Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Arquivado

Este Post foi arquivado e está fechado para novas respostas.

ogum777

Bicicleta para viajar pela America do Sul

Posts Recomendados

vc quer uma experiência zen, de autoconhecimento. ok, faça como os samurais: eles cuidavam todo dia das espadas, de lutar e etc. a espada boa não era a bonita, mas aque nunca falhava.

 

sua bike tem que ser assim. então comecemos por esse ponto.

 

1. esqueça quadros de alumínio ou fibra de carbono. nem pensar. isso é bom pra pedalar no máxio 100 kms, ou pra quem tem uma equipe de apoio atrás. isso não é o que vc quer, concorda?

aço, seja o pesado aço carbono, sej ao leve aço cromo molibdênio. são resistentes, muito, confortáveis, pois absorvem vibrações melhor que o alumínio, possuem capacidade de carga maior - evc estará carregando peso - e numa hipótese doida de quebra ou rachadura, qq aparelho de solda de serralheria em qq lugar conserta. alumínio precisa de soldagem especial, tratamento térmico e etc... onde achar isso no interiorzão? e use um quadro feio, com alguma pintura esquisita. chama menos atenção.

use um quadro do seu tamanho, com a sua medida. ou mande fazer, ou compre pronto, suas opções são infinitas: de quadros baratos dessas bikes de supermercado a quadros mais caros, feitos osb medida. mas que não tenham uma pintura bonita. preto fosco e um monte de adesivos reflexivos são uma boa pedida.

 

2. supensões: não precisa delas. são pesadas. são uma coisa a mais pra quebrar, pra fazer manutenção. cheias de areia, coo vão funcionar? serão apenas peso. por outro lado, um garfo de aço ou cromo absorve relativamente bem impactos e tb premite a instalação de bagageiro dianteiro.

 

3. marchas. esqueça 27 ou 30 marchas. use 21 ou 24: corrente mais grossa, mais resistente, demora mais pra trocar. e há maior oferta de peças, praticamente em qualquer lugar se acha. vc precisa de um cassete que comece com 34 dentes.por outro lado, 11 ou 12 dentes é o pinhão que menos usará, portanto é dispensável. pode usar um cassete de 7 velocidades, 14-34, que estará bom. pedivela? 44, 32, 22. de preferência com coroas de aço, que duram mais. use um grupo básico da shimano, pq chama menos atenção, dão menos manutenção e duram mais. shimano tourney, altus, alívio. dá e sobra.

 

4. eu gosto de pedal clipless, mas numa empreitada dessa usaria firma-pés. afinal, não precisa de calçado especial pra usar firma-pés. qq tenis serve.

 

5. bagageiros de aço. senão não aguentarão o peso.

 

6. alforges de corudra, pra aguentar o tranco, na frente e atrás, pra distribuir o peso.

 

o resto da tralha vc acha no mochileiros.com. aprenda a fazer espiriteiras, é a melhor coisa pra se usar numa viagem. escolha uma barrca durável. um saco de dormir bem resistente a frio. um isolante leve. o resto vc acha fácil.

 

 

 

ah, e um toqu. economize esses 500 dólares da viagem até a argentina. saia de são paulo mesmo. vc não estará saindo de férias como tempo contado, aproveite pra ir pegando preparo na estrada. se vc não temcoragem de pedalar no brasil não terá em outro lugar, concorda? e par ao bom viajante, toda viagem começa na porta de casa, e toda paisagem é bonita.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

ogum777 muito obrigado pelas dicas. Hoje possuo uma TREK 4300 2008 c/ uns 3000km de uso, estou pensando em utiliza-la na viagem. Não havia pensado no lance da suspensão e você tem razão, dar manutenção em uma dessas não é em qq cidadezinha.

 

Quanto ao ponto inicial, se eu sair em março de Rio Gallegos pegarei o final do verão da patagonia, porem, se eu sair do Brasil chegarei em pleno inverno patagonico o que tornara o inicio da viagem bem mais dificil, com estradas bloqueadas e tudo mais.

