Ir para conteúdo
silviaamorim

ATACAMA - O QUE VOCÊ PRECISA SABER ANTES DE IR

Posts Recomendados

Gente,

Depois de passar alguns perrengues no Atacama, decidi fazer um relato com dicas que todo mundo precisa saber antes de viajar pra lá para ter uma viagem sem preocupações. Espero que seja bastante útil aos futuros desbravadores do deserto.

 

20140403_122553.jpg

 

Preparando a mala

Essa dica pode parecer óbvia para muita gente, mas não custa reforçar. O Atacama é um deserto e, portanto, um lugar bastante inóspito. Eu diria que ir para lá é uma viagem de extremos. A começar pela temperatura. Eu visitei a região no início do outono (abril). Cheguei a pegar -5ºC ao amanhecer e 30ºC à tarde. Portanto, já percebeu que sua mala precisa ter de tudo um pouco né. Biquini e sunga também, porque em alguns passeios você vai precisar. Além disso, o clima é muito seco. Abuse do hidratante no corpo e é bom levar algo para o nariz, porque a secura pode causar até sangramentos.

 

Preços

Por falar em passeios, o Atacama não é um lugar barato não. Por causa das grandes distâncias que se tem que percorrer para chegar aos "pontos turísticos" no deserto, é preciso contratar os serviços de passeios das agências de turismo. Elas estão por toda a parte na pequenina San Pedro de Atacama, a cidade que é a base do turismo na região. Eu fiz um primeiro contato por email com algumas delas ainda no Brasil e, depois, com uma lista de quatro alternativas nas mãos fui pessoalmente a elas obter mais detalhes assim que cheguei à cidade. Não se perde muito tempo porque elas ficam todas concentradas praticamente em uma única rua, a Caracoles (principal da cidade), e o melhor é que, se negociar, consegue descontos, o que dificilmente conseguiria do Brasil.

 

Agências de turismo

Outro cuidado que precisa ter é com os preços dos passeios, que variam muito e, muitas vezes, essa diferença significa também roteiros diferentes. Nesses casos, o barato, às vezes, fica caro. Preste atenção nisso, porque algumas agências oferecem preços mais acessíveis, mas os passeios são mais curtos ou o meio de transporte não é confortável. Pergunte sempre qual é o percurso e como é o veículo porque você terá que passar, às vezes, duas ou três horas nele para chegar ao seu destino.

 

Câmbio

Não se preocupe que em San Pedro há muitas casas de câmbio e eu encontrei cotações melhores lá do que no aeroporto de Santiago de Chile. No aeroporto de Calama, NÃO há onde fazer câmbio. Mas tem um detalhe importante. Não recomendo chegar a Calama (onde você tem que pegar um transfer de uma hora e meia até San Pedro de Atacama) sem pesos chilenos (moeda local) no bolso porque terá que pagar o transfer e, se tiver somente dólar, a cotação feita por eles é uma extorsão. O melhor é você trocar alguns poucos dólares, o suficiente para o transfer, no aeroporto de Santiago do Chile.

 

Transfer Calama - San Pedro de Atacama

A principal operadora é a Licancabur. Logo no saguão de retirada das bagagens você verá o balcão dela. Eu me dei muito mal porque não tinha pesos chilenos. Eu deveria ter trocado um pouco (somente para pagar o transfer) no aeroporto de Santiago. A Lincancabur usou a cotação US$ 1 = 450 pesos. Uma extorsão!!!!! Em San Pedro, troquei cada dólar por 554 pesos. No aeroporto de Santiago a cotação era um pouco menor (530 pesos), mas mesmo assim seria melhor do que pagar o que cobrou a operadora do transfer.

 

Opções de passeios

Há uma diversidade enorme de passeios para fazer no Atacama. Os mais conhecidos são:

Valle de la Luna e da Muerte

Geyser del Tatio

Salar de Atacama e Lagunas Altiplanicas

Laguna Cejar y Tebinquinche

Salar de Tara

 

Tempo de estadia

Eu fiquei seis dias inteiros, sem contar o dia da chegada e da volta. Foram suficientes para fazer praticamente todos os melhores passeios. O único que não fiz foi subir o vulcão Lascar, porque, durante a minha estadia, teve o terremoto que atingiu justamente a região norte do Chile este ano, onde fica o Atacama. Como houve tremores por diversos dias, não era seguro subir o vulcão, um dos poucos ativos do Chile. A última erupção dele foi em 2006 e outra é esperada desde 2012. Apesar disso, há agências sérias e especializadas em montanhismo que fazem o passeio de subida ao Láscar e que dura o dia todo. Para quem gosta de aventura é uma boa pedida.

 

Se quiserem saber detalhes sobre cada passeio, fiz alguns posts no meu blog. Entra lá.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora


×