Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
tássila.paiva

Paris - Março de 2017

Posts Recomendados

Oi viajantes. Em março deste ano, eu e meu marido nos aventuramos numa viagem por Roma e Paris. Já postei aqui os relatos de Roma, mas estava devendo o de Paris. Bom, aqui vai:

Passamos cerca de 7 dias em Paris, na verdade, 6 dias e meio, por que o primeiro dia, o dia 18 de março, foi quando saímos de Roma na manhã para ir a Paris. Fizemos o traslado pela Air France, compramos as passagens em dezembro de 2016 e pagamos 470 reais os dois. Havia passagens mais baratas noutras companhias áreas destas low cost, mas optamos pela air france porque o preço se equiparou e podíamos levar bagagem de porão (estávamos com 1 mala a ser despachada).

Então, no sábado ainda umas 7hs saímos do apartamento que estávamos em Roma no bairro Testaccio, e caminhamos até a estação Ostiense, onde passa o ônibus T.A.M. que faz o percurso até o aeroporto Fiumicino. Nosso vôo estava marcado para as 10:05hs e voamos pela Alitalia em parceria com a Air France. Confesso que, das companhias áreas que conheci, achei esta (Alitalia) um tanto desorganizada. Mas tudo correu bem. Vale apontar que no vôo, eles serviram uma refeição e, durante o serviço o comissário de bordo, identificou que éramos brasileiros pelo sotaque do meu pessimo inglês e simplesmente parou o serviço para papear conosco. Sério! Ele era de Nápole, falava português e veio nos estimular a conhecer Nápole.

Desembarcamos no CDG às 12:30hs. O aeroporto é enormeeeee.... mas não senti dificuldades de descobrir onde ficava o RER. No mesmo dia que chegamos, houve algum tipo de incidente no outro aeroporto, o Orly e por isso, havia uma movimentação muito grande de agentes policiais no CDG tbm. Ainda no aeroporto compramos nossos Navigo Decouvert, uma espécie de pass para os transportes públicos. O cartão em sim, custa 5 euros e nós abastacemos cada cartão com a recarga semanal, que é válida de segunda a domingo da mesma semana, deste modo, só podíamos começar a utilizar o cartão a partir de segunda. Cada recarga semanal custou 22,80 euros. Além disso, compramos também um pac de 10 tickets que usaríamos no sábado e no domingo, custou 15 euros e, compramos os tickets do RER B, a 10 euros cada. Embora, só começassemos a usar o Navigo na segunda feira, pelo que já havíamos planejado, sabíamos que valeria a pena, já que em Paris o uso do transporte público é extramamente necessário.

Então, chegamos em Paris mesmo umas 14hs já. Também alugamos um apartamento pelo airbnb numa área central, mas não tão cara em Paris. Ficamos próximos a estação de Stalingrad, próximos mesmo, descíamos da estação e estávamos no apartamento. O prédio era antigo, como tudo em Paris rsrsr. E, como era uma época em que havia chovido, no hall de entrada do prédio havia um cheiro de coisa molhada e tal, mas apenas no hall. O apartamento em si, era simples, mas completo. A cozinha tinha tudo o necessário, a casa tinha aquecedor, enfim: tudo certinho. Nossa estadia foi boa. Pagamos 1100,00 reais por 7 diárias.

Antes de viajarmos, eu já havia pesquisado os trajetos para nossos roteiros diários a partir do apartamento, ainda assim, foi muit útil usar o app do Here We Go, onde baixamos os mapas da cidade e o utilizamos off line.

Não tivemos dificuldades nenhuma com a sinalização do metro, e quando chegamos na Gare Du Nord, logo identificamos a linha de metro que nos levaria até o apartamento. Fomos recebidos pela nossa host, deixamos as malas no apartamento, trocamos de roupa e saímos para aí sim, começar nosso dia em Paris. Já eram umas 15hs. Como havíamos beliscado uma coisa ou outra, não estávamos com aquela fome. Descidimos ir logo ao nosso passeio e lá vermos o que comer.