 

Você sabe quem fabrica bons quadros de "cromo molibdênio"?

 

Abraços,

Leandro

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

digita no google:

 

klaus poloni

 

igor miyamura

 

são dois fabricantes artesanais. fazem sob medida.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá Leandro!!

 

O Ogum disse tudo sobre a bike!!!

 

Vou te dizer que dá pra achar um quadro de cromo na internet ou na sua cidade tranquilamente... Eu encontrei um a uma semana e comprei, quadro e garfo de cromo por 180reais...

 

Alguns modelos de bikes antigas de cromo são: GT triple triangle fabricadas na decada de 90, Trek 800 até 860 eu já vi de cromo, Specialized da decada de 90 tbm tem cromo.... Então tem bastante quadro rodando por aí, com donos infelizes (pela bike ser velha e pesada) querendo se livrar deles.... basta você encontrar =)

 

Barraca, pra infrentar o inverno e ventos na carreteira aconselho a levar uma barraca boa, pelo menos uma manaslu se o $$ permitir...

 

Alforge, aconselho alforges da Alto Estilo, já usei em várias viagens, são muito bons, e vão aguentar o tranco da sua viagem tranquilamente... se quiser me mandar mp, posso te passar fotos e infos deles...

 

Não sei se você tem acompanhado o pessoal todo viajando por aí...

Mas tem um rapaz da minha terra que está fazendo um roteiro parecido com o seu : http://www.trilhasulamericana.com.br

Vale a pena conferir, lá você vai encontrar muitas dicas sobre o roteiro... outro site é http://www.confinsaustrais.blogspot.com

 

Parabéns pelo roteiro bem organizado, ficou muito bom os pontos marcados ali!!

 

 

Concordo com o ogum! Acho que vale a pena sair pedalando da sua cidade... vai ser muito bom pra você economizar os 500Dolares, e para ter um processo de aprendizagem na sua bike, com seus equipos AINDA no Brasil, pq se alguma coisa nãoo sair do jeito que você imagina, você poderá arrumar isso muito mais facilmente aqui no Brasil =)

 

Mais uma vez, parabens! Vamo nessa, vou tentar ajudar do jeito que der aí....

Quem sabe até nos trombamos na estrada, até lá pode ser que esteja viajando também! huhuhu

Abraçao!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Caro Leandro

 

Parabéns pela iniciativa o que para mim é metade do requisito para uma grande empreitada.

Já fiz a Carretera Austral de bike (sentido norte-sul) atravessei para a Argentina e fui até o estreito de Magalhães. Se quiser ver entre em http://brunopuga.blogspot.com . Inverno ali esquece, nao tem como. No verão é tranquilo, uma barraca 4 estações dá e sobra (mas de marca boa, nada de barraca do CArrefour hein?)

Bom, quanto as dicas do amigo em relação a bike eu vou comentar algo.

 

1 - Viajei com um quadro de cromo antigo, sem suspensão. Uma coisa é viajar por estradas lisas de asfalto, outra coisa é viajar pelo rípio argentino/chileno. Seus braços irão agradecer. Aí te dizem "Ahh mas vai dar manutenção". Dificilmente. Se você tomar alguns cuidados e de tempos em tempos dar uma geralzinha na bike ela não te deixará na mão.Tive vários problemas com a bike durante minha viagem: quebra de roldana de câmbio, bagageiro se desintegrar, e no final o quadro quebrar no meio e não ter conserto. A questão é a distribuição do peso e do próprio peso em si. Não leve muita coisa, esta é a hora do desapego.

 

2 - 27 marchas mais fraca que 24? Amigo, discordo TOTALMENTE. A resistência é até maior, é logico que vc não pode utilizar correntes ultraleves, mas uma XT e LX e até mesmo DEORE vão aguentar sim.

