Ir para conteúdo

Salvador, Itapuã, Praia do Forte - Réveillon 2012/2013


Posts Recomendados

  • Membros

Olá, mochileiros de todo Brasil! :D

Este é meu primeiro relato de viagem, e, apesar da vontade, não vou exceder nos detalhes, somente aqueles que serão úteis realmente aos que desejam viajar à Salvador, assim como dicas importantes! ;)

 

Fomos eu, meu namorado e sua família nessa viagem que durou apenas 6 dias, mas que foi suficiente para conseguirmos visitar os pontos principais.

Primeiramente, com alguns meses de antecedência, compramos as passagens aéreas e pesquisamos bem pousadas no Pelourinho (já que estávamos em família era a melhor opção), onde poderíamos ir a pé aos principais pontos turísticos, sendo o Pelourinho parte do Centro Histórico de Salvador.

 

Fechamos com a Hospedaria Tamboleiro, localizada na ladeira principal do Pelô (Ld. do Carmo). Como estávamos em 5 fora o volume das malas, fechamos com a própria hospedaria um carro para nos buscar no aeroporto. Tudo acertado antecipadamente. O atendimento no Tamboleiro foi excepcional. Edit, Mary e Rosicléia foram muito atenciosas e nos traziam um café enorme todas as manhãs, como parte da hospedagem. E não era só pão com manteiga e pingado, não! Tinha de tudo! Café, pãozinho, mussarela e presunto, doce, bolo, batata doce e banana da terra cozidas, omelete, salada de frutas, frutas da época...tudo fresquinho! :) Pela gentileza, atenção, localização, café da manhã e tudo mais, super recomendo a Hospedaria Tamboleiro (que ficou R$56 por pessoa em época de Réveillon e no meio do centro histórico!) ::love::

 

Site da Pousada: http://www.tamboleiro.com.br/

 

20130114201455.JPG

20130114202413.JPG

Visão da janela da pousada

 

26/12/2012

Chegamos por volta de 09h no Pelourinho. Fomos andar a pé por lá onde há muita, mas muita coisa para conhecer. Desde a lojinha que só vende produtos do Michael Jackson, onde você pode subir na sacada onde ele filmou o clipe "They don't care about us", até as estruturas fascinantes das (dezenas) de igrejas construídas na época do Brasil colônia.

Subindo a ladeira do Carmo você encontra a primeira Faculdade do Brasil, a praça Terreiro de Jesus, onde há várias barraquinhas para se experimentar acarajé e onde ficam as lanchonetes e restaurantes do Pelô. Andando pouco se chega à Praça Tomé de Souza, onde fica o Palácio Rio Branco, que vale a pena conhecer e é gratuita a entrada; O Elevador Lacerda, que dá acesso à cidade Baixa e custa R$0,15 para usá-lo. Após descer do Elevador, logo à frente há uma pracinha com barraquinhas e o Mercado Modelo, onde você pode comprar lembrancinhas dos mais variados gostos. Não aconselho o restaurante em cima do Mercado Modelo pelos valores abusivos das refeições/porções, etc. Uma porção de camarão ali custa R$60,00 enquanto que encontramos por R$20 na Barra ¬¬

 

Um conselho para quem quer almoçar/jantar no Pelourinho é o Restaurante Odoyá, próximo ao Terreiro de Jesus. Comida boa, preço médio e vem rápido (o que não é muito comum na Bahia, rs). A maioria dos restaurantes e lanchonetes do Pelô são bem em conta. Pra quem não quer gastar muito, indico procurar algo na região! ;)

 

27/12/2012

Fomos de ônibus até a Praia da Barra (R$3,00). 20 minutos do Pelourinho. Entramos no Forte, cuja entrada é R$ 10,00 e vale a pena pela visão privilegiada da praia, como a da foto abaixo que tirei. A Praia da Barra mesmo não é boa para nadar. Aliás, a maioria das praias dessa parte do litoral têm muitas pedras, o que dificulta um pouco de aproveitar o mar e até machuca os banhistas. Se você quer nadar, pegar onda, etc, tem que procurar bastante pelas praias (e ver bem onde pisa!).

