Ir para conteúdo
Rapha Oliver

Fernando de Noronha - Acessível para Todos

Posts Recomendados

Viagem a Fernando de Noronha.

Nesse relato passarei algumas das experiências que vivi em minha visita a Fernando de Noronha na primeira quinzena de Junho/15 com parte da Família De Palmas ( https://www.facebook.com/groups/369570583215832/?fref=ts ). Apresentarei sempre que possível os valores gastos e detalhes. ::otemo::

 

O Inicio

Um amigo (Jansen) viu que tinha uma promoção de passagens para Fernando de Noronha a R$799 ::ahhhh:: com as taxas na GOL e comunicou no Facebook que já tinha comprado, e vários amigos confirmaram a compra também, começou a realização de um sonho (mais da Thais ::love:: do que o meu). Devido a problemas de disponibilidade de data para solicitação de férias, não comprei no mesmo momento, mas o projeto ficou vivo na minha cabeça. Após uma reformulação no trabalho, as datas próximas da viagem ficaram livres, e tratei de pesquisar o valor da passagem para Fernando de Noronha com saída do Rio de Janeiro. Não consegui na mesma data de ida que eles (10/06 a 15/06), devido ao valor que estava disponível no momento. Então comprei a ida dois dias depois (12/06 a 17/06). ::hahaha::

 

O Valor

Como comprei cerca de 30 dias depois, o valor mais em conta estava R$990 :oops: com as taxas por pessoa na GOL, ou seja, no intervalo de 30 dias uma diferença de quase R$200 no valor da passagem. Na data da compra as passagens à ida dia 10/06 estava quase R$1.500 (Somente a IDA!!!). Logo, de passagem já se foram R$1.980,00 o casal. Porém, uma amiga que comprou bem depois de mim, consegui comprar na Azul fazendo duas paradas (Campinas / Maceió) por aproximadamente R$800 à ida dia 10/06

Compartilhar este post


Link para o post

A Pousada

Após comprar a passagem, a busca foi pela pousada ::sos:: . Após ler varias indicações no TripAdvisor chegamos ao Flat do Índio e a outras duas pousadas. A diferença entre elas era que o Flat do índio custava R$900,00 para os 5 dias sem café da manhã e as demais R$1.400,00 para os mesmos 5 dias com o café da manhã. Portanto, cada dia de café da Manhã custaria R$100,00. Isso dá um belo café da manha para duas pessoas. Outra coisa que influenciou na escolha foi o fato do Flat do Índio disponibilizar uma cozinha para os hospedes realizarem pequenas refeições. Logo, a pousada escolhida foi o Flat do Índio. ::otemo::

 

O Flat do Índio

O Flat do índio é uma Pousada Domiciliar, como se fosse uma casa e não possui recepção, "serviços de quarto" ou vendas no frigobar. Esta localizada na Vila do Trinta, próximo ao ponto do Ônibus, ao mercado Poti, banco Bradesco, da vila dos remédios e ao restaurante do Valdenio. O Flat possui cerca de cinco quartos com banheiro, um frigobar e uma TV. Ficamos no Quarto 3. Como já estamos acostumados a acampar, qualquer quarto com banheiro individual é um luxo. Não espere muito do Flat. E tudo muito simples. A cama de casal é a junção de duas camas box de solteiro de Molas. Pra quem gosta é sensacional. A Tv é de LCD, mas a imagem não é das melhores. O frigobar era novo, gelava que era uma maravilha igualmente ao ar condicionado Split ::Cold:: . Nosso contato direto foi a Dona Luci, Esposa do proprietário do Flat. Pessoa muito simples que gosta de uma boa prosa e esta sempre disponível. Ela cuida da recepção dos hospedes à limpeza dos quartos, quando solicitada. A limpeza dos quartos nós fazíamos, como foi possível verificar outras pessoas nos demais quartos fazendo também. Nada que impeça a Dona Luci de fazer. Sempre que pedíamos, prontamente trocava as toalhas. A cozinha possui pia, uma mesa com 4 cadeiras, um micro-ondas, um aparelho para fazer misto-quente, pratos, talheres, taças e copos. No meu ponto de vista foi um ótimo custo beneficio, visto que alguns amigos reclamaram muito de suas respectivas pousadas, falando do péssimo atendimento. Fomos muito bem atendidos e voltaria a ficar no Flat sem problema algum. ::otemo::

