Ir para conteúdo

3 dias em Istambul - Turquia - Março 2012


Rafael P R P

Posts Recomendados

  • Membros

Falae, pessoal!

 

Acabei de voltar da cidade mais interessante que já fui!

 

Acho que é impossível alguém não adorar esse lugar, pois ele tem de tudo: vida noturna agitada, museus super interessantes, pessoas com costumes diferentes, construções com uma arquitetura maravilhosa, etc...

 

Outra coisa muito curiosa é que lá você encontra todos os tipos de turistas, como os jovens fanfarrões, grupos gigantes de asiáticos que tiram fotos de tudo, os clássicos casais de meia idade, famílias e muitos turistas de países que normalmente não visitamos, como Kwait, Jordânia, Armênia, etc...

 

É um povo muito amigável e em nenhum momento tive problemas, muito pelo contrário, todas as pessoas tiveram a maior boa vontade de dar informações, tentar falar inglês, etc.

 

Saí de Amsterdã na sexta-feira após o trabalho e peguei 3 horas de voo até Istambul, pela Turkish Airlines. Até agora foi a melhor companhia aérea que já peguei, pois a comida é muito boa, você usa talheres de verdade, os acentos são bem confortáveis, etc.

 

Cheguei no aeroporto Ataturk já no início da noite. Do aeroporto peguei o metrô até a estação Zeytinburnu e depois o tram para  a Praça Sultanahmet, onde fiquei hospedado. Cada trecho custa duas liras, que você pode comprar na Jetonmak, umas máquias onde você coloca notas ou moedas e ele te dá os jetons pra você colocar nas roletas das estações.

 

Essas máquinas, assim como muitos museus e atrações só aceitam liras, portanto quando chegar no aeroporto recomendo sacar algumas liras nos ATMs. Eles perguntam se você quer o dinheiro em liras, euros ou dólares.

 

Logo quando cheguei alguns ambulantes já tentaram me enrolar querendo cobrar 3 liras por um copo de chá. Chorando caiu pra um.

 

Cheguei no Hotel Antique e fui super bem recebido pelo atendente, que fala inglês muito bem. O Hotel fica colado à praça e sempre tem alguém na recepção. O quarto era bem simples e pequeno, mas por 75 euros o total das 3 noites, com café da manhã incluso, está ótimo pra qualquer mochileiro.

 

Após descansar um  pouco, parti para a Praça Taksim, onde rola a vida noturna da cidade. De Sultanahmet peguei um tram até Kabatas e de lá peguei o metro até a praça. O transporte público de lá é bem fácil de usar, com muitas placas em inglês também.

 

Assim que cheguei já fiquei impressionado, achei que fosse encontrar uma coisa mais conservadora, mas me deparei com milhões de turistas andando nas ruas, vários pubs, restaurantes e muitas boates.

 

20120907075733.jpg

 

Antes de vir lí que não era fácil achar bebidas alcoólicas na cidade. Bom, pelo menos nas partes turísticas cerveja é a coisa mais fácil de ser encontrada, inclusive bebi bastante da Efes, uma cerveja turca bem gostosa. Costumam cobrar entre 8 e 12 liras a tulipa grande.

 

20120907075805.jpg

 

Andando pela movimentada rua ouvi o som de um rock ao vivo, quando olhei pra cima vi um baterista tocando ao lado da janela. Subi para a averiguar e acabei encontrando o Crab Bar, um pub que rola um rock turco ao vivo de alta qualidade. Fiquei impressionado com a música, até agora estou tentando achar quais os nomes das bandas que os caras fizeram cover.

 

Tentei gravar o show, mas o som estava muito alto e a minha câmera é vagabunda, então não deu pra ver nem ouvir nada... uma pena :(

 

20120907075833.jpg

 

Após algumas cervejas segui pela avenida e encontrei um café com narguilés. Gravei o vídeo abaixo pra mostrar um pouco do ambiente.

 

http://www.youtube.com/watch?v=kZefgSi9x_0

 

Depois acabei comendo o famoso kebab e tive que andar uns 40 minutos até Sultanahmet, porque os trams já haviam parado. A sugestão que faço pra quem vai pra Isambul é que fique próximo à praça Taksim, pois assim de manhã você pode sair para as atrações turísticas de tram e à noite você pode ficar perto da praça sem ter que andar muito pra voltar pra casa.

 

Em Sultanahmet até rolam alguns pubs e restaurantes, mas nem se compara ao movimento da praça.

 

No dia seguinte, acabei acordando tarde por causa da noite anterior. Parti para as atrações turísticas da praça Sultanahmet.

 

20120907075906.jpg

 

A primeira foi a mesquita azul, onde gravei o vídeo abaixo:

 

http://www.youtube.com/watch?v=YheTtN2bGEg

 

Não precisa pagar para entrar na mesquita, mas não pude entrar, pois estava no horários das orações. Nestes horários eles fecham as portas para que os turistas não perturbem os fiéis durante suas orações.

 

20120907075937.jpg

 

Então resolvi voltar depois, parti para o museu nacional de arte islâmica que fica do outro lado da praça, uma quantidade muito menor de turistas do que a mesquita azul.