Nosso roteiro se iniciou pelo Montmartre. Por se tratar de uma área um pouco afastada dos demais pontos turísticos, descidimos iniciar por aqui. Fomos de metro e que surpresa ao chegar na região e vermos toda aquela movimentação. Muiiiitas lojas de souvenirs e muita gente andando. A rua que dá acesso a Sacre Coeur então, lotada de gente. Logo esbarramos com uma brasileira que mora lá, é incrível como tem brasileiro em todo lugar!

De início, ignoramos as lojas de souvenirs e fomos direto para a Sacre Coeur (a entrada é free), pegamos uma filinha básica e entramos na basílica. A vista lá de cima é linda. A igreja é linda. A região em si, é encantadora. Há a opção de um funicular para subir até a igreja, mas optamos pela escadaria mesmo e a subida foi bem tranquila. Da igreja fomos ao muro do amor, e digo: o passeio é tão bom quanto a atração em si. O bairro é a atração! Depois de irmos ao Muro do amor, aí sim demos alguma atenção as lojas de souvenir, lojas de chocolates etc. Paramos para fotografar o Moulin Rouge, muito mais lindo pessoalmente do que nas fotos. Paramos brevemente para comer alguma coisa, num resaurante super conceituado: o Mc Donalds hahaha.

 

paris1_05.jpg.78dca972de4e41a073473abd3183c96b.jpgparis1_04.jpg.14f0d346a38978992c9b10a53c57ace9.jpgparis1_03.jpg.a94d748a2d5b792ffd4bb6dcb75b86ac.jpgparis1_02.jpg.a263febd1def2a72593a7e061b4f23d2.jpgparis1_01.jpg.c5f2937a083cd160d065b58b0790eb75.jpg

 

De lá fomos caminhando até o Museu Grévin, que é o Museu de cera de Paris, não conhece o Madame Tussaud mas, dizem que o Grévin não tem a mesma qualidade. Ainda assim, gostei da experiência. Chegamos no limite da hora em que é permitido a entrada. O ingresso custou 24,50 euros cada.

paris1_10.jpg.b1b716300e9641f8792c9748b38b321e.jpgparis1_09.jpg.b66ac2c83be80458b5c2d77f4f85aff5.jpgparis1_08.jpg.2822064e71a1ed801511009b69d16aef.jpgparis1_07.jpg.be24b8c2558a10b58c1c589065e68cf7.jpgparis1_06.jpg.15c6e19a55e37ecbd1dffafc9a6e4113.jpg

 

Ao sairmos do Grevin, pegamos um metrô em direção à Torre Eiffel.

 

paris1_11.thumb.jpg.971be1e01a4d4257c1030170fc72b1b3.jpg

Ela é lindaaaaaaa!!!! Amei mesmo! Ficamos por lá, até vermos ela piscar. Hahahah. Depois voltamos pro apartamento para descansar. Antes, passamos num Monoprix perto do apart para comprinhas básicas.

Nosso segundo dia, era um domingo. Pesquisei antes sobre quais atrações e/ou regiões estariam abertas nesse dia. Começamos o dia, com um café da manhã em casa e, em seguida, partimos rumo à Torre Eiffel. Já havíamos visto ela na noite anterior, mas agora era o momento de vê-la à luz do dia. Igualmente linda rsrsr. Não saímos de casa tão cedo assim, saímos umas 9hs já. Ainda assim, passamos um bom tempo na torre e redondezas. Na verdade, admito que boa parte desse tempo eu estava convencendo meu marido a subir à torre comigo, não tive êxito! Rsrsrs ele tem pavor de altura! Comemos o famoso crepe que fica na torre eiffel! Nossa programação seguiu com um passeio de barco pelo Senna. Optamos pelo bateaus parisiense e pagamos 17 euros cada um. O passeio leva em torno de 1 hora e, eu recomendo. Durante o passeio já foi possível ver muitos dos pontos turísticos que ainda visitaríamos e o legal é que, de uma ótica diferente. Após o passeio, fomos até o Trocadéro, onde diz-se ter a melhor vista da Torre  Eiffel. De lá, já eram hora do almoço, mas como saímos de casa tarde e comemos crepe, não estávamos com fome ainda, optamos por seguir o roteiro. Evitamos parar pra comer nessa região, porque né: é uma das áreas mais caras.

