Ir para conteúdo

Malta - A joia do Mediterrâneo


Posts Recomendados

  • Membros

Fiz meu primeiro mochilão no início de 2013. Alguns fatores particulares me fizeram querer viajar pra experimentar novas experiências. Assim, conheci Uruguai, Argentina e Chile. Imediatamente viciei e fiz outro pela Europa por mais nove países: Holanda, Dinamarca, Alemanha, Rep. Tcheca, Eslováquia, Áustria, Hungria, Eslovênia e Croácia. Hoje, no total, são 20 países. Um deles em especial: Malta. Decidi fazer intercâmbio estudantil por aquela minúscula ilha durante cinco meses. A experiência foi indescritível. Costumo dizer que Malta é o país mais bonito por m².

 

Malta ainda é um destino pouco conhecido do público geral brasileiro. Situado a cerca de 90 km do sul da Sicília e menos de 300 km do norte da Tunísia, o arquipélago, desde os primórdios da civilização, foi habitado por diferentes povos – fenícios, árabes, romanos, normandos e outros – e hoje em dia detém particularidades das diferentes culturas.

 

O país é um conjunto de três ilhas próximas, tendo como Malta a maior e mais populosa, além de Gozo e Comino. A língua oficial é o maltês, mas toda a população fala inglês devido à colonização britânica recente (a independência ocorreu apenas em 1964). A influência inglesa se estende pela conhecida mão contrária dos automóveis nas ruas e as cabines telefônicas vermelhas tradicionais.

 

Apesar da pequena área e população de cerca de 420 mil habitantes, Malta é um prato cheio para as pessoas que gostam praias, arquitetura e belezas naturais. O clima é agradável e o inverno é curto em comparação aos outros países da Europa, com temperaturas mínimas beirando os 8°C. Para os amantes de diversão, a vida noturna é bem agitada e as regiões vizinhas de St. Julian’s e Paceville abrigam diversos bares, pubs e casas noturnas.

 

Malta é sem dúvida um destino inspirador, repleto de história e cultura, uma mistura de Europa, África e civilizações antigas que marcaram presença no mundo. Segundo a lenda, o apóstolo Paulo naufragou próximo à ilha e passou a viver por lá, disseminando o catolicismo, religião predominante até os dias de hoje. Vale a pena conhecer!

Editado por Visitante
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Respostas 37
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

  • Membros

A capital Valletta

Valletta se tornou a capital de Malta em 1571, após constantes ataques estrangeiros. Devido à sua posição estratégica de frente para o mar, além de abrigar dois portos naturais, a cidade fortificada foi construída sob a supervisão do grão-mestre da Ordem dos Cavaleiros de São João, Jean Parisot de la Valette. A partir daí, a área tornou-se mais populosa e o centro econômico do país.

 

Após séculos de guerras, hoje Valletta é uma capital tranquila, porém pulsante. A rua principal corta a cidade da entrada até o porto e é composta basicamente de comércio. Diversos restaurantes e lojas para todos os gostos – e bolsos – estendem-se pelas ruas da capital. A arquitetura particular, diferente de outras regiões do país, proporciona aos visitantes um passeio agradável. A vista do porto é de tirar o fôlego e é um dos cartões-postais de Malta. Vale a pena a visita.

 

A obra de destaque da capital é a co-catedral de St. John. Inaugurada em 1578 e ornamentada internamente de cor dourada, ela proporciona ao visitante uma visão única de poder e beleza. Além disso, abriga obras do artista renomado italiano Caravaggio. Valletta abriga também diversos museus, como o Museu Nacional de Arqueologia, o Grandmaster’s Palace (palácio presidencial), Museu Nacional de Artes Finas e o Museu Nacional da Guerra. Por todos esses motivos, Valletta foi eleita a Capital Europeia da Cultura de 2018.

598dcc3d7bd07_Valletta3.jpg.63478e77648fc8e46d0e4ff4791ebdc8.jpg

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Mdina, a cidade silenciosa

A cidade medieval de Mdina fica situada na parte oeste da ilha de Malta e foi capital do país até 1571, ano em que ocorreu a mudança para a cidade portuária de Valletta. Antes disso, Mdina era sede do governo municipal e centro administrativo da região, além de abrigar as forças militares de defesa dos inimigos.

 

Atualmente o munícipio encontra-se em perfeito estado de conservação, com construções dos séculos 14 e 15. Aos visitantes, caminhar pelos cantos da cidade parece uma viagem ao tempo. Além de ruelas vazias, não é permitida a passagem de automóveis no local, dando um tom de calmaria ao ambiente. Por esse motivo, Mdina é conhecida como a cidade silenciosa de Malta e hoje em dia é uma das principais atrações turísticas.

 

Logo de início, os visitantes encontram um imponente portão principal ao fim de uma ponte, construído em 1724 pelo Grão-Mestre de Vilhena, substituindo uma antiga entrada menor.

598dcc3e4dd8f_Mdina19.jpg.a0ddea9dcb10426ed8d99fe20adc8055.jpg

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Dentro dos muros da cidade, o passeio é agradável e silencioso. Não é difícil se perder no labirinto de ruas estreitas, mas isso não é motivo de preocupação devido às dimensões do município, além de que todas as entradas desembocam em pontos estratégicos de encontro. Há diversos monumentos antigos com menções religiosas e prédios para visitar. O Vilhena Palace, por exemplo, abriga atualmente o Museu de História Natural de Malta.

598dcc3f7b465_Mdina3.jpg.27a2639cc532519d527b16f20cbaded3.jpg

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

A construção que mais impressiona em Mdina é a St. Paul’s Cathedral. De acordo com a lenda maltesa, a catedral foi construída primeiramente em homenagem à Virgem Maria. No período de ocupação muçulmana foi desmantelada, sendo construída novamente e dedicada a São Paulo após o período de conquista dos normandos. Foi ampliada e reformada diversas vezes, mas um forte terremoto em janeiro de 1693 a destruiu quase por completo. A nova catedral foi construída pelo arquiteto maltês Lorenzo Gafà e foi finalizada em outubro de 1702 no estilo barroco.

598dcc3fb84c1_Mdina10.jpg.e6361a49cbdb03584a94a1616a85d451.jpg

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.


×
×
  • Criar Novo...