Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Entre para seguir isso  
Fernanda Gotz

Campo Gr - Hospedagem (Hotéis - Pousadas - Albergues e Campings)

Posts Recomendados

Fechada por anos, mansão que sempre gerou curiosidade vira hostel de alto padrão

 

fachada.jpg.4ef1ebc09d3be443e95e8039fc18d228.jpg

 

Na esquina das ruas Jeribá e Luís Freire Benchetrit, no bairro Chácara Cachoeira, endereço nobre de Campo Grande, uma mansão que ficou fechada por anos, sempre gerou curiosidade pela aparência suntuosa. Mas, agora, ela teve destino. Virou um hostel de alto padrão: o Oka Brasil

 

Fizeram questão de manter a estrutura original do prédio, que tem detalhes de uma arquitetura predominante na Europa do século XVIII, quando a arte rococó ainda era o principal movimento. O espaço, em alguns ambientes, tem tetos com arabescos e até luminárias inglesas de 1935, que agora contrastam com os móveis mais retos e planejados.

quartos.jpg.ca125b1ec79cae55ec42246c75a37ef4.jpg

 

Estrutura - O hostel segue um conceito mais atual, o de hostel design. “É um padrão de hotel quatro estrelas. É mais badalado. A gente vai procurar interagir com a comunidade. Teremos café aberto ao público e podemos fazer, também, pequenos eventos”

 

O Oka Brasil tem 600 m² de área construída – com instalações adaptadas para portadores de necessidades especiais - e fica em um espaço de 2 mil m². A ideia é ocupar os três andares da mansão, mas, a princípio, apenas o primeiro está sendo utilizado.

 

Por enquanto, o hostel tem 59 leitos distribuídos em quartos climatizados, alguns com terraço, de 2, 4, 6 e 8 camas, onde os hóspedes terão à disposição armários individuais, roupas de cama, ferro elétrico, tábua de passar roupa, e banheiros – coletivos e privativos – com banheiras. ::otemo::

banheiro.jpg.8444794b59ab37f53a19d933339afcec.jpg

 

cozinha.jpg.49d3ccfafa2d2a364f5dedcaa7900f51.jpg

 

Tudo é coletivo, da cozinha à lavanderia. Nas áreas comuns, há TV a cabo, computadores e rede wi-fi liberada. O hostel fica em uma localização privilegiada. Perto do Shopping Campo Grande, Parque das Nações Indígenas, de farmácias, restaurantes, lojas, clínicas, salões de beleza, escola de dança, bares, conveniências e a 10 minutos do centro. A linha de ônibus, na mesma rua, é outra facilidade para quem não conhece a cidade.

 

“A gente queria uma casa que fosse bacana para ser um diferencial competitivo e ter esse conceito de hostel design, de fácil acesso ao transporte coletivo, à vida noturna e aos serviços de modo geral.

 

598db327f159a_lounge2.jpg.9c5d20930c51952c150d6d6c3cf33f55.jpg

 

Preço – A tabela de preços, válida para 2014, tem valores que variam de R$ 55,00 (quarto com 8 camas e terraço), a R$ 140,00 (suíte para casal). Quartos com 4 e 6 camas custam R$ 60,00. Com 6 leitos, mas com banheiro privativo, a hospedagem varia entre R$ 70,00 e R$ 75,00, com 8 camas, WC privativo e terraço.

 

O Oka Brasil hostel fica na Rua Jeribá, 454, no bairro Chácara Cachoeira, em Campo Grande. Outras informações podem ser obtidas no site http://www.okabrasilhostel.com.br, no e-mail [email protected] ou na Fan Page.

 

Fonte: campo grande news

 

 

HOSTEL VITÓRIA RÉGIA

 

640x480-962cc6cc437c2514bbf87af8d4a8e3f1.jpg.9cb341a4253b382c0f5e739f58218f53.jpg

 

Opção mais barata, NÃO cadastrado pela instituição internacional que credencia esse tipo de empresa pelo mundo, o "Vitória Régia" Se instalou em frente à Orla Morena, na avenida Noroeste, 575.

A hospedaria tem 12 quartos, todos divididos por sexo. Os coletivos, com até quatro beliches, custam R$35,00 e o duplo sai por R$ 65,00. O banheiro também é coletivo. Os valores são baseados na média de preços cobrados em cidades turísticas.

 

Além dos quartos, no Vitória Régia há alguns atrativos, como uma mesa de sinuca, um quintal repleto de árvores e espaço social como sala de TV e computadores.

 

O primeiro espaço do tipo na cidade está aberto há 11 anos, o "Hostel Campo Grande", que fica na rua Joaquim Nabuco, 185, em frente a antiga rodoviária da capital. Mas o local perdeu o credenciamento depois de denúncias.

 

Há alguns anos, uma estrangeira prestou queixa contra o local, acusando um funcionário de violência sexual. A proprietária diz que tudo não passou de um "mal-entendido", que a hóspede retirou a queixa e o funcionário foi demitido.

 

Mas por conta do caso, o local perdeu o selo de qualidade mundial, uma forma de identificar uma hospedaria confiável e dar segurança aos turistas. Os quartos custam R$ 40,00 por pessoa, privativo ou compartilhado.

 

O local também oferece expedições ao Pantanal, com direito a safáris e cavalgadas. Mas por lá não há preço de hostel. O pacote com direito a três dias e duas noites na pousada, que fica a beira do rio Paraguai, custa R$ 400,00 por pessoa. Quem quiser mais privacidade, o pacote com quarto privativo custa R$ 500,00.

640x480-4f3b055a7c6e05c059b9ef62910c5bf8.jpg.942b6fc783a7ab1763e45d629957ed1e.jpg

598da70153318_Semttulo.jpg.d5c65c724006f838c12697089442cb18.jpg

598da7015896b_Semttuloj.jpg.2b0e5307add576d02b34ed006a1e5318.jpg

598db3253423a_recepo.jpg.6ae965e6aeb098bb60b18af95193bcda.jpg

lounge.jpg.7918de34693e1761eb9c6b114d0bbddd.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

Entre para seguir isso  



×
×
  • Criar Novo...