Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
samuelkosoba

Trilha para o Pico do Papagaio – Ilha Grande – Nov/2010

Posts Recomendados

Trilha para o Pico do Papagaio – Ilha Grande – Nov/2010

by Samuel e Adriana · in Angra dos Reis, Ilha Grande, Trilhas.

 

Estávamos em nossos últimos dias de lua de mel, quando resolvemos subir a trilha mais alta da Ilha Grande: o Pico do Papagaio. Este pico pode ser avistado facilmente da Vila do Abraão e recebe esse nome devido ao seu formato, que lembra muito a cabeça de um pássaro (há quem diga que parece mais um rato…) .

 

A trilha para o Pico do Papagaio (T13) é considerada uma das trilhas mais pesadas da ilha. Recomenda-se não fazê-la sem o auxílio de um guia experiente (que nós dispensamos). A entrada da T13 é acessada em um trecho da estrada que segue para Dois Rios (T14). Você verá a placa indicando o caminho.

 

A partir daí serão, no mínimo, 3h de caminhada pesada, a maior parte subida. Na época em que subimos (novembro) a trilha estava bem fechada. É preciso tomar bastante cuidado, e prestar bastante atenção, pois é relativamente fácil perder-se. Prova disso, é o caso de uma turista australiana que havia se perdido poucos dias antes de subirmos. Foi salva graças a uma sombrinha vermelha (leia a notícia aqui: http://extra.globo.com/noticias/rio/bombeiros-resgatam-turista-perdida-em-mata-da-ilha-grande-193964.html).

 

Essa, com certeza, foi a trilha mais pesada que tínhamos feito até então. Levamos 4h para subir e mais 3h para descer e, por inexperiência, levamos apenas dois litros de água. A maior parte do caminho é de mata fechada e abafada, com poucas clareiras. O barulho dos bugios te acompanha durante quase todo o percurso.

 

Ao chegar na base do pico, ainda faltam alguns trechos com rochas para serem atravessados. Encontramos belíssimos mirantes antes da chegada ao topo, que já valem a caminhada, mas é no ponto mais alto que se tem a vista mais bonita. Se o tempo estiver limpo, sem nuvens, é possível avistar grande parte da ilha e da restinga da Marambaia. Dá até mesmo para avistar algumas paisagens bem longe no continente e um marzão sem fim.

 

Na volta, cuidado: é fácil confundir o caminho na base da rocha e pegar a trilha errada. E se você pensa que descer é a parte fácil, pois para baixo todo santo ajuda, pense de novo. Prepare-se para 3h ininterruptas de musculação nas panturrilhas.

 

De volta à vila, após ter perdido toda a dignidade (estávamos exaustos), recarregamos nossas energias com dois gatorades e uma coxinha, um verdadeiro banquete após toda essa cansativa aventura.

 

DICAS:

- Leve água;

- use um bom calçado;

- passe protetor solar;

- passe repelente;

- procure fazer um bom alongamento antes da subida;

- programe-se para que voltar antes de escurecer (o melhor horário é bem cedo, pela mahã)

- certifique-se que a bateria da sua máquina fotográfica está carregada (não cometa o mesmo erro que nós);

- contrate um guia (não cometa o mesmo erro da turista australiana).

 

Esse mesmo relato foi postado em: http://trilharesbrasil.wordpress.com/2012/02/11/trilha-para-o-pico-do-papagaio-ilha-grande-nov2010/

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

Entre para seguir isso  

×