Ir para conteúdo
Just Journeys

TRANSPIRANDO NOS TEMPLOS E RUÍNAS DE SIEM REAP, NO CAMBOJA

Posts Recomendados

Saímos do Rio no dia 28 de fevereiro, em pleno verão (que, dizem, lá não acaba nunca). Ou seja, o calor não nos é estranho. Nestes três meses de viagem passamos por temperaturas bastante elevadas na Tailândia, Laos e Vietnã. Mas nada, nada mesmo se compara ao calor do Camboja. E nada do que te digam antes poderá te preparar psicologicamente. A sensação térmica, sem exagero algum, beira os 50 graus. O que é um problema, pois não há como visitar Siem Reap sem se aventurar pelo imenso complexo religioso de Angkor.

 

IMG_4117.JPG.c72508e75de0b01e0e7dfdd4e555a1e9.JPG

 

Angkor Wat, o templo mais conhecido, é o mais preservado, além de ser a maior estrutura religiosa do mundo. Um dos tesouros arqueológicos mais importantes do planeta, calcula-se que 20 mil pessoas moravam dentro de suas instalações, que datam do século XII. Patrimônio da Humanidade pela Unesco, assim como os outros templos, combina arquitetura hindu e budista (a composição de Angkor Wat procura recriar um microcosmos do universo hindu).

 

Dica: uma boa ideia é visitar o Angkor National Museum na véspera da visita ao complexo, para melhor compreensão de seu significado religioso e de sua importância.

 

Sua construção é um mistério: por causa do tamanho e do peso das rochas utilizadas, estima-se atualmente que seriam necessários 300 anos para sua conclusão; entretanto, Angkor Wat foi construído em menos de 40. Os templos khmer foram inicialmente concebidos como morada dos deuses; Angkor Wat, por sua vez, tinha por finalidade servir de tumba para o rei, e os baixo-relevos em suas paredes narram histórias dos livros épicos hindus Ramayana e Mahabharata.

 

Há três opções de passeio pelos templos: durante um dia, três e cinco. Um dia é muito pouco para conhecer tudo, e cinco são demais. Levando-se em consideração que se gasta uma média de seis horas visitando cada templo, comprar o ingresso de três dias é a melhor opção (US$ 40).

 

Os hotéis, geralmente, têm seus próprios tuk tuks e te auxiliam a organizar os passeios. Funcionários atenciosos são essenciais para te ajudar a planejar tudo.

 

A partir de uma dica da recepcionista de nosso hotel, no segundo dia levantamos da cama às 4h30 da manhã para assistir ao nascer do sol no templo Srah Srang. Aliás, este foi o dia mais tranquilo, pois pegamos uma temperatura bastante amena, pelo menos, até umas 7h, quando já começou a esquentar bastante. Quando era perto de 9h, já estaríamos em avançado estágio de desidratação se não fosse pelo nosso bravo e valoroso condutor, que, com um cooler na parte traseira de seu tuk tuk, nos fornecia quantas garrafas d’água precisássemos.

 

Em relação aos templos, conhecemos cerca de uma dezena, e praticamente todos valem a pena. O turista só deve se preparar para o calor infernal, para subir – e descer – muitas escadas e caminhar bastante. Como dissemos acima, há templos cuja visita – em média – tem umas seis horas de duração.

 

De qualquer forma, o complexo é incrível e DEVE ser visitado. Aproveite os deslocamentos de tuk tuk entre um templo e outro para descansar, se reidratar, pegar um ventinho e apreciar a paisagem. Você precisará muito desses momentos.

 

Mas, certamente, você nunca irá esquecer as estonteantes ruínas arqueológicas e o deslumbre que os templos, carregados de misticismo, te proporcionarão.

 

Dica: Em Siem Reap todo mundo aceita dólares, e se pode sacá-los nos caixas eletrônicos. Não vale a pena trocar Riel.

 

[media]

[/media]

 

7 Candles Guest House

Endereço: 0307 Wat Bo Road, Cambodia

Site: http://www.sevencandlesguesthouse.com

Preço: US$20 a diaria

 

Angkor National Museum

Endereço: Charles De Gaulle, Siemréab, Cambodia

Site: http://www.angkornationalmuseum.com

Preço: US$12

 

Marum Restaurant

Endereço: #8A,B Phum Slokram, Siemréab, Cambodia

 

Palate Angkor Restaurant & Bar

Endereço: River Road, Siem Reab, Cambodia

 

Viroth’s Restaurant

Endereço: Wat Bo Road, Siemréab, Cambodia

 

Miss Wong

Endereço: The-Lane, Siemréab, Cambodia

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora


×