paris2_08.jpg.028512714def7befaeb45656956b329e.jpgparis2_06.thumb.jpg.f8187502999b0e99f5f6c51db703b317.jpgparis2_05.jpg.d01bb685b56726a3bc52cd4a9490ff0a.jpgparis2_04.jpg.0f7411ed9033d078c3d205ec5ba84b4e.jpgparis2_03.jpg.9f404e841d79c4e376897f774536e56b.jpgparis2_02.thumb.jpg.c6c5f87479ad5cb056936c045e618532.jpgparis2_01.thumb.jpg.db6673d81f251f991f56c109267908ae.jpg

 

Partimos para o Arco do Triunfo caminhando. Antes, passamos no Petit Palais, no Gran Palais e no Palais de Tokio. Havia uma exposição gratuita. Depois: arco do Triunfo. Vale a pena destacar que, o Arco do Triunfo fica na etoile, ou seja, um cruzamento de ruas em formato de estrela e, não há sinalização para permitir a travessia ao arco do Triunfo pelas ruas. Há um acesso subterrâneo que torna o acesso fácil. O Arco do Triunfo é enormeee e lindo também. Há a opção de subir ao terraço do mesmo. Também não subimos. Uma das ruas que formam a Etoile é a Champs Elysees e, do meio fio da mesma é possível fazer fotos do Arco com um ângulo perfeito. Outra curiosidade é que, do Arco do Triunfo é possível ver o Arco do Louvre e o Arco de La Defense, estes três estão alinhados.

paris2_11.jpg.ef81879fd4a8d48685f80838446e1dee.jpgparis2_10.jpg.a63659f90a0dfc15ffffa7b7daea23ad.jpgparis2_09.thumb.jpg.c301d3570d52e12218834ea12fbccde5.jpgparis2_07.thumb.jpg.fab034e91fc0cc746ec55831c94e2d2c.jpg
 

 

Seguimos o roteiro pela Champs Elysees, sem pressa. Entrando e saindo de lojas e apreciando o tour. Ao longo da avenida, há alguns show rooms de carros: da Renault, Peugeot, Mercedes Benz. Também há lojas famosas: Sephora, Mac, Luis Vutton, Ambercombrie & Fitch etc. Já umas 15hs e ainda não havíamos almoçado, paramos na Ladurée e, sim, gastamos lá o equivalente ao nosso almoço do dia. Provamos os famosos macarons, chocolate quente, e um tipo de bolo chamado Luis eu acho, pagamos uns 25 euros. Acredite: a loja tem fila para entrar. Gostei de tudo o que comemos, realmente bom!

paris2_12.thumb.jpg.5dbe8d9fb37356fef9ff423c74e967d5.jpg

 

Caminhamos por toda a Champs Elysees e fomos até Place de La Concorde, onde fica o jardin des tuleiries e a La Grande Roue (roda gigante). Como havíamos caminhado bastante, nos permitimos sentar e relaxar. Lá comemos mais uma guloseima. Em seguida, ainda caminhamos um pouco às margens do Sena e partimos de metro para casa.

 

paris2_14.jpg.5806af9015c0405a2658f3a92a58c04f.jpgparis2_13.thumb.jpg.dfa84add95cb0f4752dd6bfbcce7f2f2.jpg

Nossa segunda-feira e terceiro dia em Paris se iniciava pelo Louvre (ingresso: 15 euros cada). Reservamos a maior parte do dia para o museu e, admito, é pouco. Na verdade o museu é tão grande que, para conhecê-lo todo seriam sim necessários mais que um dia. São 14 km de corredores! Mas, fizemos como a maioria, selecionamos aquilo que mais nos interessava e focamos nisso. A Monalisa (obvio!), os apartamentos de Napoleão, a esfinge, o Louvre medieval, a parte grega e egipcia. Chegamos no Louvre umas 7:30h (há fila e grande) e saímos de lá às 13:30hs. (obs.: havíamos lido em alguns blogs que há uma entrada pela Rue Rivoli onde não há filas, fomos direto pra lá, mas não sei a razão a mesma não estava funcionando, o funcionário no local ainda tentou me explicar o motivo mas não entendi bulhufas do que ele falou. Rsrsr) Ainda no Carrousel do Louvre nós almoçamos, há uma praça de alimentação, comemos por ali e gastamos 18 euros os dois juntos porque dividimos a refeição.