_DSC5769.JPG.c1ab587abdb5ed56f71900a86b10eef6.JPG

Compartilhar este post


Link para o post

As taxas ::dãã2::ãã2::'>

Após decidir as datas de viagem e a pousada o próximo passo e pagar as duas taxas obrigatórias ::grr:: . Só é possível pagar as taxas após compra da passagem e pousada, pois serão necessários o número do voo e o nome da pousada para preenchimento das guias para pagamento. A primeira é a Taxa de Preservação Ambiental (TPA) que custa R$ 51,40 por dia de permanência na Ilha ::ahhhh:: , portanto se você pensa ficar por 30 dias em Noronha pode reservar míseros R$ 4.240,50 por pessoa ::ahhhh::::ahhhh::::ahhhh:: . A TPA pode ser paga através do Site WWW.noronha.gov.pe. A segunda taxa é a de acesso ao Parque Nacional Marinho (PARNANORONHA) que resumindo é a autorização para ter acesso às praias e custam R$ 81,00 (brasileiro) ::ahhhh:: e R$ 162,00 (estrangeiros) válidos por 10 dias. Portanto, se você pensa ficar por 30 dias em Noronha, pode reservar míseros R$ 243,00 para pagar a PARNANORONHA que pode ser feito através do site WWW.parnanoronha.com.br. Agora é só esperar a data e curtir Noronha. ::otemo::

 

 

 

Fernando de Noronha

Chegamos a Noronha às 15h e já no aeroporto é necessário apresentar os comprovantes de pagamento da TPA ou pagar na hora, caso contrário, você não sai nem do aeroporto ::toma:: . Na saída para retirar a mala, um agente de turismo já entrega um mapa da ilha e orienta a adiantar o relógio em uma hora. Como Noronha está uma hora a frente do horário de Brasília, logo chegamos as 16h. Após retiramos a mala fomos abordados já na saída por taxistas. Todas as rotas em Noronha são tabeladas por local no tipo de/para, por exemplo, do Aeroporto até a Vila dos Remédios custa R$ 35,00 ou da Vila do Trinta até a Praia do Porto / Praia do cachorro/ praia do meio e da Conceição custará R$ 19,00. Não pegamos taxi. Enquanto aguardávamos as mochilas tinha uma senhora que mora em Noronha e estava com pressa porque já estava próximo ao horário do ônibus local passar. Questionei sobre o ônibus e ela informou que custava R$ 3,00 e deixava próximo ao Flat do Índio, bastava descer na Praça da Vila do Trinta/Mercado Poti. Acompanhamos a senhorinha e pegamos o ônibus. No caminho entre o Aeroporto e a pousada já encontrei alguns amigos (Flor, Julia e Pequeno) mesmo sem combinar e de cara já deu pra perceber que é tudo muito próximo. Quando ouvia falar de Noronha imaginava um local rico como Copacabana, chique como Paraty, bonito como Búzios ou algo que justificasse o pagamento de varias taxas, mas... Não espere muito da cidade. O asfalto só está disponível nas BR’s e as ruas auxiliares são de barro e/ou pedras e cheias de buracos, as principais praças estão largadas e mal iluminadas. Por valorizar muito o dia, durante a noite somente alguns restaurantes funcionam após as 22h. Apenas dois lugares mantém o som ligado ate mais tarde que é o Bar do Cachorro com suas famosas noites de Forró e o espaço Muzenza com reggae, samba e/ou forró. Identifiquei que muitos estabelecimentos aceitavam Cartão de Crédito. Em Noronha possui duas agências bancárias, sendo uma do Santander na Vila dos Remédios e a do Bradesco na Vila do Trinta. Possui uma agência dos Correios. A cidade é muito segura e possui ronda constantes tanto de carros da PM quanto da PF. Histórico de violência zero ::otemo:: . Possui um hospital público na Vila dos remédios pelos comentários parece ser muito bom. Venta muito quem não for acostumado poderá sentir frio a noite, mas nada insuportável ::Cold:: .

