Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Lançamento do livro - A Senda e o Aprendizado do Mochileiro Peregrino


Mochileiro Peregrino

Posts Recomendados

  • Colaboradores

É com grande orgulho que comunico o lançamento do meu primeiro livro no mercado editorial brasileiro. Uma conquista não somente minha, mas de todo público mochileiro. Agradeço a todas as pessoas que de certa forma acompanharam minha trajetória no site, pessoas que me incentivaram ao ver minhas postagens no site, como relatos fotgraficos e filosofias de vida ...

 

Lançamento oficial em dezembro !!!

 

20121117175125.jpg

 

A autobiografia de um viajante solitário que se aventura por

cânions, montanhas, cavernas, geleiras e afins, a natureza na

sua forma mais intocável. Escalando até mesmo um vulcão em

plena erupção em um terreno completamente hostil e implacável.

Um jovem sem lembranças de sua infância, que há anos não tem

contato com sua família. Hospedando‐se em casas de pessoas que

encontra pelo caminho, fazendo com que, ao decorrer de suas

viagens, pessoas se emocionem com seus escritos e seu modo de

viver. Seu caminho percorrido em meio à busca pelo

desconhecido e a vontade de manter‐se vivo. Mais que uma

simples aventura, uma lição de vida.

 

20121117175407.jpg

1ª orelha

 

Grata surpresa a que tive ao me debruçar sobre o

protótipo do livro “A Senda e o Aprendizado do

Mochileiro Peregrino”, e me senti tão emocionado

quanto senti nas leituras de Jack London, Jack

Kerouac, Jon Krakauer, Thoreau, Airton Ortiz,

Hunter Thompson e outras centenas de livros de

aventuras, de centenas de autores brasileiros,

estrangeiros, famosos e anônimos que já li nessa

minha doença por viagens.

 

Mochileiro Peregrino é um jovem autor, uma

espécie de Vagabundo Iluminado, termo utilizado

pelo beat Kerouac nos anos 50, para definir

aqueles loucos jovens, pobres como mendigos,

ricos de espiritualidade e com uma fé que levavam

eles aos céus, ao encontro de seu Deus. Com uma

escrita doce e positiva, tua retórica em prol da vida,

da trilha, da estrada, da natureza nos leva, a no

mínimo, ter muita curiosidade a cerca desta

história, com certeza uma boa novidade no

mercado editorial brasileiro.

 

Afinal, o que você faria se seu passado não tivesse

sido necessariamente um mar de rosas? Se bem

diferente disso desacertos, desesperos,

decepções fossem os protagonistas do filme da

sua vida passada? Você morreria, simplesmente

desistiria ou procuraria um novo mote para sua

existência, um remédio para sua dor? “A Senda e o

Aprendizado do Mochileiro Peregrino” é uma

injeção de esperança, é como pílulas de

motivação, uma fórmula além do obvio dos livros

de auto-ajuda e relatos de viagens, um guia para

alma.

 

Leonardo Parente é soteropolitano, jornalista,

especialista em Mídias e Linguagens

Audiovisuais e autor do Livro “De Rolê Pela

América do Sul – Diário de um Mochileiro Baiano.

Desde 1989 é viciado em trilhas, montanhas,

cavernas, vulcões, salares e tudo que brota da

terra e nos faz chorar de prazer e emoção.

 

2 ª orelha

 

Mochileiro Peregrino, nascido em 1986.

Reside em São Paulo – Capital.

Atualmente dedica-se a escaladas em

vulcões ativos e/ou em erupção.

Continua hospedando-se na casa de

pessoas e pegando caronas. Quando

perguntado onde está sua família, a

resposta é sempre a mesma: Minha

família são os que me abrigam e minha

casa é onde sou bem-vindo.

 

20121117180022.jpg

Apresentação

 

Há cerca de quatro anos sem ver minha família, eu poderia dizer que tudo o que eu vivi até aqui me fez ser o homem que sou hoje. Mas, e se eu pudesse voltar para os braços de alguém? E disser a esta pessoa o quanto que a amo, e assim, poder contar tudo o que eu vivi? As únicas palavras que minha mãe me disse, e que marcaram minha vida, foram que ela agradece a Deus por eu não ter lembranças do meu passado. Um dos meus maiores aprendizados na vida é saber que embora muitas pessoas admirem e que gostariam de ter uma vida como a minha, elas jamais suportariam viver o que eu vivo.

 

Muitas vezes fui chamado de herói, mas não foram poucas as vezes em que fui vilão; muitas vezes fui chamado de anjo, mas não foram poucas as vezes em que demônios me perturbavam; muito fiz o bem, porém não foi pouco o meu mal. Muito amor já busquei nos braços de uma mulher, e nunca encontrei. Como posso ter saudades do que eu nunca tive ? Acredito que seja a mesma resposta, de como posso amar a quem ainda não fui apresentado. Fiz o que achava que tinha que ser feito, e nem sempre fiz a escolha certa. Não aconselho ninguém a fazer o que exatamente eu faço ou fiz, mas aconselho a todos a fazerem o que sentem em seus corações, pois a razão limita o homem, o coração desperta a alma. Grandes feitos não serão obtidos pela razão e sim pela nossa capacidade de acreditar que sim, é possível. Muitos morrerão realizando seus sonhos e outros viverão sonhando, aí esta a diferença entre o querer e o fazer.

 

Talvez eu não tenha sido mesmo um bom filho, mas me alegro por dizerem que me tornei um bom homem. Vivi e vivo intensamente cada segundo da minha vida, me permiti o máximo possível, e não tive medo de ser o que sou, de fazer o que achava que tinha que ser feito e não tive medo do jugo que cairia sobre mim perante minhas escolhas. Posso não ser — e tenho certeza que não sou — o melhor homem, mas também eu nunca quis ser o melhor em nada, e nem sempre eu quis ser o que sou. Trilhei pelo caminho da vida, mas não foram raras as vezes em que a morte sorriu para mim. Mas de uma coisa eu tenho certeza, nunca deixei de ter amor pelo ser humano, nunca deixei de ter fé em Deus e muito menos deixei de ter esperança em viver.

 

Tenho realizado feitos que me deixaram orgulhoso de mim mesmo, mas não foram poucos os feitos dos quais me envergonhei. Acredito que em nossas vidas é impossível não ser uma má pessoa em determinado tempo ou situação, estamos sujeitos mais aos erros do que aos acertos.

Aprendi que tem pessoas demais querendo viver, e poucas as quais sabem viver. Poucas pessoas são o que realmente são e admitem o que eram ou o que desejam ser. Estas são as minhas palavras, escritas pela minha vida."

Link para o post
  • Colaboradores

Página oficial do livro ( facebook )

 

http://www.facebook.com/LivroASendaEOAprendizadoDoMochileiroPeregrino

 

Saiba como participar do primeiro sorteio de livros, e concorram a 3 exemplares autografados pelo autor no dia do lançamento

 

http://www.facebook.com/LivroASendaEOAprendizadoDoMochileiroPeregrino/app_165114686916599

Link para o post
  • 3 anos depois...

Arquivado

Este tópico foi arquivado e está fechado para novas respostas.

Visitante
Este tópico está impedido de receber novos posts.
×
×
  • Criar Novo...