 

20130114202949.JPG

 

28/12/2012

Nesse dia fizemos um passeio de escuna muito gostoso! Foi com a empresa Apolônio Escunas, que fechamos antes mesmo de viajar. Porém você pode fechar um passeio por lá mesmo num edifício azul atrás do Mercado Modelo (é o único). Lá há várias empresas de escuna e não é tão caro. Pelo menos o nosso passeio saiu R$ 55 por pessoa e dura o dia inteiro. Os barcos saem de trás desse edifício azul. A escuna sai às 8h em direção à Ilha dos Frades, que para mim foi a praia mais LINDA que visitei nessa viagem! (Foto) Águas translúcidas, sem ondas, poucos turistas e a visão das árvores que compõem a Ilha é muito bonita! Se for a Salvador, não dê bobeira, faça um passeio de escuna! Não tem como se arrepender :D

Após a Ilha dos Frades a escuna passa na Ilha de Itaparica. Cada escuna para num ponto da Ilha, mas acredito que toda sua extensão seja bonita como a que paramos. :)

 

20130114203948.JPG

Ilha dos Frades

 

20130114210824.JPG

Itaparica

 

29/12/2012

Alugamos um carro para irmos à Itapuã e à Praia do Forte. Porém o carro veio com alguns defeitos e sem o GPS, como era o combinado. Devido à esse percalço, sofremos um pouco (pra não dizer MUITO) para andarmos nas ruas estreitas, cheias de contramão e "labirínticas" do Pelourinho, rs. Uma dica que dou a quem estará de carro em Salvador é: NÃO ESQUEÇA O GPS.

Porém se estiver de ônibus, há linhas que passam em todas as praias. É só perguntar por lá! ;)

Chegando lá fomos direto para a Lagoa do Abaeté. Outro lugar que aconselho MUITO a visita. A areia é branquinha, o lugar é cheio de dunas com uma bela visão do alto da cidade, além da lagoa de águas mornas que encanta. É um lugar único em Salvador. Se passar em Itapuã, recomento muito conhecer a Lagoa do Abaeté.

 

20130114204223.JPG

Lagoa do Abaeté

 

30/12/2012

Ainda de carro, fomos desbravar a Praia do Forte. O motivo principal seria conhecer as piscinas Naturais da praia, porém a hora que chegamos (em torno de 15h) o mar já havia subido e coberto as piscinas :(

Mesmo assim valeu a pena. A Praia do Forte é como se fosse uma cidadezinha dentro de um condomínio fechado, onde há ruas principais, restaurantes...tudo bem conservado e limpo. Além de abrigar o Projeto TAMAR. Um lugar muito interessante e não há quem não se impressione com os animais que há ali! Foi o único lugar que tive oportunidade de passar a mão numa arraia! :D No Projeto TAMAR há diversas atrações com horários que eles deixam à mostra para os visitantes, como a alimentação dos animais. Ouvir a bocada de um tubarão de perto é tão real quanto assustador :o R$ 16,00 a entrada e você tem direito a sair e voltar durante o dia quantas vezes forem necessárias.

Já a praia do Forte tem bem menos pedras e é mais limpa que Itapoã, por exemplo. Cuidado pra não esquecer da hora e ficar ilhado na praia, pois ao entardecer a maré sobe mesmo!!

Ah! Ali os restaurantes não são nada baratos. Preços bem pra gringo, e comidas bem exóticas também! Tudo que for do mar e se mexer está no cardápio! rs

 

20130114204735.JPG

20130114205039.JPG

Praia do Forte

 

31/12/2012

No último dia fomos conhecer a famosa Igreja de Ouro do Pelô. Porém ela tem dia e horário específico para visitação (R$ 5 a entrada) e aquele não era o dia :/ Mas conhecemos a igreja ao lado esquerdo dela (R$ 3), da mesma ordem e igualmente detalhada com lâminas de ouro em suas molduras, como aprendemos com a guia Maria, que como outros guias turísticos, ficam dentro das igrejas e cobram um valor simbólico para ensinar TUDO sobre as mesmas, sobre o Pelourinho, Salvador, etc. De fora não parece tão grande, porém seu interior é enorme e há várias salas e quartos que podem ser visitados dentro dessa mesma igreja. No começo não queríamos tanto pagar um guia, mas depois aceitamos e foi ótimo, pois uma coisa é você ver as construções simplesmente por ver, e outra é você conhecer a história e o porquê daquilo. Principalmente por ser ali o início da história do Brasil :)