Compartilhar este post


Link para o post

Alimentação.

 

Café da Manhã : Como na pousada não oferecia café da manha, assim que chegamos fomos ao Supermercado Poti na Vila do Trinta e compramos queijo, manteiga, presunto, pão, água, suco, leite e Nescau no total de R$ 79,80. Porém, no dia seguinte encontramos o Mercadinho e Padaria Breakfast (tel: 08136190189) na Vila dos Remédios, na rua bem em frente ao canhão na praça com preços bem mais em conta do que o Potti. Simulando a primeira compra os mesmos produtos dariam R$ 50,39. ::ahhhh::

 

Almoço / Jantar: Qualquer restaurante que você sente e peça um/dois pratos e bebidas ou o tão famoso peixe na folha de bananeira não sairá por menos de R$ 100,00. Seguindo a sujestão de um dos guias, almoçamos no Restaurante do Valdenio na Vila do Trinta. Lá você consegue montar seus pratos com algumas opções de carne, frango ou peixe por R$ 25,00 com direito a um refrigerante ou um Suco de polpa ::otemo:: . Outra facilidade, e que o restaurante do Valdenio oferece quentinhas a partir de R$ 15,00 e realiza entregas basta ligar e pedir. Aceita Cartões de Crédito e vale refeição Alelo. ::otemo:: A comida é boa demais.

DSC08707.JPG.eeb36ede992277f110477218f3f0c2af.JPG

Compartilhar este post


Link para o post

Roteiros Realizados:

 

1. Chegada 12/06:

• 16hs: Aeroporto ---> Ônibus (Gasto R$ 3,00) ---> Pousada

No primeiro momento, fazer o check’in na pousada, acomodar as bolsas e correr para aproveitar o Por do Sol. Antes fomos até a agência Trovão dos Mares pagar o Passeio de Barco com PlanaSub (Gasto R$ 230,00/pessoa)

• 17hs: Pousada ---> Caminhando ---> Praia da Conceição (Vila dos Remédios)

Encontramos os demais amigos que já estavam na Ilha e aproveitamos o por do sol na Praia da Conceição, localizada aos pés do Morro do Pico um dos ícones de Noronha. Na maré alta, é um dos pontos procurados por surfistas. Ficamos ali conversando por um bom tempo.

• 20hs: Praia da Conceição ---> Caminhando ---> Supermercado ---> Pousada

Como não tinha café da manhã na no Flat do Índio, passamos no Mercado Potti (Gasto R$ 79,80) e após fomos para Pousada.

_DSC5581.JPG.94f7e24a0c9975afe750f97856de013b.JPG

Compartilhar este post


Link para o post

2. Segundo dia (13/06)

 

• 07hs: café da manhã na Pousada ::otemo::

• 08hs: Encontrar o restante do grupo em frente ao Mercado Potti (Vila do Trinta) para encontrar o Guia Felipe (81-996548145) para fazer a Trilha Longa da Atalaia (Gasto R$ 80,00/pessoa). A Trilha só é permitida de acordo com a maré baixa e é obrigatório ter guia local. Realizamos em cerca de 3h30 todo o trajeto, com direito a duas paradas para banho, com cerca de 30 minutos em cada parada. A parte mais chata é o trecho de pedras polidas, negras e escorregadias. A trilha e bastante fiscalizada e possui um limite de 100 pessoas/dia. Começa na Vila do Trinta e termina próximo ao Porto. ::otemo::

• 12hs: Praia do Porto ---> Ônibus (Gasto R$ 3,00) ---> Vila do Trinta ---> Restaurante do Valdenio

• 13hs: Almoço no Restaurante do Valdenio (Gasto R$ 25,00 (comida +bebida)/pessoa) e após comer fomos para a Pousada descansar.