paris3_04.thumb.jpg.3f31e5460724f13c5ccbd62607e83c8b.jpgparis3_03.jpg.346b113cd07cd0f52b2e094ff994450b.jpgparis3_02.thumb.jpg.b7d47d8c28be3ceebc3a9f3a7f304b88.jpgparis3_01.jpg.ee7822dad686c2420fec2d9d498d2724.jpg

 

Saímos do Louvre e caminhamos um pouco pela Rue Rivoli. Nesta rua também há muitas lojas conhecidas. Já umas 15hs, pegamos um metro para a Opera Garnier, a intenção era entrar, mas acabamos não fazendo o passeio e fomos direto para as Galeries Lafayette. Tudo um luxoooooo! Sério! Só marcas de luxo, dessas que eu ficava com receio até de arranhar e vitrine e ter que vender um rim para pagar rsrsrsr. Mas, obvio: olhei tudoooo! Fomos até o terraço que dá uma vista legal (Joeles não chegou perto da varanda hahaha). Já umas 17hs saímos de lá e nosso roteiro havia acabado. Então, decidimos pegar o metro até Créteil. Eu havia colocado o shopping Creteil Soleil no roteiro noutro dia, e o colouei porque lá há uma primark. Como não queríamos voltar para casa de imediato, decidimos ir logo lá, ao menos para ter certeza dos preços e tal e assim decidir se voltaríamos para comprar. Já chegamos no shopping umas 18hs e, obvio: eu surteiiiiiii! Não havia mais muito tempo para compras porque logo o shopping fecharia e lá não tem essa de você entra na loja nos últimos minutos abertas e eles esperarem não, eles fecham mesmo, independente do quanto vc vá comprar. Além do mais, também não levamos money para compras nesse dia, o money havia ficado no apart (para a viagem levamos apenas em espécie e num cartão pré pago). Daí que, já comecei a reorganizar o roteiro dos demais dias para voltar na Primark já no dia seguinte (no meu roteiro inicial, eu iria lá apenas no último dia). Ficamos mais um tempo no shopping. Comemos um gelatto por lá e depois voltamos para casa.

paris3_07.jpg.f1efd27105c9fc3bde74a324b5c24f37.jpgparis3_06.jpg.0493820b37992d149e9c80f7a1fd7968.jpgparis3_05.jpg.dbd44e7dad768d7c6abbd00951ac6e9a.jpg

 

Na terça feira: #partiucomprasprimark hahahahah... reorganizei os roteiros  trouxe as compras que seriam na sexta feira para a terça! Não acordamos tão cedo, já que o shopping só abriria as 10hs. Saímos de casa as 9hs e chegamos lá, logo que ele abriu! Acreditem: ficamos na loja das 10hs às 15hs direto! A loja é enormeeee e nós pegamos muita coisa, depois fomos selecionando o que de fato compraríamos. Em Paris, assim como em Roma, é possível fazer o tax free ou détaxe. Para compras acima de 175 euros na mesma loja e na mesma compra, você solicita a detaxe e recebe um documento que te dá direito a ser reembolsado o valor do imposto local (mais ou menos), mas trocando em miúdos, você é reembolsado pelo menos 15% do valor da compra no aeroporto na hora de voltar para casa ;) Saindo da loja almoçamos no shopping mesmo, e seguimos para casa, deixar as coisas que havíamos comprado. Ao todo gastamos cerca de 280 euros apenas na Primark. Comprei muitas roupas pra meus filhos, calças jeans de 5 euros para eles, para mim e para meu esposo as calças estavam a partir de 9 euros, bolsas muito baratas, fora as ponta de estoque onde era possível comprar tênis a 2 euros! Pireiiiii!

 

paris4_01.jpg.83f9d25af802299aa8d1466f796fcd31.jpg

Tomamos um banho e, saímos até uma Toy Rus (havíamos pesquisado lojas de brinquedo na internet) para comprar os presentes dos meninos (viajei sem meus filhos: Gabriel, hoje com 8 anos e Rafael, agora com 5 anos). Já estava anoitecendo. Na Toy Rus, nós compramos 2 patinetes, um a 36 euros e outro a 28 euros. Sendo que, este de 40 euros é um patinete para adulto mesmo, o compramos para Gabriel e o menor para o Rafael.

