi. Você disse que não pagou nada para ir até a estação Gare Centrale, certo? Este guiche do Thalys que você citou é na plataforma ? Basta trocar de plataforma para pegar outro trem? Pode dar mais detalhes disto?

Obrigado. Continuo aguardando seus relatos. Parabéns !! ::otemo::

Fernando.

 

Ao chegar na Gare du Midi, vc desce para a parte principal da estação, onde tem banheiros, guichês etc.

Assim q vc desce pelo elevador ou pela escada rolante é só perguntar pelo Guichê da Thalys... no nosso caso eu nem perguntei, pois na escada que descemos já estávamos de cara com o guichê. Perguntei então como ir a Gare Centrale e o atendente me informou a plataforma, aí foi só olhar as plaquinhas... ele diz inclusive qual o horário q o trem vai chegar. Daí vc fica na plataforma esperando e quando o trem chega vc entra. Não tem catraca nem ninguém pedindo ticket.

Espero que tenha ajudado. ::cool:::'>

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.


×
×
  • Criar Novo...