• 15hs: Durante a Trilha da Atalaia, combinamos com o Guia Felipe (81-996548145) um mergulho de apnéia guiado na Praia do Porto com utilização de Snorkel (Gasto R$ 50,00/pessoa). Como saímos um pouco tarde da Pousada tivemos que pegar um taxi, logo Pousada ---> Vila do Trinta ---> Taxi (Gasto R$ 19,00) ---> Praia do Porto. No mergulho foi possível ver diversos animais de tubarões a Arraias, tartarugas marinhas a peixes de diversas cores e formatos. Os mais ousados conseguiram chegar bem próximo ao Naufrágio do navio Grego. Eu fiquei na beiradinha e vi arraia e filhote de tubarão e alguns cardumes. ::Ksimno::

• 17hs: Por do Sol na Praia do Porto

• 19hs: Praia do Porto ---> Ônibus (Gasto R$ 3,00) ---> Vila do Trinta ---> pousada.

• 23hs: Pousada ---> Caminhando ---> Vila dos Remédios

Aproveitamos o segundo dia para ver a noite de Fernando de Noronha. Só estava rolando um som no Muzenza, mas já estava terminando. Como já informado, a noite não tem muita opção.

_DSC5632.JPG.90f911c37badabbabe0d3f28ab1d1752.JPG

Compartilhar este post


Link para o post

3. Terceiro dia (14/06)

 

• 07hs: café da manhã na Pousada

• 08hs: Aguardamos o transfer da Trovão dos Mares (O transfer está incluso no valor do passeio com embarque e desembarque na pousada) para Encontrar o restante do grupo no Porto para fazer o passeio de Barco pelo Mar de Dentro com a equipe Trovão dos Mares ::dãã2::ãã2::'> - (81) 3619.1228 (http://www.trovaodosmares.com.br). “O passeio a bordo do Trovão dos Mares inicia no Porto de Santo Antonio, com destino as ilhas secundárias, uma região totalmente protegida sem acesso terrestre. Navegaremos por todo o mar de dentro para conhecermos todas as praias, passaremos pelo Morro do Pico com 321 metros, no Morro Dois Irmãos cartão postal da ilha e seguiremos pela Baía dos Golfinhos até a Ponta da Sapata para contemplarmos o Portal, uma "janela" com vista para o Mar de Fora”. Já no inicio do passeio, encontramos golfinhos que acompanharam o barco por cerca de 15 min. O almoço é oferecido com vista para a Baía do Sancho. A comida é boa...nada espetacular. A tabela de preço é única, logo... água, refrigerante, suco ou cerveja por R$ 5,00/unid . Realmente um dos melhores passeios durante esses dias em Noronha. ::hahaha:: O passeio dura em média 5 horas. Os que optarem em fazer o Prancha Sub trocará de barco e ficam mais 1h andando de barco pelo Porto de Santo Antonio e Morro de São Jose, sendo 30 minutos fazendo a Prancha Sub. Mesmo com muito medo eu fui, pq sou muito macho (rs) ::otemo:: , e conseguir apreciar a vida marinha e o Naufrágio do navio grego. Show de bola! ::love:: Pegamos o transfer oferecido pela Trovão dos Mares e ficamos na Vila dos Remédios.

• 17hs: Por do Sol na Praia do Cachorro – Na praia possui uma quitanda que vende bebida (entre R$ 5,00 e R$ 15,00) e tira-gosto (entre R$ 8,00 e R$ 18,00) e alugam stand up paddle. Ficamos por ali tirando algumas fotos e bebendo até após o por do sol. Lá fomos convidados para a noite do pagode dos anos 90 no centro cultural Muzenza (tel: 81-36190043). E recebemos uma boa dica; Após as 22 horas é cobrado R$ 25,00/pessoa ::ahhhh:: , porém você chegando até 21:30 consumindo no restaurante, não é necessário pagar a entrada.

