Ir para conteúdo
Jonas.Schwertner

Escandinávia - Maio e Junho 2005

Posts Recomendados

Porque Escandinávia? Bom, como foi a minha primeira vez na Europa, procurei um roteiro alternativo, onde eu pudesse ter efetivamente "coisas para contar" quando voltasse. Afinal de contas, 100% dos meus amigos que já foram para a Europa estiveram nos mesmos países (Espanha, França, Portugal, Itália, Inglaterra, etc...).

 

Comecei comprando a passagem de avião. Consegui um excelente preço voando Varig. Paguei U$ 730,00 (+ tx embarque) em Janeiro de 2005. Depois parti para o passe de trem. Realmente vale MUITO a pena comprar um desses passes que valem por um período limitado. Optei pelo Scan Rail Pass, que me custou U$ 370,00 (10 dias de viagem, dentro de 2 meses) em Março 2005.

 

Seguindo orientações de alguns mochileiros, optei por não fazer a reserva em albergues antes da viagem (percebi que existem Prós e Contras!! Mas com certeza lhe proporciona maior mobilidade para as constantes mudanças no roteiro). Entrei na Internet e anotei várias opções de albergues em cada cidade (endereço, telefone, preço, facilidades, como chegar, etc...). Para vocês terem uma noção, meu roteiro mudou umas 15 vezes depois que cheguei em Copenhagen!!

 

 

Rio (Brasil) - Kobenhavn (Denmark)

 

Através de uma amiga, fui apresentado para um dinamarquês que já tinha morado no Brasil e falava português. Entrei em contato com o cara, e ele foi gente finíssima. Se ofereceu para me buscar no aeroporto, e ainda fiquei uns dias na casa dele! Show! Além de poupar 5 dias de albergue no total, ainda tive a oportunidade de fazer várias paradas em Copenhagen que geralmente só os moradores tem acesso...

 

Logo no primeiro dia, ele me levou a um local chamado Nyhavn. Trata-se de um cáis, onde partem os barcos de sightseeing. Em volta existem vários bares e restaurantes que ficam completamente lotados de pessoas tomando uma cerveja! Espetáculo! Eram 20hs e o sol ainda estava no céu... Dia seguinte fiz um desses passeios de barco, que passa por quase todos os pontos turísticos de Copenhagen (Pequena Sereia, Castelo da Rainha, Antiga Casa da Moeda, Cristiania, a nova Ópera, etc...). Estive também no Tivoli e andei por toda a cidade! Se estiver fazendo sol e calor, não deixem de ir a um parque chamado The Kings Garden. É lá que todos os moradores vão para pegar um sol na grama. Bem diferente do que estou acostumado no Rio de Janeiro, pois as mulheres simplesmente levantam a saia e pegam sol de calcinha! Completamente normal por lá...

 

Um passeio MUITO interessante que não é muito divulgado é uma ida ao Frederiksborg Slot. Trata-se de um Castelo medieval, muito bonito que funciona como museu. É possível entrar e andar por todo o interior, e ver toda a decoração da época! Muito bonito e interessante. Valeu cada DNK - Danish Khrone (Coroa Dinamarquesa - moeda local) gasta! E é muito simples. Basta pegar o metro (linha A), saltar na última estação e pegar o Ônibus 710 (serão somente mais 5 min). Estive em um museu Viking na Dinamarca, em uma cidade chamada Roskilde, mas que não recomendo. Tem apenas algumas carcaças de navios da época viking. Guarde o precioso tempo, para visitar outros locais...

 

Uma das construções que mais me chamou a atenção no centro de Copenhagen, é a antiga Casa da Moeda. Em seu teto, foi feita uma espécie de espiral com dragões. Muito bonita e diferente do que estamos acostumados por aqui... Mas esse é apenas um exemplo, após uma boa caminhada pela cidade você verá que uma parada interessante a cada esquina!

