Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Posts Recomendados

  • Membros

Estive em Foz do Iguaçu com minha mãe e meu irmão de 11 anos em janeiro. Aproveitamos o feriado do dia 20 (São Sebastião, padroeiro do Rio de Janeiro) para fazer uma mini trip e conhecer as tão famosas Cataratas. E já adianto, assim como todo mundo, que toda fama é justa!

 

Dia 18/01 – Sábado

 

Saímos do Rio de manhã cedo, em um voo super tranquilo da Tam.

Nunca vi um voo tão cheio de gringo com aquele. Sério. Só tinha gente com o passaporte cor vinho! Se tivesse 15 brasileiros naquele voo era muito!

Chegamos ao aeroporto de Foz por volta de meio dia. Aeroporto pequeno, mas bem organizado. Não tivemos problemas com nossas bagagens e em menos de 15 minutos já estávamos no táxi indo para nosso hostel. A tarifa é tabelada de acordo com a parte da cidade em que você se hospedará. Até o Centro, nos custou R$ 50,00. Tem ônibus de linha que passa no aeroporto e deixa no terminal TTU, mas se fossemos espera-lo, correríamos o risco de perder uma parte do dia, e como ficaríamos somente até quarta, todo tempo era precioso.

Ficamos hospedados no hostel El Shaddai. Bem simples, mas confortável, limpo, com um bom café da manhã, cozinha comunitária, piscina (que nem usamos, embora estivesse bastante calor), quartos com tv e ar condicionado, equipe bastante prestativa, passeios (pagos) para todos os pontos turísticos e perto de alguns lugares para comer e do TTU.

Foi só o tempo de deixarmos as malas e fomos bater perna.

O próprio hotel pediu um táxi para nós. Precisávamos ir até o shopping Cataratas para trocar dinheiro, pois no parque das cataratas do lado argentino só aceitam pesos na entrada e para trocar nossos vouchers de passeio.

 

Compramos pela Loumar Turismo o Passaporte Santos Dumont. Queríamos fazer o Macuco Safari e o Voo panorâmico de helicóptero. Se comprássemos os dois separados sairia bem mais caro. Para nós, o passaporte valeu a pena, pois incluía os dois passeios + o almoço no restaurante Porto Canoas, que funciona como Buffet liberado, porém com bebidas e sobremesas a parte. Outras empresas também vendem os passaportes, mas me parece que o preço é tabelado.

http://www.loumarturismo.com.br/pacotes-destinos-iguassu-em-foz-do-iguacu.html

obs: O preço dos passaportes já aumentou. Pagamos bem menos quando compramos

O táxi nos custou cerca de R$10,00 até o shopping.

 

Aproveitamos e almoçamos no restaurante Madero, que fica na praça de alimentação. Pelo o que vi, a especialidade deles é sanduíche, mas comemos carne, massa e salada, e nenhum de nós achou o prato ruim, muito pelo contrário.

De lá mesmo pegamos um táxi até o DutyFree. Esse também é tabelado, e os taxistas cobram em torno de R$50,00 para levar até Puerto Iguazu.

O dutyfree é enorme. Tem de tudo mesmo! Mas, como qualquer duty, tem coisa que vale a pena e tem coisa que não. Em geral, este segue as mesmas regras: bebidas, perfumes e maquiagens estavam em bom preço. Doces e chocolates também. De resto, uma coisa outra estava na promoção, uma marca ou outra de roupa ou óculos, e por aí vai.

Não é possível tirar fotos lá dentro (a não ser escondido rs) e quando entramos nossa bolsa é colocada dentro de uma sacola lacrada. Esta só aberta no caixa, para que possamos pegar o dinheiro e etc. Porém, caso seja necessário abri-la, é só pedir a algum segurança. Câmeras também precisam ser lacradas, mas celulares podem ficar no bolso. Vai entender...

A caixa que me atendeu me informou que não havia limite de compras por pessoa. Se você quisesse gastar 10 mil dólares ali, poderia. Não sei se a informação realmente procede, mas para quem está disposto a realmente gastar, vale a dica. De lá seguimos para o centrinho de Puerto Iguazu, e ao chegar lá nossa primeira parada foi no Freddo para tomar um helado de dulche de leche! Para quem está com saudades e mora no RJ, até abriu um Freddo aqui, no Village Mall Shopping, na Barra da Tijuca. Mas, como o shopping segue o estilo “grife de ser”, esteja disposto a pagar no mínimo 20 reais de estacionamento. Como nós nunca tivessemo essa disposição, só tomamos Freddo quando viajamos! Rs...