• 19hs: Praia do Cachorro ---> Caminhando ---> Pousada

• 21hs: Pousada ---> Caminhando ---> Vila dos Remédios ---> Muzenza

Conforme fomos orientados, chegamos ao Muzenza por volta das 21:20h, compramos pizzas ( ~ R$ 55,00/cada – Aprox. 8 fatias) e bebidas. O Muzenza só oferece comida até às 23hs, após esse horário somente bebidas. Quando pedimos a conta estava o valor das entradas e cobrando algumas bebidas que foram pedidas e não foi entregue ::vapapu:: , contestamos e retiraram o valor sem maiores problemas. As 2hs da manhã voltamos pro quarto. :D

_DSC5949.JPG.d145ae569a12adc43d2f1bdfd8bcaa49.JPG

Compartilhar este post


Link para o post

4. Quarto dia (15/06)

 

• 08hs: café da manhã na Pousada

• 09hs: Pousada ---> Onibus (Gasto R$3,00/pessoa) ---> Baia do Sancho

Primeiro dia sem os demais do Grupo (exceto Talarico e o Luis, que ficaram até 19/06), após tomar café fomos para o nosso Ilha Tur particular. Pegamos um ônibus em frente à rua da pousada rumo a Baia do Sancho ::otemo:: considerada a praia mais bonita do mundo ::love:: . Descemos na BR e fomos andando por cerca de 20 minutos até o posto de identificação e depois mais 200 metros de trilha de fácil acesso para deficientes até chegar o mirante onde à vista é lindíssima, andando mais uns 100 metros tem um penhasco que da pra ver parte da Baia dos Porcos e o Morro Dois Irmãos ::ahhhh:: . Rende boas fotos e muitos likes no face ::tchann:: . O acesso à praia da Baia do Sancho é complicado, pois os degraus estão entre duas pedras e deve possuir cerca de 40 lances de escadas em um local bem estreito, mas ao chegar à praia compensa...muito bonita mesmo. O acesso é através dessa escada ou pelo mar somente.

• 11hs: Baia do Sancho ---> andando / carona ---> Praia dos Americanos---> Proj Tamar.

Voltamos da praia do Sancho e partimos para a Praia dos Americanos, no meio do caminho pegamos uma carona de buggy com um Casal Capixaba, que nos deixou na entrada da rua para a praia. Nessa rua já encontramos os dois amigos (Talarico e o Luis) que ainda estavam na ilha, indicando que estávamos no caminho certo. Chegamos à praia dos Americanos, passamos pela praia do Bode, praia da Cacimba do Padre até a Baia dos Porcos e lá ficamos por alguns minutos. Lindo demais. Voltamos pelo mesmo caminho e aproveitamos o embalo e fomos andando do ponto de ônibus até o Projeto Tamar para obter informações sobre a palestra diária. Fomos informados que às 15h ocorreria uma ação do Projeto Tamar na praia do Porto de Santo Antonio. ::hahaha::

• 14hs: Projeto Tamar ---> Onibus (Gasto R$3,00/pessoa) ---> Praia do Porto de Santo Antonio.

Saímos correndo do Tamar rumo a Praia do Porto. O ônibus demorou um pouco e quando chegamos à praia do porto os voluntários do Tamar já estavam na água para a captura de tartarugas marinhas. Eles retiram e fazem as medições e devolvem após anotarem e colocarem uma presilha com dados indicando a data e o local que foram capturadas e a época. No final os voluntários entregam um ticket que da direito a trocar por uma lembrança na sede do Tamar. Aproveitamos e ficamos ali vendo o Por do Sol. 8)

• 19hs: Praia do Porto ---> Ônibus (Gasto R$ 3,00/pessoa) ---> Vila do Trinta ---> pousada.