 

Não deixem de experimentar o Danish Polsevogne (cachorro quente dinamarquês), pois é bem tradicional na cidade e existe uma barraquinha em cada quarteirão! Para vocês terem uma idéia de um dos tipos (dos vários existentes) de cachorro quente, você come a salsicha com uma mão, e o pão com a outra! Bizarro, mas gostoso!

 

As dicas de noitadas são melhores se obtidas no momento que você chega em cada cidade, pois como acontece aqui no Brasil, a rotatividade de casas noturnas e bares é alta. Então pode ser que uma parada que estava bombando, não esteja mais quando você for... Mas sem dúvida nenhuma, se você procura por excelentes noitadas, tenha CERTEZA que vai encontrar! Além é claro de mulheres simplesmente lindas!!

 

Saí de Copenhagem de trem para uma cidade no meio da Dinamarca chamada Aarhus. Se não me engano é a 3º maior cidade dinamarquesa. Lá eles têm um parque (esqueci o nome) onde foram reproduzidas as construções antigas da Dinamarca. Os funcionários se vestem a caráter, etc... É possível comprar itens de artesanato e culinária local. Vale uma visita, mas não perca mais do que um dia... É possível inclusive, chegar de manhã cedo e ver tudo num só dia! Sai de lá direto para uma cidade chamada Frederikshavn, onde peguei um cruzeiro com destino a Oslo. Com o meu passe de trem, obtive um desconto na tarifa e paguei em torno de U$ 30,00 pela passagem, mais U$ 20,00 por quarto quádruplo. É uma viagem diurna (em torno de 9horas) e muito bonita. Trata-se de um cruzeiro de 10 andares, com cassino, free shop e uns cinco restaurantes a bordo! A chegada à Noruega é mais bonita ainda, pois a navegação ocorre em uma espécie de canal natural, onde é possível ir vendo as cidades litorâneas até que se chega a Olso.

 

Vou ser bem sincero em relação a minha impressão sobre Oslo, ok?! No navio um norueguês puxou conversa comigo, pois viu que eu estava tirando fotos, etc... Conversa vai e conversa vem, e o cara veio me perguntar se eu usava drogas. Disse que não, mas mesmo assim ele disse que ele tinha uma certa variedade de "produtos" e que caso eu tivesse interesse eu deveria procurá-lo na saída do navio, pois a alfândega de lá é bem rígida... Não deu outra. Quando sai do navio, e já estava me afastando (a pé) do porto, veio um cara que se identificou como agente alfandegário e fez varias perguntas. Respondi, ele checou o meu passaporte e me liberou. Ele me disse que era muito comum pessoas trazerem drogas da Dinamarca para a Noruega, pois lá era tudo muito mais caro. Até aí normal né? Temos isso no Basil... Mas quando comecei a me afastar do porto, e chegar no centro da cidade, começaram a aparecer figuras estranhíssimas em cada esquina. E quanto mais perto do centro eu ia cegando, mais pessoas vinham me oferecer drogas, e mais eu via pessoas cheirando cocaína e injetando heroína no meio da rua, a luz do dia... Infelizmente cenas deprimentes, de usuários de drogas pesadas. Como meu dinheiro não é capim, optei por não gastá-lo em um local como esse... Isso sem falar que a Noruega é o país mais caro da Escandinávia, e portanto não estava disposto a desperdiçá-lo pra ver pessoas se drogando!! Fiz o meu check in no albergue, pois já era meio tarde e sai para tomar uma cerveja. No trajeto mais propostas! Não tem nem como dizer que o albergue era mal localizado, pois não era! Acho que isso é normal por lá mesmo... Na manha seguinte peguei um trem rumo à costa Oeste da Noruega, para uma cidade chamada Stavanger (foram mais 9 horas de viagem).

