Ir para conteúdo

Como é feita a medição de potência de fogareiros?


Kat1980

Posts Recomendados

  • Membros

Kat1980

 

as características dos fogões que mais são consideradas:

 

- Tamanho;

- Peso;

- Combustível;

- Tempo de ebulição; e

- Autonomia.

 

Acredito que quando diz potência esteja se referindo ao tempo de ebulição, que é o tempo para "ferver" um litro de água, ou mais tecnicamente o tempo que leva para que um litro de água chegue a 100 ºC ao nível do mar, é tem que ser ao nivel do mar porque a água ferve em diferentes temperaturas em diferentes altitudes. As características da "panela" também são consideradas, mas teem influência menor na equação, a não ser que se usem profundidades extremas (muito rasa ou muito profunda), ou expesuras extremas, e por aí vai. Se usar uma panela comum (de lumínio, inox, ou vidro) a diferença sera "quase" desprezível.

 

Saudações Mochileiras

Editado por Visitante
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Kat198,

 

como eu já havia dito antes, uma das caracteristicas normalmente havaliadas de um fogão é o tempo de ebuliçao (calma que eu vou chegar onde você quer), ou seja o tempo para levar um litro (ou 1 kg, ou 1000 g) de água da temperatura de 20 ºC à temperatura de 100 ºC, ao nível do mar (pressão atmosférica igual a 1).

 

O que se faz é medir o tempo de ebulição da água (nas condições ideais = temperaura ambinte 20 ºC e pressão de 1 atm) e a partir desta informação se calcula a potência.

 

Então digamos que um determinado fabricante informa um tempo de ebulição de 3 minutos e 40 segundos:

 

Primeiro teremos que determinar o trabalho (em calorias) necessário para essa elevação de temperatura:

 

Q = Trabalho

 

m = massa = 1000 g

 

c = calor específico = 1 cal/g ºC

 

ΔΦ = variação de tempeatura = 80 ºC

 

Q = m x c x ΔΦ = 1000 x 1 x 80 = 80.000 cal

 

Sendo que 1cal = 4,186 Joules, então:

 

Q = 80.000 x 4,186 = 334.960 Joules

 

Como o fabricante informou que foram necessários 3 minutos e 40 segundos (220 segundos) para realizar este trabalho teremos então:

 

Φ = potência térmica = Q / Δt

 

Q = trabalho em Joules

 

Δt = variação de tempo = 220 segundos

 

Φ = Q / Δt = 334.960 / 220 = 1.522,54 Watts

 

Claro que os fabricantes divulgam resultados de tempo de ebulição mais práticos, que melhor reflitam a realidade de campo e neste caso o que teríamos seria uma espécie de potência útil que já considera situasões comuns dos locais onde serão utilizados os equipamentos como pressões menores que 1 atm, temperaturas menores que 20 ºC ou perdas de calor.

 

Saudações Mochileiras

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

×
×
  • Criar Novo...