 

20130114205508.JPG

 

 

DICA 1:

*LEVE DINHEIRO EXTRA! (Apesar de parecer óbvio) - Sim, na Bahia se cobra por tudo! Cobra pra tirar foto com a baiana, pra tirar foto dos capoeiristas, paga pra deixar o carro na rua, paga pra entrar na igreja, paga pra usar o banheiro, paga 10% de serviço...ai meu bolso! ::essa::

 

DICA 2:

*PECHINCHAR - Descobri duas coisas sobre baianos: Eles gostam de ajudar (de verdade) e são bons vendedores! No Pelourinho as lembranças/presentes não são caros, porém eles sabem como ganhar o turista na conversa e fazê-lo levar coisas que nem sabe o porquê comprou! rs Portanto para nós, turistas, o jeito é pechinchar! ;)

 

DICA 3:

*NÃO ACEITE FITINHAS DE ESTRANHOS :o - De todo lugar sai alguém querendo te dar um "presente do baiano" como eles dizem, rs. Na verdade é só pra amarrar uma fitinha do Sr do Bonfim no seu braço e te fazer comprar colarzinho, etc. Se você aceitar, vai ter que pagar. Lá nada vem de graça...

 

DICA 4:

Pra quem gosta de gatos como a que vos escreve, hehe, Salvador é um paraíso peludo e fofo!!! ^^ Nunca vi tanto gato na rua quanto no Pelourinho. E são cuidados! Os moradores tratam bem dos bichanos :)

 

DICA 5:

"Não faça cara de turista", kk...praticamente impossível. Ainda mais pra mim que sou branca feito coco! rs Mas falando sério, evite desfilar com câmeras, celulares, etc, guarde muito bem os objetos de valor, carteira, pois trombadinha não achamos (graças a Deus!), porém realmente há muitos pedintes e muitos espertinhos naquela região. Há aqueles que vão te indicar o caminho certo quando estiver perdido e outros que vão tirar vantagem de sua situação. Ainda mais à noite! Procure jamais andar sozinho durante à noite no Pelô principalmente. Sinceramente não achei Salvador mais perigoso que São Paulo, mas não vamos abusar da sorte, não é ?!

 

 

Conclusão: Em 6 dias deu pra conhecer muita coisa bonita e histórica, a simpatia dos baianos, degustar de sua culinária peculiar e ficar com muita vontade de voltar!

Vá sem medo de achar que é uma cidade "suja e perigosa" como muitos dizem pois garanto que bem mais limpa e segura que o centro de SP é! rs

 

Aqui você encontra alguns Hostels em Salvador:

http://www.hihostels.com/dba/Hostels-Salvador-list.php?lang=P&city=BR%7C0056

 

Quem tiver alguma dúvida, comentário, informação adicional, fique a vontade pra comentar.

 

E como dizem os baianos: FUI!!!! ::otemo::

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 1 ano depois...
  • Membros

Estive em Salvador há uma semana. Procurei por relatos aqui antes de ir mas não vi o seu!

Meu tempo era curto e estava em duvida entre ir à Praia do Forte ou conhecer mais de uma praia em um dia. No final das contas fui à Praia do forte, sem arrependimentos, mas essa ilha dos frades :o gostei só de olhar sua foto. Já estou revendo meus conceitos sobre Salvador, hahaha.

Realmente os baianos são bons pra pechinchar, e olha que eu nunca pechinchei na vida!

 

Parabéns pelo relato!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Olá, patybds!

Escrevi o relato no comecinho de 2013, até reli agora porque nem lembrava direito, rs. Que bom que gostou :)

Ainda pretendo voltar à Salvador e conhecer outros lugares da Bahia, mais pro interior. Essa Ilha dos Frades foi demais, assim como Itaparica. O passeio de escuna foi um show à parte, né, vimos até golfinhos no percurso ^^

Mas é isso aí, nem todo lugar agrada a todos, mas essa é uma conclusão que deve ser tomada por nossos próprios olhos.

 

::otemo::

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

×
×
  • Criar Novo...