 

Essa sim eu recomendo!! Apesar de cara, é a cidade que tem um dos fiordes mais conhecidos da Noruega, e esta presente em muitos postais do país. Trata-se do Preikestolen. Alucinante!! Valeu a pena cada NOK - Norge Khrone (Coroa Norueguesa - moeda local) gasta por lá. É uma subida de 3,8 Km montanha acima, por uma trilha bem sinalizada de pedras. Use calcado apropriado, pois uma queda pode machucar bastante. Sem falar que em alguns locais, o final é um precipício de quase 1 Km de altura! Lindo, mas tem que ter coragem para chegar lá na beirada e olhar para baixo. É uma queda reta, mas uma cena espetacular!!! Tirei várias fotos!! Inclusive iguais as dos cartões postais.

 

De Stavanger peguei um trem noturno de volta para Olso, e de lá fui para Gottenburg (Suécia). Fiquei três dias na cidade, mas acho que acabou sendo demais. Cheguei em um domingo (tudo fechado) e na segunda era feriado nacional (também tudo fechado). Aproveitei para andar bastante pela cidade, e conhecer os vários parques e praças existentes. Acredito que um ou dois dias seja mais do que suficiente! A Suécia é o país mais barato da Escandinávia, e conseqüentemente existem vários shoppings e grandes lojas de departamentos. As pessoas dos demais países vêm para a Suécia fazer compras... A moeda local é a SEK - Sverige Khrone (Coroa Sueca).

 

Sai de Gottenburg e fui para Stockholm. Indescritível essa cidade!! Linda, charmosa, com pessoas extremamente simpáticas, prestativas, e com mulheres mais lindas ainda! Lindas mesmo!! Fiquei uns 6 dias por lá, e foi tempo suficiente para conhecer todos os pontos turísticos da cidade. E são muitos, mas dá para fazer tudo a pé! Desde que você esteja acostumado a andar! São boas caminhadas diárias, mas que valem a pena!! Alguns pontos que imperdíveis:

 

1) Prefeitura da Cidade - Existe uma torre que é aberta para visitação. Lá de cima tem-se uma vista muito bonita da cidade. Também é possível fazer uma visita pela parte interna da prefeitura, que fica em um local bem privilegiado, cercado pelas águas...

 

2) Museu VASA - Trata-se de um museu que possui uma única peça. Um navio Vikking, que havia naufragado nos arredores de Estocolmo, e que há uns 50 anos atrás foi resgatado e restaurado. O navio é lindo, algo que nunca tinha visto. Com tantos detalhes, que fiquei imaginando como conseguiram construir isso naquela época. O museu passa filmes de 30 em 30 minutos em várias línguas (inclusive português - de Portugal) contando toda a historia, desde a construção, passando pelo naufrágio, até a restauração! O museu possui 6 andares para possibilitar que as pessoas possam ter idéia do tamanho do navio...

 

3) Torre de TV - Não é um ponto turístico muito divulgado, mas é bem interessante de ser visitado. Fui a pé, mas tenho que admitir que é uma boa caminhada do centro... Lá de cima é possível ver toda a cidade (vista bem mais ampla do que a da Torre da Prefeitura). Existe um restaurante que fica aberto para almoço e jantar, e que pareceu ser bem gostoso. Como estava sozinho, comi apenas um sanduíche!

 

4) Gamla Stan - É a cidade antiga de Estocolmo que fica na mesma ilha que o Castelo da Rainha da Suécia. São ruas bem estreitas com comercio para todos os lados. É um lugar caro (mais caro que o resto da Cidade), mas com certeza vale a pena uma caminhada para algumas fotos!! E uma cervejinha também não faz mal... os bares ficam lotados!

 

Essas são apenas algumas dicas do que fazer por lá. Mas basta pegar um mapa da cidade, que é distribuído gratuitamente nos albergues para decidir quais atrações você prefere! Tem muita coisa!! Estive lá na época em que os estudantes da 8º série estavam se formando no 1º Grau. Então eles se reuniam em grupos de uns 20 mais ou menos, e alugavam enormes caminhões de som e ficavam andando pela cidade bebendo cerveja na caçamba do caminhão e fazendo MUITA bagunça! Legal, todo mundo animado. A cidade tinha esses caminhões para todos os lados!! E todo mundo parava o que estava fazendo para assistir... É a forma como eles comemoram a formatura por lá. Mas pra falar a verdade, eu acho que eles comemoravam mesmo era a chegada do VERÃO!!