 

20140118_161125.jpg.7af4a35b215890d330990e0ddd667395.jpg

 

598daf4ef0807_FozdoIguau2014003.JPG.7aec3cc919e4f3ee66ed83cd9bef8c72.JPG

 

Fomos até a feirinha de Puerto Iguazu. Lá é possível encontrar tudo relacionado a frios e vinhos. Têm todos os tipos de queijo, salames, presuntos, azeitonas, vinhos entre muitas outras coisas. Os preços valem a pena, ainda mais se tratando dos vinhos. Na parte de trás da feirinha existem uns barzinhos que servem petiscos. Sentamos ali, pedimos uns frios e ficamos ali por algum tempo.

Como estávamos muito cansados da viagem, decidimos não ficar para jantar. Voltamos à Foz e lanchamos por lá mesmo, perto do hostel.

Para quem quer fazer esse trajeto de ônibus, também dá pra fazer. Sai ônibus pra Puerto Iguazu do TTU. De lá você pode saltar no dutyfree, fazer suas compras, passar pela aduana (que fica ao lado) andando, fazer a imigração e esperar o próximo ônibus até o centro. Não fizemos isso, mas vi que várias pessoas do fórum já fizeram.

 

598daf4f5cebf_FozdoIguau2014007.JPG.025d8d820c53d3716b7505ecf3235c70.JPG

 

DIA 19/01 – Domingo

 

Acordamos cedo, tomamos café e fomos andando até o TTU. Era dia de visitar o lado brasileiro das cataratas.

O ônibus custa menos de R$3,00 e já saiu do TTU cheio, Não se engane que irá sentado, tranquilo, numa boa, O ônibus vai cheio de outras turistas e de pessoas que trabalham no Parque das Cataratas ou no Parque das Aves. O trajeto demora cerca de meia hora à 40 minutos. Saltamos em frente ao Helisul e fomos logo fazer o voo panorâmico.

 

É sensacional e vale muito a pena. Algumas pessoas acham caro, já que dura em torno de 10 à 15 minutos, mas o meu pensamento quando viajo é o seguinte: Quando virei aqui novamente? Quando terei a oportunidade de fazer isso novamente? Posso fazer isso na cidade onde eu moro? Se a resposta for não para pelo menos uma dessas perguntas, eu pago o passeio e economizo em outra coisa (hospedagem, restaurante, lembrancinhas). Então a minha dica é a seguinte: se tiver condições, faça o voo panorâmico! É lindo ver toda aquela imensidão de água lá de cima! É muito maneiro mesmo!!!

 

598daf4f98cae_FozdoIguau2014019.JPG.320d4dc2fe06371552ed3d2f7a7da435.JPG

 

598daf50c59b0_FozdoIguau2014020.JPG.a605f316c69e4b134227dc2c5ac403df.JPG

 

De lá seguimos para o Parque das Cataratas. A fila pra comprar ingressos é enorme e nessas horas você agradece por ter comprado antecipado! Ou seja, compre os ingressos antecipadamente pela internet ou se prepare para fila. Nesse dia, o tempo de espera estava em quase 40 minutos. Tô fora. Pegamos um filinha bem menor, apenas para trocar o voucher que pegamos pela internet.

 

Informações e compra de ingressos antecipados: http://www.cataratasdoiguacu.com.br/portal/paginas/51-como-comprar-.aspx

 

Se você comprou o passaporte, é possível trocar o voucher do Macuco Safari na agência que tem em frente aos guichês de compra de entrada do parque. Se você não tem passaporte, mas quer comprar o Macuco, também pode ir nessas agências.

 

Entramos no parque e pegamos o ônibus que faz todo o trajeto lá dentro. Fizemos a primeira parada na trilha das cataratas. O primeiro mirante já impressiona e as paisagens seguintes mais ainda. Fomos até a passarela da garganta do diabo, e você sai de lá encharcado! Mas com o calor que estava fazendo, valeu a pena! Hahaha... Aqui vai uma dica pra quem não tem câmera à prova d’água: vale colocar o celular ou câmera dentro desses saquinhos tipo ziploc que vendem no mercado. Tem desses saquinhos de vários tamanhos. E eles também funcionam super bem no Macuco Safari. Mas tem uma coisa, galera, não vale submergir com esses saquinhos porque a vedação não aguenta, hein! Só serve pra evitar de molhar. Na entrada do parque tem uns camelôs vendendo uns saquinhos muquiranas por dois reais cada um. Também funcionam, mas pra usar apenas uma vez.

 

598daf510816c_FozdoIguau2014025.JPG.76624c4130acf13e954b3584d5797c87.JPG

 

598daf515afcf_FozdoIguau2014056.JPG.e157fe97add64b13b930e82e8db62c2c.JPG

 

20140119_113909.jpg.c19b5e6c336fa613bfa7096aacf09273.jpg

 

20140119_104235.jpg.2179abcbf3ac640bb9e2d8f8b9988c2d.jpg

 

Almoçamos no restaurante Porto Canoas (que já estava incluso no passaporte) e digo numa boa que gostei. Vi algumas avaliações ruins no tripadvisor, mas não tive o que reclamar. Buffet bem variado, comida saborosa, atendimento ótimo e sobremesa gostosa também.