• 21hs: Pousada ---> Caminhando ---> Vila dos Remédios ---> Mercado---> pousada

DSC08619.JPG.5699630d5a5779ad0b4c028dc309277b.JPG

Compartilhar este post


Link para o post

5. Quinto dia (16/06)

 

• 08hs: café da manhã na Pousada

• 09hs: Pousada ---> Ônibus (Gasto R$3,00/pessoa) ---> Baia do Sueste

Dando continuidade ao nosso Ilha Tur, fomos em direção a Baia do Sueste ::Cold:: . O Ônibus deixa na porta do centro de visitantes. Não sei se era a época, mas foi a praia mais sem graça. Muitas algas na areia que dava um cheiro forte. Logo que passamos pela lojinha, fomos abordados por guias oferecendo mergulho de apnéia por apenas R$ 50,00/pessoa. Ficamos pouco tempo ai, optamos em fazer as trilhas próximas. Começamos pela trilha da Ponta das Caracas, que liga a praia do leão até a Baia do Sueste ::hahaha:: . A trilha deve ter em torno de 1km todo o circuito: fomos no Mirante Caracas e no Forte S.J. do Sueste e a trilha do Leão. Recebemos carona no trajeto do Mirante Caracas até a praia do Leão de um casal do Rio grande do Sul ::tchann:: . A praia do leão é linda ::love:: . Deserta de areia clara. Por estar voltada para o mar de fora é bem agitada e há varias marcações de desovas de tartarugas marinhas. Andamos por toda a praia ::kiss:: . No caminho de volta recebemos carona de um casal do Pará que estavam em lua de mel ::love:: e estavam de passagem por Noronha e depois iriam pra Sampa e Rj. Como eles estavam procurando lugar pra almoçar, para retribuir a carona convidei-os para comer no Valdenio conosco, pois também reclamaram do valor da janta no dia anterior. Contaram a historia deles de quando se conheceram até o casamento. Coisa de filme. Do Restaurante do Valdenio fomos pra pousada.

• 17hs: Pousada ---> Onibus (R$3,00) ---> Praia do Boldró

Em comemoração ao dia internacional da tartaruga marinha, o Projeto Tamar realizou a soltura de filhotes de tartarugas na praia do Boldró. Assim que os voluntários soltam os filhotinhos, eles vão ao encontro do mar. Segundo os biólogos, elas irão “guardar “ aquela localização e em algum dia elas voltarão - claro se sobreviverem no mundo marinho. Após, ficamos vendo o por do sol, que renderam boas fotos.

• 20hs: Pousada ---> Carona ---> Projeto Tamar

Ficamos lá no projeto assistindo a palestra sobre os tipos de tartarugas marinhas e o trabalho do projeto Tamar em Noronha. Todos os dias tem uma palestra diferente basta se informa quando estiver por lá. ::cool:::'>

• 21hs: Projeto Tamar ---> Onibus (R$3,00) ---> Pousada

Como o Valdenio já estava fechado ::putz:: , encontramos um local na Vila dos Remédios que vende comidas também a partir de R$ 20,00. Restaurante da Nanzinha tem varias lojas juntas e é bem em frente a praça da vila dos remédios. Compramos uma comida e coisas para o café da manhã no Braekfast e fomos dormir. ::quilpish::

_DSC6769.JPG.0a07e69aaaceebf014a758cec36d3a57.JPG

Compartilhar este post


Link para o post

6. Ultimo dia (17/06) :cry:

• 08hs: café da manhã na Pousada ::mmm:

• 09hs: Pousada ---> Caminhando ---> Praia do Cachorro (Vila dos Remédios)

Como nosso voo estava previsto para as 15hs, ficamos por perto mesmo, portanto fomos até o museu e conhecemos boa parte da historia de Fernando de Noronha, localizado próximo à igreja e depois subimos ate o forte dos remédios. Aproveitamos o resto do tempo na praia do Cachorro. No canto direito da praia do cachorro, nas pedras, há um buraco de águas cristalinas que os nativos realizam vários saltos e rendem belas fotos de flutuação.