 

Uma curiosidade! Quando falava em inglês com os moradores de lá (isso vale para os quatro países que estive), sempre perguntavam de onde eu era. Quando respondia que era do Brasil, eles até demoravam a entender a palavra "Brazil"... então eles sempre perguntavam: "brazilli"?? E eu respondia que sim!! Era impressionante o sorriso que todos abriam!! Eu perguntei o porque e uma mulher me disse que nos acham "exotic"!! hahahahaha. Perguntavam sobre futebol, Ronaldo, Praia de Copacabana... Se o tratamento já era cordial, quando descobriam que eu era brasileiro, o tratamento virava VIP! Ser brasileiro me rendeu até uma entrada gratuita em uma boite que estava tendo uma festa fechada! Cheguei para conversar com o segurança pois estava um fila gigantesca para entrar (com aquele jeitinho brasileiro), e disse que era brasileiro, e ele ficou perguntando sobre o Ronaldinho, futebol, etc... Depois, ele só abriu a porta e falou que eu podia entrar! Nesse dia estava com um paulista (gente finíssima) que havia conhecido no albergue! A noitada (ou balada como o paulista ficava falando) foi irada!! É um lugar chamado F-12 que fica quase em frente ao Castelo da Rainha. O dia bom é as quartas-feiras!

 

De Stockholm peguei um cruzeiro para Helsinki. Atenção para a dica!! O meu passe de trem possibilitou essa viagem GRATUITAMENTE!!! Isso mesmo!!! Fui e voltei da Finlândia, em um cruzeiro noturno, de 12 andares, espetáculo, completamente de graça!! Com direito a cabine e tudo mais... É claro que fiquei em um quarto quádruplo, no andar mais baixo do navio. Mas e daí?! De graça, não há do que reclamar!! Como era um cruzeiro noturno, rolou show de dança, show de mágica, karaokê e depois boite! E descobri que muita gente faz essa viagem só para pegar uma noitada com cerveja mais barata. No interior do navio existe um Free Shop, então as pessoas compram VÁRIAS caixas de cerveja e ficam bebendo nos corredores e no deck. Comparando o preço de venda da cerveja no Free Shop com os preços cobrados nos bares e restaurantes, com certeza valia a pena pagar pela viagem! A conseqüência dessa bebedeira toda, foi uma noitada show de bola no navio, que só terminou as 5:30hs da manhã com o DJ desligando o som!!! Detalhe: a boite é no deck do navio. O por do sol aconteceu as 23:00hs e as 02:00hs o dia já estava nascendo de novo!! Preciso falar o visual??!!

 

Uma parada bizarra que aconteceu! Quando estava fazendo o check-in no navio, dei de cara com uma menina que havia estudado comigo no Colégio!! Não acreditei!! Ela trabalha durante os meses de verão em um grande parque de diversões em Estocolmo!!

 

A chegada em Helsinki foi tranquilíssima!! A língua finlandesa é sem duvida nenhuma a mais complicada de todas! Para vocês terem uma idéia, o nome Finlândia é SUOMI na língua deles!! Descobri isso depois que vi uma camisa com esse nome em quase todas as lojas de souveniers! Mas não se preocupe pois em quase todos os lugares existe sempre um cardápio em inglês, além de TODO mundo falar inglês. São igualmente prestativos, sempre dispostos a ajudar!

 

Fiquei 3 dias por lá, e foi suficiente para conhecer boa parte da cidade, e praticamente todos os pontos turísticos indicados! Deu até tempo para ir ao cinema um dia a tarde que estava chovendo e fazendo uma FRIACA sinistra! Não deixem de ir a uma ilha chamada Suomelinna. Trata-se de um antigo forte que foi parcialmente destruído na ultima guerra (mais ou menos em 1900) com a Inglaterra. Existem milhares de túneis subterrâneos e canhões pela ilha toda! A moeda local é o Euro! Isso o torna o segundo pais mais caro da Escandinávia para o nosso padrão brasileiro!