Essa Toy Rus ficava nas redondezas da Université Paris Diderot e havia uma área com muitos estudantes e uns food trucks. Ficamos por ali, tava bem animado e aproveitamos para comer. Voltamos pra casa por volta das 20hs para descansar e, aproveitar o dia seguinte.

paris4_04.jpg.c7cb38ec4de84cad33550c807b8554b4.jpgparis4_03.jpg.04d9263b0ad650f670301f5f1fdf9fab.jpgparis4_02.jpg.21fd8dc5a254c19f2c36d4e3abcefe9e.jpg

 

Quarta-feira chegou e nós reservamos o dia para conhecer o chateau de versailles. Fomos de metro até a estação Musée d’Orsay e lá então pegamos o RER C – Rive Gauche que vai até o chauteau, é preciso um certo cuidado na hora de pegar o RER porque há outros RER C que vão até outras estações mais distantes do castelo.

Saímos cedo. Chegamos ao palácio e compramos o ingresso que dá acesso também aos domínios de Maria Antonieta. O ingresso custou 15 euros cada. O castelo é muito bonito e o teori histórico dele é muito importante, porém como já havia ficado bastante deslumbrada com os apartamentos de Napoleão no Louvre, achei que os aposentos da nobreza em Versalhes não eram tão luxuosos quanto os de Napoleão. Mas, a visita é fantástica. A galeria das batalhas e a galeria dos espelhos também valem a visita.

A área do castelo é enorme. Caminhamos pelo Jardim que é enorme e lindo... fomos até os Domínios de Maria Antonieta e seu jardim, onde há um ‘templo do amor’.

O dia foi reservado ao Castelo mas saímos de lá antes do previsto. Fizemos um lanche num restaurante que há no jardim (uns 15 euros) e, saímos do castelo às 15hs.

paris5_09.jpg.423b82ef103efe218f2d9f6823f991c5.jpgparis5_08.jpg.2aa9e1096faadd6de3f3f4a7a09669ac.jpgparis5_07.jpg.64cb80648d8de5f597f81540717ecfbf.jpgparis5_06.jpg.e9fd34d327c5a69370b53b49eba9b09d.jpgparis5_05.thumb.jpg.1178ca7da3ba1032e180786ac8d59a84.jpgparis5_04.jpg.7a260dc9c0822be6f8b562b08378739d.jpgparis5_03.jpg.7dd8919dea8f47b9402ad4f6ada06af6.jpgparis5_02.jpg.a6f3ffae03dda844f8124efefb61af72.jpgparis5_1.jpg.7b3ac9c99beb9ce8204ac347056af9b4.jpgparis5_01.jpg.171a27ea084c8eebd2b60014b6c565d0.jpg

 

Ao retornarmos para Paris, fomos de metro a uma região da cidade que difere de todo o resto; É uma área com prédios super modernos e até meio futurísticos. Já chegamos no lugar quase as 17hs. Fomos ao shopping Les Quatre Temps, passeamos e aproveitamos para comprar no Auchan que fica nesse shopping uma mala para trazermos tudo o que compramos em Paris rsrsrs. (Compramos uma mala grande a 30 euros).

paris5_16.jpg.974a3b4ff92b080efe18a0dcbf999f21.jpgparis5_15.jpg.887694884927480073da58f8dbaa5728.jpgparis5_14.jpg.0f84f8c2d13f23fd4a2b81a1c0958ea0.jpgparis5_13.jpg.aaf315840615b26f187b681a9265f96b.jpgparis5_12.jpg.bca7ae935027844c53de5b28e879c170.jpgparis5_11.jpg.c0555f03d63df198c028a94de106da2c.jpg

 

Saindo de La defense fomos para o apartamento.