 

São 10 liras para entrar no museu, que é muito bonito, em uma hora dá pra passar pela exposição e certamente vale à pena.

 

Após o museu fui visitar a tumba do sultão Ahmedi. A cidade é cheia de tumbas de sultões e todas são muito bonitas. Todas com entrada franca.

 

Depois fui para Hagia Sophia, uma construção com influências islâmicas e católicas, mas quando cheguei na entrada estava uma fila monstruosa. Resolvi deixar pra visitar no dia seguinte.

 

20120907080007.jpg

 

Segui caminhando uns 15 minutos em direção ao centro para chegar no famoso Grand Bazaar, onde gravei o vídeo abaixo:

 

http://www.youtube.com/watch?v=CFXIlk8qMGc

 

Saindo do Grand Bazaar resolvi explorar atrações do centro, onde já é possível perceber um número muito menor de turistas, que se aglomeram lá nas atrações da praça Sultanahmet.

 

Ao lado do Bazaar existe uma pequena mesquita, onde não vi nenhum turista, se chama Atik Ali mosque. foi a primeira mesquita que entrei em toda a minha vida. Gravai o o vídeo abaixo no interior. Não falei nada e a filmagem tá meio ruim porque eu não queria parecer um turista no zoológico incomodando as pessoas... então tentei ser discreto com a câmera.

 

http://www.youtube.com/watch?v=VkvkWdxZdi0

 

Segui para a tumba do sultão Beyazit II, que é outra atração muito bonita e que poucos turistas vão.

 

20120907080043.jpg

 

Depois seguindo mais ao centro fui em direção à Universidade de Istambul. A entrada de turistas não é permitida, então filmei a praça que fica afrente.

 

http://www.youtube.com/watch?v=FF-p3fKiYyA

 

Depois segui para a mesquita Suleymaniye, que é enorme:

 

http://www.youtube.com/watch?v=SprhjTNsDC4

 

Segui para a última atração do dia, o Aqueduto Bozdogan.

 

20120907080126.jpg

 

No caminho para o aqueduto filmei uma das coisas que achei muito interessante na cidade. Nos determinados horários de reza, as as mesquitas fecham as portas para os turistas, como já falei. Mas outra coisa muito interessante é que algumas mesquitas possuem torres com vários megafones que tocam as canções para que todos possam ouvir.

 

http://www.youtube.com/watch?v=sE4ihKYfvAk

 

Nos bares que tocam música, quando os megafones das mesquitas começam a tocar, eles tiram a música. Achei esse respeito muito legal.

 

Depois já estava escurecendo, voltei para o hotel pra descansar. Mais à noite não fui pra Praça Taksim, pois queria acordar cedo pra curtir as atrações antes do enxame de turistas. Então fiquei nos barzinhos da praça Sultanahmet mesmo.

 

No dia seguinte acordei cedo e já fui direto para Hagia Sopia. Não tinha fila quando cheguei, mas já havia um número considerável de turistas. Paguei 20 liras na entrada e fui curtir o palácio gigante. Gravei esse vídeo lá dentro:

 

http://www.youtube.com/watch?v=yKAmwMq6nv8

 

Depois segui para o museu de Arqueologia de Istambul, que possui diversas galerias desde o Egito antigo, até Tróia e Alexandre o Grande. São 20 liras para entrar e mais 10 para o guia eletrônico.

 

20120907080155.jpg

 

Depois segui para o Palácio Topkapi, casa dos antigos Sultões. Quando cheguei já havia uma fila monstruosa para comprar o ingresso. Para ter uma ideia o ingresso custa 20 liras e tinham cambistas vendendo pro 100.

 

Após 40 minutos consegui comprar o meu ingresso e entrar no palácio, que realmente é fantástico. É um complexo gigante com uma arquitetura belíssima.

 

http://www.youtube.com/watch?v=10ApsL68aqU

 

Outra grande atração do palácio é o antigo Harem, onde as concubinas do sultão moravam. Os ingressos pro Harem  são vendidos separadamente e custam mais 20 liras. Eu devia ter comprado o tal do "Museum pass" que provavelmente saíria mais barato, mas aí já era tarde...

 

20120907080217.jpg

 

O Harem  era quase como uma cidade, onde habitavam cerca de 300 a 500 pessoas, sendo estas concubinas, eunucos e a mãe do sultão. Existia toda uma hierarquia e cargos que as concubinas e eunucos poderiam alcançar. A supervisão do Harem era feita pela mãe do sultão.

 

Depois do palácio saí para comer alguma coisa e voltei para descansar no hotel. Mais à noite tomei mais umas cervejas e fui dormir para acordar 5:00 pra pegar o voo de volta pra Amsterdã. Como tava muito cedo e eu não queria pegar o tram + metro acabei pagando 5 euros na airport shuttle que chegar no aeroporto em 20 minutos, os tickets são vendidos em vários lugares.

 

Então é isso... adorei essa viagem, pois a riqueza de cultura de Istambul é incomparável. Na minha opinião deveria ser destino certo para qualquer pessoa que vá visitar a Europa.

 

Até a próxima!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

×
×
  • Criar Novo...