 

Ah! Uma dica que só recebi no dia que estava voltando, e infelizmente não deu tempo de fazer. De Helsinki existem passeios de helicóptero até a Estônia, atravessando o Mar Báltico! Deve ser um passeio muito bonito!! E tem a possibilidade de voltar de ferry... Dizem que a capital da Estônia é muito bonita!

 

Com a viagem terminando, tinha apenas mais 3 dias antes de voltar para o Brasil. Optei por dividi-los entre as duas cidades que mais gostei. Stockholm e Kobenhavn! Aproveitei para ir a lugares que eu tinha gostado, e comer em alguns restaurantes que eu tinha evitado anteriormente por causa da grana. Mas posso dizer que acabei gastando menos do que o projetado! Consegui albergues bem em conta (com exceção da Noruega), e comi muito sanduíche!!

 

Minha viagem foi show! Valeu cada centavo gasto! Já estou programando a do próximo ano... Quem sabe Leste Europeu?! Tive a oportunidade de conhecer muitas pessoas de vários paises!! É claro que peguei o e-mail de todos eles. E a recíproca é verdadeira, pois todo mundo lá fora tem vontade de conhecer o Brasil!! É uma pena que estejamos passando por essa vergonha nacional de "mensalão", violência, pouca vergonha entre os políticos! O nosso país é EXTREMAMENTE DESEJADO por muitos lá fora!! Temos o clima que todos gostariam de ter, mas infelizmente não conseguimos ter a competência que eles tem para governar e/ou escolher os políticos!!

 

Bom pessoal, acho que é isso. É claro que a viagem teve milhões de detalhes que se for escrevê-los levaria uma semana inteira! Mas acho que já deu para dar uma idéia do que rola pela Escandinávia... Caso alguém tenha alguma dúvida específica, pode me mandar uma mensagem que terei o maior prazer em ajudar! Afinal de contas recebi muita ajuda com o pessoal desse fórum!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu também estive na Suomelina e achei 10 também. Helsinki é muito simpática e deve ser muito linda no verao.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

AMEI o seu relato! Vou pegar todas as dicas e passar para o meu caderninho. Caramba, vc voltou no meio da confusão do mensalão, né? Esse negócio de ser brasileiro é inacreditável lá fora. Os caras amam o Brasil! Ano passado aconteceu uma coisa comigo que me deixou muito triste. Eu estava em uma cervejaria em Muniquee e encontri um casal que me falou que conhecia o Brasil, mas não queria mais voltar. Eles estavam em Copacabana e levaram TUDO dele. Fiquei morrendo de vergonha.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O relato está ótimo, bem objetivo!

 

Mas, em matéria de grana, quanto vc gastou na parte terrestre, mais ou menos?

 

Estou me programando pra passar uns 20 dias lá em agosto e queria saber se reservo 2.000 ou 2.500 dólares...

 

Valeu!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O relato está ótimo, bem objetivo!

 

Mas, em matéria de grana, quanto vc gastou na parte terrestre, mais ou menos?

 

Estou me programando pra passar uns 20 dias lá em agosto e queria saber quanto devo reservar, em dólares.

 

Valeu!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bacana demais seu relato.

to querendo ir pra inglaterra em outubro e talvez va a dinamarca.

To comecando os preparativos para saber se vou poder conferir estes belos paises.

 

Quanto ao apnana, lamento qeu vc nao tenha respondido a altura. Nao se envergonhe do nosso pais por isso. Todos paises tem o seu problema e este e um grande problema nosso, deveria ter dito a ele que a Alemanha matou 6 milhoes no passado e hj as pessoas nao deixam de ir para la por causa disso. Se vc fosse se apegar a isso nao entraria mais na Alemanha.

Portanto, eu tenho pena destes alemaes qeu falam isso, nosso pais é sensacional, mesmo com todos estes problemas.

 

Abracos

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora


×