 

3 - A questão do quadro NECESSARIAMENTE TER QUE SER DE CROMO. Não, não é bem por aí. Sim, tem a questão de que se quebrar e tal um quadro de Cromo irá conseguir uma solda mais facil. Eu tive que apelar para gambiarras, devido à area remota em q eu estava.

 

4 - Não compre estes bagageiros vagabundos que eles não aguentam. Sugiro os TUBUS e TOPEAK ou contratar um bom cara para fazer um na medida (vide o cara do confins austrais)

 

Sua trek vai dar conta sim, fique tranquilo. Apenas saiba que não dá pra carregar 100kg + seu corpo em nenhuma bicicleta. O que eu gostaria de utlizar é um Bob Trailer, aí sim fica legal.

Vai cozinhar? Compre um fogareiro MSR, onde vc irá achar combustivel em todo o lugar, além de ser praticamente um fogão industrial.

Roupas? Leve poucas e boas, preferencia dry fit.

 

Alforges eu recomendo os Deuter e Ortlieb, totalmente impermeávies e com sistema Quicklock 1. É uma grana a ser investida, mas pra vida toda. Eu usava os da Curtlo, e tive alguns problemas (com os fechos) mas são excelentes, o duro é o sistema de fixação.

 

Se quiser mais informações sobre a patagonia, me chama no mail freaka (a) gmail com

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fala Freak! Massa, dei uma olhada no seu blog!!

 

Fez a carreteira em quanto tempo mais ou menos?

Procurei sobre o seu quadro quebrado e não achei muita coisa... Qual quadro era, e onde quebrou e tal??

 

Abraçs!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fala André

 

Realmente não tem no blog falando do quadro. Era um Trek antigo de cromo. Quebrou na junção do top tube com o seat tube e não houve conserto. Tive que continuar a viagem de carona/bus e distribuí as peças pra quem precisava.

Fiz a carretera em 1 mes mais ou menos, mas eu entrei em todas as estradas secundárias que cruzam a Carretera, por isso este tempo todo. Então além de cruzar de norte-sul, cruzei de leste a oeste tb a Patagonia.

 

 

Abs

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Que bom que era um trek, heheheh.......... comprei um gt de cromo, mas estou na dúvida se fiz um bom negocio em trocar o meu quadro de aluminio... Já que sempre vejo gente falando de quebra de quadro de cromo, mas raramente vejo gente falando de quebra de quadro de aluminio....

 

Mas então quebrou na solda? E nao tinha como soldar de novo pq? N entendi =p

 

Mas Show Freak!! Parabens pela viagem!!!!!! Espero muiito fazer a carreteira um dia!!! =)

Abração!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Quer dizer até tinha condições de consertar, mas ali não. E eu não tinha mais tempo hábil para esperar um conserto, muito menos grana para comprar outro.

Mas eu abusei um pouco do quadrinho. Levei muito peso, e concentrei d+ na traseira.

Tem coisas que vc só aprende na prática mesmo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

meeeee eu sonho em faze isso des de uma cara! mas nunca deu certo por causa q pessoas é umas coisa mto foda de axa, mas pessoas que disem que vão e realmente vão até o fim... ja fiz uma viagem de 500km de bnu ateh o sul da ilha de floripa e voltei, em quatro pessoas.. o nosso maior problema foi falta de dinheiro.... mas isso é so c meche q c arranja... vale muito apena tu desce pelo litoral cara, tu vai conhece praticamente todas as praias do litoral sul do brasil...só as peças de ferro da bike q não vão gosta muito, mas nada q uma manutenção constante não ajude.... sempre bem lubrificada, com os mecanismos lipos, aros centrados, pneus calibrados, sem pressa, pegar leve, muita agua, remendos, câmaras reservas, muita paciencia com os pneus e por ai vai.... quanto mais gente melhor, mais segurança, maior facilidade de se estabelecer nos locais e etc.... mas lembre-se de somente levar o essencial!

vo te passa meu msn por mp, pra trocarmos uma ideia

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites




×
×
  • Criar Novo...