A quinta feira começou e fomos para a Catedral de Notredame. Chegamos relativamente cedo, umas 8hs mas já havia fila no local. Percebi que todos estes pontos turísticos tem filas, mas não o bastante para esquentar a cabeça porque elas andam rápido (diferente das filas no Brasil). Entramos na Catedral (ingresso gratuito). Vale a pena observar cada detalhe. Há inclusive uma maquete explicando como a igreja foi construída e mostrando sua evolução através dos tempos. Saindo da Catedral, passeamos no seu entorno. Há outras duas atrações que podem ser visitadas: a conciergerie que, se não me engano, é onde Maria Antonieta esteve presa e a Saint Chapelle. Até me empolguei para entrar na Saint Chapelle porque estava curiosa para ver os vitrais sob a luz do sol, mas meu esposo não estava muito para entrar nos lugares nesse dia, estava mais para passeios mesmo e, além disso, o dia estava nublado. Vimos o ponto zero de Paris e fomos na Pont Neuf, nova ponte dos cadeados. Sim, é isso mesmo: como ficou proibido colocar os cadeados na pont des arts, o movimento migrou para a pont neuf. Só pra constar: havia pesquisado isso antes de ir e levei o cadeado daqui. Fiz bem, pois nas proximidades vendiam cadeados a 10 euros!

Seguimos caminhando, vimos a Notredame por trás, havia uma pracinha super charmosa e com wi-fi liberado (vale dizer que, não compramos chip para usar internet lá. Usava apps off line, postava fotos quando estava no apartamento e para ir me comunicando com a família no Brasil, o fazia a noite do apartamento ou aproveitava sempre que estava em algum restaurante ou lanchonete. Principalmente as redes fast foods, elas tem wi fi liberado). Em seguida passeamos pela Ile Saint Louis. Lá comemos um Berthillon, um gelato simplesmente D-I-V-I-N-O! Relaxamos um pouco. O tempo estava fechado, até garoou um pouco mas, nada que impedisse dois viajantes de aproveitar o local. Fomos até o Instituto do Mundo Árabe. Um prédio que em sua cobertura tem uma vista muito bacana de Paris e do Sena e, o melhor: gratuita!!! Há um restaurante também na cobertura, mas é possível subir apenas para apreciar a vista. Meu marido, não subiu rsrsrs o elevador era envidraçado e ele não teve coragem. Eu fui e é legal.

paris6_06.jpg.9d879dcb25e4441edc40094c513e188c.jpgparis6_05.jpg.9ac8f447bd9e439fbd9c60375ee432ec.jpgparis6_04.jpg.13e8f0606451271574d41e6142486e4c.jpgparis6_03.jpg.bb51efc615f344701ac8e84248b78a27.jpgparis6_02.thumb.jpg.5ed5b2becd200b3d23efdf9263d97b67.jpgparis6_01.jpg.9cbe3fe441cb68704f95683fd28b910f.jpg

De lá seguimos caminhando rumo ao Pantheon, também não entramos. A essa altura eu estava também envolvida na vibe do meu esposo: olhar as lojinhas e tal. Do Pantheon fomos ao Jardin de Luxemburgo. E, como tínhamos lanche na bolsa, aproveitamos para sentar e comer por lá, e relaxar também.

paris6_09.jpg.6408da2661ef2ca1d8d3fe512d43a066.jpgparis6_08.jpg.5fa83ee2a71fab696e85c6d6e1d63637.jpgparis6_07.jpg.b0cb8e900c90f8a2865ff79d7c730920.jpg

Em seguida, fomos caminhar um pouco pelo bairro Saint Germain des prés. Fui na Citypharma, conhecida por vender cosméticos a um preço barato. Estava lotada, não consegui escolher nada. Continuamos nossa caminhada. Saindo do Saint Germain, pegamos um ônibus até o promenade plantée. Tinha curiosidade de conhecer esse parque. É como um bosque elevado. É interessante! Já eram umas 16:30h quando pegamos outro ônibus, até a avenue d’italie. Lá, nossa inteção era irmos ao shopping e comermos alguma coisa, porém na avenida nos deparamos com alguns brechós e entramos. Olha que deu pra achar algumas peças que compensavam viu, dentre as quais, um terno para meu esposo, muito novo, sem marcas de uso, tecido bom e modelo muito bonito também por apenas 10 euros: terno e calça. Seguimos para o shopping. Comemos alguma coisa e de lá, voltamos de metro sentido casa.

paris6_13.jpg.0565f73c7e365ab95eaea7cc3a77e320.jpgparis6_12.jpg.0c9efce9dd3b927dc1a492c3c4f19d26.jpgparis6_11.jpg.a8272b079b5dd1073b5cdc0c67aa876f.jpg