• 12hs: Praia do Cachorro ---> Caminhando ---> Restaurante do Valdenio ---> Pousada

• 14hs: Pousada ---> Ônibus (R$3,00) ---> Aeroporto ---> Casa

 

Conclusões Pessoais:

1) Noronha só será caro se quiser esbanjar (ostentação). Como viajamos de duas a três vezes ao mês, preferimos ostentar de outras formas.

2) Não espere muito da cidade. Somente possui esse status devido à vida marinha.

3) Não tem vida noturna, que por um lado é bom.

4) Creio que 5 dias é o tempo suficiente para conhecer Noronha.

5) Cuidado onde você vai sentar pra comer ou pedir uma cerveja. Os valores variam de R$ 5,00 a R$ 18,00 reais o mesmo volume e a mesma marca de cerveja ::ahhhh:: .

6) Verificar se vale a pena pagar R$ 100,00 por dia de café da manhã. Pousadas com café da manhã cobram bemmmmm mais caro. ::ahhhh::

7) Conversem com os nativos, eles sempre vão lhe dar boas dicas. ::otemo::

8) Em junho é o período final das chuvas em Noronha. Tanto que a trilha de Atalaia longa fizemos com uma variação de sol e chuva, porém nada que atrapalhasse o passeio.

9) Respeite a natureza para que isso dure sempre. ::love::

 

Contribuição do Camarada Jansen da De Palmas (https://www.facebook.com/profile.php?id=100006160898826&fref=ts)

10) Dá para conhecer praticamente toda a ilha de ônibus. O ônibus passa de meia em meia hora e te leva a vários locais por apenas R$3,00.

11) O valor do Buggy está entre R$180 e R$200. Quem não está acostumado, o carro é muito duro e muitas vezes velhos, com diversos problemas para encaixar a marcha, por exemplo.

12) O único posto de combustível de Noronha cobra R$5,50 o litro de gasolina.

13) Fernando de Noronha é minúsculo. Abriga a menor BR do Brasil e abastecendo 10 litros de gasolina você consegue rodar muito bem durante um dia inteiro. Não encha o tanque para não ter prejuízo!!!

14) É possível comer bem e barato em Noronha. O restaurante do Valdênio é um bom exemplo. Mas procurando há outros.

15) Pessoal tem o costume de dar caronas. Então provavelmente alguém lhe oferecerá se estiver caminhando nas estradinhas secundárias que o ônibus não entra rumo a algumas praias, como Cacimba, Sancho e outras.

16) A praia do Cachorro é considerada uma praia urbana. Ótimo local para acabar os seus dias, tomando uma cervejinha e curtindo o pôr do sol.

17) Visite o forte de Nsa dos Remédios, na Vila dos Remédios. Além de lindo, a vista é maravilhosa!!! Ótimo lugar para ver a vila de cima e curtir o pôr do sol. Rende ótimas fotos.

18) Há ótimos pontos para mergulho livre que dispensa guias. O naufrágio do navio grego e a praia do Sancho são uns desses pontos. A Baía dos Porcos também é linda!!! Um verdadeiro aquário natural. O naufrágio do navio grego fica na praia onde há o porto. E de lá já dá para ver muita vida marinha. Vale a pena.

19) Não deixe de fazer pelo menos um mergulho de cilindro. Também é um belo espetáculo.

20) O Passeio no catamarã Trovão dos Mares, não é o mais barato. Mas compensa!!! Correndo atrás você consegue melhores valores. Vá um dia no porto e converse com os pescadores.

21) Não deixe de fazer o Plana sub. É muito bom!!!

 

Fim... ::otemo::

Espero que esse relato ajude na programação de sua visita a Noronha...

Qualquer duvida, pode entrar em contato através do face que tentarei responder se eu souber

 

Paz e Bem!!!!

_DSC7011.JPG.78110e7bc8e08e31e7c15e114962ab5b.JPG

Compartilhar este post


Link para o post

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.



×
×
  • Criar Novo...