Pegamos o ônibus interno novamente e paramos no Macuco Safari. Eles possuem uma boa estrutura de lockers (pagos a parte, acho que 5 reais) e banheiros para trocar de roupa. Já estávamos com roupas bem confortáveis para andar no parque, somente tiramos os tênis e guardamos nossas coisas em apenas um locker. Levamos roupa para trocar após o macuco.

O passeio é sensacional! Vale o preço! Você sai completamente encharcado... até a alma! Não sobra uma peça de roupa seca pra contar história. Até mesmo quem compra a capa de chuva se molha todo e alguns ainda disseram que só atrapalhou. Eles disponibilizam uma pessoa da equipe que vai com uma GoPro tirando fotos da galera, e no final cobram o olho da cara por isso. Coloquei meu cel dentro do saquinho ziploc e tirei várias fotos numa boa. Não entrou nem uma gotinha de água. :)

De lá pegamos o ônibus até a entrada do parque.

 

20140119_143713.jpg.e0f5432dfcc0050ec7bfcdb2b20bf1aa.jpg

 

20140119_144423.jpg.88c71e8a2dfe361fb86696b6c9dcc49b.jpg

 

20140119_145241.jpg.0d03308fcadf4ec8ab95c1a34ad1ae76.jpg

 

Fomos andando até o Parque das Aves, que fica praticamente em frente. E esse passeio também vale a pena. Tem cada ave linda por lá. Nos rendeu belas fotos!

Preço e informações: http://www.parquedasaves.com.br/pt/informacoes.html#tarifas

 

598daf523659c_FozdoIguau2014118.JPG.942767d827eaf202f8a883fafe686dbc.JPG

 

598daf52686e6_FozdoIguau2014120.JPG.e4154ab38a967ac5e9d27157ff3094a4.JPG

 

598daf52aea8e_FozdoIguau2014125.JPG.7d3c5b86f8d5cf09b175022e86e57919.JPG

 

Voltamos para o hostel mortos de cansaço.

Nesse dia jantamos em um restaurante que não me recordo o nome. Mas grande parte dos restaurantes de Foz te busca e te levam de volta ao hotel

 

DIA 20/01 – Segunda

 

 

Nesse dia acordamos cedo para ir ao Parque das Cataratas do lado argentino. Havíamos fechado todo o passeio com o taxista que nos levou a Puerto Iguazu no primeiro dia. Também é possível fazer esse trajeto de ônibus, e muitas pessoas fazem, mas não queríamos ficar a mercê do tempo, queríamos ganhar tempo. Ele passou o dia inteiro conosco. Nos levou ao Parque, ficou nos esperando e depois nos levou até o Ice Bar. O nome dele é Vilson e ele faz um valor justo. Além de ficar como se fosse um guia, contando e explicando várias coisas. É só combinar. Segue o telefone 45 91029274.

 

Compramos os ingressos e pegamos o trenzinho que nos leva a vários pontos do parque argentino. Seguimos direto para a Garganta del Diablo. É impressionante a força das águas!! Depois pegamos o trenzinho de volta para nos deixar na estação dos circuitos superior e inferior. Como o nome já diz, e muitos também já explicaram, o superior vai por cima das quedas, e o inferior por entre eles. Ambos são lindos! Se tiver tempo, faça os dois.

O parque argentino é beeem diferente do brasileiro. Anda-se muito mais. As trilhas são mais entre a natureza e tudo parece ser mais voltado a natureza mesmo. Não dá pra definir exatamente qual é o melhor. Em relação ao espaço, gostei mais do argentino. As quedas mais bonitas estão do lado deles, mas a vista mais bonita é a nossa, pois vemos o lado deles! Rs

 

598daf52e9c7b_FozdoIguau2014161.JPG.a5bc6be5a07355bc4ecb8e67c8c5c742.JPG

 

598daf532d055_FozdoIguau2014198.JPG.41b0eb5abf94fd465b41a19116a33a97.JPG

 

598daf53867bf_FozdoIguau2014204.JPG.b21d8b88574ec6e9060995293558a30a.JPG

 

De lá fomos até o Ice Bar de Puerto Iguazu. O famoso bar todo gelo presente em vários lugares do mundo. O lugar é muito maneiro. Se não me engano, custa 40 reais. Você fica lá durante meia hora e nesse tempo funciona como open bar! Você bebe o quanto quiser e puder em meia hora, num frio absurdo. É tudo de gelo mesmo. Até o copo. Assim que você chega te dão as roupas especiais, você faz uma aclimatação e entra no bar. Na hora de sair, também é necessária a aclimatação. Existe um fotógrafo lá dentro, mas é permitido levar câmeras e celulares para fazer suas próprias fotos.