 

A sexta feira seria nosso último dia em Paris e, também era meu aniversário. Inicialmente eu passaria meu aniversário fazendo compras mas, como eu refiz o roteiro por lá e antecipei as compras, além disso, conseguimos fazer e ver praticamente tudo o que nos propomos. Então, optamos por fazer esse dia meio que completamente avulso. Ainda queríamos caminhar pelo Marais mas, queríamos também que o restante do dia fosse de descobertas. Então, iniciamos o dia, diferente dos demais: pegamos os itens do nosso café da manhã e fomos até um parque que havia relativamente perto de onde estávamos hospedados: o Parc Buttes Chaumont. É um bosque com muito verde, com laguinho, com um coreto num pico mais alto que dá uma vista maravilhosa e é muito romântico também. Lá, improvisamos nosso piquenique. De lá, pegamos metro e fomos até a praça des voges, onde também fica a Maison de Vitor Hugo. Garoou um pouco mas, não nos impediu de pernear. Caminhamos pelo Marais, paramos numa Paul e eu, obvio: comi alguma guloseima! Em seguida passamos em frente ao Le Centre Pompidou porém não entramos.

paris7_01.jpg.57ad85fa1ccfdabc04e8420709979234.jpgparis7_10.jpg.29c7597ec52504da84c3826187e70fcb.jpgparis7_09.jpg.78602b4339188d4a8831be6a0337ba0a.jpgparis7_06.jpg.1c2a132c2299842e3d9e69cc2ac00684.jpgparis7_05.jpg.f0ce7202b2469a2d2ff53c9c15bb5446.jpgparis7_04.jpg.0e0a007c970b4c9d95fc196eb85383a7.jpgparis7_03.jpg.c7886133a3439b7bb4eefa8a7680c452.jpgparis7_02.jpg.a012c20133929798e25d2a38ff8b2a78.jpg

 

Daí em diante, decidimos explorar. Fomos ao ponto de ônibus e pegamos o primeiro ônibus que passou, saltamos num lugar qualquer e caminhamos. Como não sabíamos exatamente onde estávamos, e não vimos turistas, nesse caso, especificamente, guardamos a câmera. Chegamos num local, que pelo mapa, indicava ser em Belleville e havia uma feira de rua: frutas, peixes, temperos. Passeamos pela feira e seguimos caminhando até um Mc donalds. Saindo de lá, pegamos novamente metro até o Parc Monceau passeamos um pouco e depois pegamos novamente um ônibus para qualquer lugar. Passamos na Place Denfert Rochereau, lembramos que nessa praça se compra o ticket do Orly Bus onde teríamos que vir no outro dia, seguimos um pouco mais adiante até que chegamos a Cité Universitaire de Paris, entramos! Hahaha e em seguida, continuamos caminhando. Chegamos a um estadio que, não sei qual era, mas pelo que vi não era o Parc des princes (sabia nem pra que lado estava indo rsrsrs). Em seguida, pegamos um tram e fomos dando voltas. Até que, descemos e olhamos no app como voltar para casa.

paris7_11.jpg.008abcee4562361fe70fbd3ceb7d9fcd.jpgparis7_08.jpg.a561b0fe848b8d4c6045c5bb533dc3cb.jpgparis7_07.jpg.d826b35835b87d297b6ffb9af8c702e5.jpg

 

Nessa brincadeira, andamos boa parte do dia. Já eram umas 17hs quando decidimos retornar. Optamos por caminhar no entorno do Canal Saint Martin e por lá jantamos. A noite pedia jantar fora né, já que não o fizemos nas noites anteriores.

paris6_10.jpg.061e5eabd4360b5809b3d352d61b4602.jpg

Após o jantar, precisávamos voltar para casa e organizar as malas para voltar ao Brasil no dia seguinte, antes, queria aproveitar meu aniversário e ir uma última vez nessa viagem na Torre Eiffel, o que fechou nossa viagem com chave de ouro. Fomos ao Trocadéro. Havia música ao vivo, uma galera reunida e a Tore linda lá piscando e me parabenizando!

paris7_12.jpg.01792ddfdb6ff16341296f9462f89a10.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora



×