Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Peça ajuda, compartilhe informações, ajude outros viajantes e encontre companheiros de viagem!
    Faça parte da nossa comunidade! 

Mauricio Yu

Viajando sozinho pela Europa e cai na Tomorrowland.

Posts Recomendados

Vou tentar ser breve e objetivo.

 

Então, conforme pesquise e busquei informações no site mochileiros, eu estava querendo fazer uma viagem pela Europa no mês de julho deste ano e principalmente queria visitar Auschwitz.

Eu não sei falar inglês isso já prejudica muito, mas assim, pesquisei bastante e mim programei. Primeiro decidir quais países eu iria visitar, sendo eles: Polônia (Cracóvia e Auschwitz), Alemanha (Berlim), Holanda (Amsterdã) Bélgica ( Bruxelas) e França (Paris).

Como podem observar, busquei seguir um roteiro que fosse mais barato, sem muitas e idas. Comprei uma passagem áreas para Cracóvia e outra passagem área de Paris para o Brasil.

Eu só tinha 19 dias para fazer essa viagem. Outra coisa importante foi que eu pesquisei sobre hostel e reservei dois dias na Cracóvia e somente reservei mais dois dias em Paris, assim eu fiquei livre para poder mudar minha programação de viagem conforme fosse melhor.

Outra dica importante é fazer o seguro de vida devido o Acordo de Schengen, assim você transita pela Europa tranquilo.

Fazer essas reservas foi muito bom, pois quando cheguei na imigração em Frankfurt, só apresentei todos esses documentos, mais meu passaporte “virgem”, o policial apenas perguntou o quê eu ia fazer lá, então disse que era férias, não cheguei ficar 03 minutos e fui liberado.

Outra dica importante é ter um bom celular para acessar a internet, pois na Europa é fácil o acesso a internet gratuita no shopping, terminal de ônibus, trem, McDonald's e vários outros locais, pois isso muito ajuda nos deslocamentos. Eu comprava passagem de ônibus, reserva hostel e pesquisa locais de visita tudo pelo celular mesmo.    

Cada país tem sua beleza e peculiaridade, porém pra mim deu tudo muito certo, conheci muitas pessoas de várias partes do mundo e inclusive vários brasileiros. Acabei encontrando um amigo brasileiro e sua esposa na cidade de Berlim, foi muito por o caso. Fui convidado por eles para ir à Tomorrowland que aconteceria na cidade de Boom na Bélgica, eu nem sabia o que era esse evento. Rsrsrsrs. Então, eu disse que não iria, pois não fazia parte da minha viagem. Assim embarquei para Amsterdã, onde fui a muitos lugares e gostei de mais de visitar a casa de Anne Frank.

Eu peguei um trem de Amsterdã pra Bruxelas, onde conheci dentro do vagão um casal de brasileiros (paulista e paranaense), pessoas fantásticas. Eles também falaram demais da Tomorrowland.

Em Bruxelas e fui a vários locais, passei por quatro hostel até encontrar um com bom preço e excelente conforto, onde acabei novamente encontrando com meu amigo brasileiro na rua próximo ao hostel onde fiquei hospedado.

No dia que estaria começando a festa da Tomorrowland, decidir ir pelo menos um dia no evento, quem disse que eu conseguia comprar ingresso pela internent, então comecei andar pelo centro de Bruxelas, foi quando vi um grupo de pessoas que estavam vestidas no estilo da festa, sendo assim, fui atrás deles e encontrei o local de embarque dos ônibus que levava o pessoal para a festa.

Fiz contato com uns brasileiros que estavam na fila e acabei comprando ingresso para os três dias de festas. Mas uma vez mudei toda a minha programação de viagem e foi uma das melhores coisas que eu fiz.

A festa é muito boa, encontrei com muitos e muitos brasileiros e todos os três dias de festa aconteciam várias aventuras tanto para ir da cidade de Bruxelas até Boom, como também na volta. Nem dá para acreditar, mas eu cheguei a guiar um taxista de Boom pra Bruxelas, onde eu, três amigas paulistas e um baiano (todos gente finíssimas), pegamos o taxi 02 da madrugada e ele disse que não sabia o trajeto até o hostel. Foi muita zueira a viagem toda.   

Após as festas da Tomorrowland, acabei encontrando um bar em Bruxelas, onde era o point dos brasileiros, muito massa, era gente de todas as partes do Brasil! Tudo muito alegre e amigo.

Finalizei minha viagem em Paris, onde contei com apoio do baiano da corona para Tomorrowland, hoje grande amigo.

Não tive nenhum problema, tantos os brasileiros quanto os gringos estiveram sempre dispostos a me ajudar.

Ah, lá encontrei muitos mochileiros e moveleiras curtindo viajar sozinhos.IMG_20170802_132844701.thumb.jpg.4110b078a015f1fa02279872ab13fbae.jpg

IMG_20170720_044441030_HDR.jpg

IMG_20170723_170450361.jpg

IMG_20170724_034036844_HDR.jpg

IMG_20170725_095123869_HDR.jpg

IMG_20170729_195334271_TOP.jpg

  • Gostei! 3

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@mauricio yu como você conseguiu sobreviver sem o inglês? rs

Já fiz um mochilão pela Europa com uma galera mas não falo inglês, como eles falavam ficou tudo bem. Pretendo fazer outro mas queria ir só, só que não falo inglês, tem alguma dica?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Opa, tudo joia? 

Então, eu utilizei muito o Google Tradutor, ajuda demais. Abaixe ele pra funcionar offline, como também baixei o mapa dos lugares que você for. 

Vc também acaba encontrando muitos brasileiros neste período de junho e julho, o quê ajuda demais. 

Lá também tem muito locais com internet aberta, assim também ajuda nas pesquisas. 

Reserva de hostel, compra de passagens de trem e ônibus, fiz tudo pelo celular

Espero ter ajudado. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...