 

598daf53b906d_FozdoIguau2014242.JPG.0d9e881c320b56dd1795413e46c0985b.JPG

 

De lá voltamos ao hostel e depois fomos à churrascaria Búfalo Branco.

O rodízio custa 60 reais por pessoa. Crianças pagam mais barato. Tem um bom buffet e as carnes são boas! No dia em que fui pecaram um pouco no atendimento por um único motivo: metade do restaurante estava reservada para a seleção de futebol da Coréia do Sul, que estava em Foz pois vai fazer a preparação para a copa por lá.

Eles também têm uma mesa de sobremesas enorme, tudo incluído no valor do rodízio. Só bebidas que são à parte.

 

21/01 - Terça

 

Esse dia estava reservado para irmos até Ciudad del Este. Já havíamos reservado o transfer pela Loumar Turismo. Costuma ser um pouquinho mais caro que os oferecidos pelos hotéis, mas eles ganham na flexibilidade de horários. São muito horários de saída e muitos horários de retorno. Inicialmente, você escolhe seu horário de retorno quando faz a reserva, mas chegando lá, se precisar mudar, é só avisar ao funcionário da empresa que fica no ponto do transfer em Ciudad del Este.

Chegamos lá de manhã, por volta de umas 9 horas. Não fizemos imigração, não pegamos trânsito na Ponte da Amizade, nem nada. O transfer te deixa em frente ao Shopping del este e de lá é só bater perna.

Aquilo lá é uma loucura. Muitas lojas e muitos camelôs. Tem de tudo que se possa imaginar. E o trânsito é extremamente caótico. Você atravessa onde quer e os carros entram onde querem também! Rs

 

Existem inúmeros blogs na internet sobre compras no Paraguai e eles indicam as melhores lojas. Peguei várias dicas de lojas, de acordo com os segmentos que eu tinha interesse, fiz um mapinha no maps pra não ficar andando igual barata tonta e fui à luta.

Itens de perfumaria e bebidas estavam bem baratos. Alguns eletrônicos também estavam. Jogos para plays station estavam valendo muitíssimo a pena! Meu irmão conseguiu comprar uns por bons preços. Trouxe uma objetiva da sigma para a minha Nikon. Paguei 400 dólares em uma 18-250mm da sigma. Comprei na loja Monte Carlo, especializada em itens de fotografia.

Relógios também estavam em bons preços, alguns até mesmo com garantia de 1 ano. Hahahaha... Enfim, compramos bastante coisa... passamos fácil do limite da receita, mas na hora de ir embora sequer fomos parados! Nossa van passou direto e sinceramente, não vi ninguém parado lá.

 

20140121_113207.jpg.4cd88dd7f9722d57a99886a0f440d74c.jpg

 

Chegando em Foz, deixamos as coisas no hostel e fomos visitar o Templo Budista. Mais uma vez, quem nos levou o taxista Vilson. Já tínhamos combinado com ele no dia anterior. Como nunca havíamos estado em um templo, achamos bem legal. Tudo muito bem cuidado e muito bonito.

Pra quem vai fazer o passeio em Itaipu, dá pra fazer o Templo Budista no mesmo dia. Não fizemos Itaipu, pois meu irmão, pela idade, não entra no passeio do circuito especial, e achamos não valer a pena fazer somente o passeio em ônibus do tipo turístico com parada somente para a foto.

 

598daf542dfa5_FozdoIguau2014255.JPG.c273fd0ede8a0285d0468816abc41fe7.JPG

 

598daf545ee7e_FozdoIguau2014270.JPG.1ea5966a4638e742c2c1d5de8284964a.JPG

 

598daf54aebb5_FozdoIguau2014250.JPG.26e26d67d7a94b4b4001160d931d8b09.JPG

 

20140121_131031.jpg.813ac6e0a4ec20682af441d6d3b6f2cf.jpg

 

Nesse dia fomos jantar na pizzaria Pizza Pop Star. Gostamos. Bem servida e bastante saborosa.

 

Voltamos ao hostel para arrumar as coisas, pois no dia seguinte era dia de dar tchau a cidade.

Ah, como nosso voo saía bem cedo na quarta, o hostel preparou uma “marmita” de café da manhã para nós, pois não tomaríamos o café lá. Essa é uma política do hostel que eles chamam de “lanche in box”. Achei bem legal!

Link para o post
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Gente, acredito que a viagem inteira, sem contar compras no Paraguai e algumas lembrancinhas, nos custou uns 4 mil reais.

Compramos as passagens por um bom preço, não gastamos muito com alimentação e nosso hostel tinha um ótimo preço. Pagamos 456 reais em toda a estadia. Fizemos a reserva pelo hostelworld.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 1 mês depois...
  • 3 meses depois...

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
×
×
  • Criar Novo...