Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Posts Recomendados

  • Membros

DIA 1 ►Distância percorrida: 86 km

Altimetria: 1.108 m

 

Hoje acordei muito cedo, 3hs, e a noite anterior já não tinha dormido muito bem.

 

Chegamos na igreja matriz de Mogi das Cruzes por volta das 5:30 hs, estávamos em 15 ciclistas, fizemos a reza e partimos rumo a Paraibuna, cidade a qual seria nossa primeira estada nessa jornada até a padroeira mãe Aparecida.

 

Na primeiro carimbo do passaporte, na Estação Estudantes, ainda estava muito frio e escuro, em torno de 10 graus. De lá partimos rumo a Guararema. Praticamente um trecho urbano no meio do escuro e do nevoeiro....

 

(Continue a ler em meu blog de cicloturismo: http://www.giraventura.com.br)

 

DIA 2►Distância percorrida: 68 km

Altimetria: 1.311 m

Deixamos a fria Paraibuna por volta das 7:30hs rumo a Redenção da Serra. Uma dor no meu joelho direito que me incomodava desde os últimos quilômetros de ontem, deram sinais de vida logo nas primeiras pedaladas da manhã, mas depois de aproximadamente uma hora, tudo esquentou e a dor que vinha e voltava já não me incomodava tanto.

A expectativa de hoje era de um dia com maiores elevações, comparado com ontem. A paisagem continuava deslumbrante como na segunda parte do percurso de ontem e depois de um primeiro morro de asfalto, entrei numa região em direção à Represa de Paraibuna (abaixo):

 

(Continue a ler em meu blog de cicloturismo: http://www.giraventura.com.br)

 

►Distância percorrida: 59 km

Altimetria: 450 m

►Saída de Taubaté foi meio preguiçosa porque sempre tenho aquela sensação de fim de jornada. Sei que a emoção sempre chega, umas vezes mais forte, outras nem tanto; um misto de acabou com um misto de que poderia continuar. Como na vida tudo tem fim, a aceitação faz parte desse processo.

O terceiro dia foi o dia mais tranquilo de todos, sim, existem algumas subidas mas nada tão pesado como no dia anterior. As dores sempre aparecem, seja num lugar, seja noutro, mas a capacidade que a nossa determinação tem de seguir em frente e conviver com essas dores é incrível.

 

(Continue a ler em meu blog de cicloturismo: http://www.giraventura.com.br)

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
×
×
  • Criar Novo...