Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Roadtrip: Brasília, Sul do Brasil, Uruguai, Buenos Aires


Posts Recomendados

  • Membros

Este é o roteiro prévio de uma viagem de carro que fazemos (2 adultos e 1 criança de dois anos). Nos trechos inicial e final, minha esposa e filha irão e voltarão de avião para minimizar o cansaço. Para evitar uma troca excessiva de hotéis, priorizamos algumas cidades para ficarmos por 2 dias, principalmente por causa da criança. Abaixo segue um roteiro básico, em que o que está sinalizado de azul e em itálico, serão os percursos feitos por mim no carro. Já estou considerando o cansaço e a minha experiência em estrada. A passagem para as duas já está comprada. Algumas sugestões seriam bem apreciadas.

DEZEMBRO/20

Dia 28 – Brasília-DF (1.027km) São Paulo-SP

Dia 29 – São Paulo-SP (408km) Curitiba-PR

Dia 29 – Brasília-DF (avião) Curitiba-PR

Dia 30 – Curitiba-PR (200km) Beto Carrero World (38km) Balneário Camburiú-SC: optamos por centralizar 2 diárias em Balneário para otimizar as bagagens, deslocamentos, e ter uma boa opção para passar a virada do ano.

Dia 31 – Balneário Camburiú-SC (68km) Blumenau-SC (68km) Balneário Camburiú (Reveillón)

JANEIRO/21

Dia 01 – Balneário Camburiú-SC (86km) Florianópolis-SC

Dia 02 – Florianópolis-SC

Dia 03 – Florianópolis (449km) Gramado-RS

Dia 04 – Gramado-RS

Dia 05 – Gramado-RS (827km) Punta del Este-URU: será o maior trecho com a criança dentro do carro. Neste dia não planejamos nenhuma atividade, pois sabemos que faremos paradas mais longas, e será uma viagem mais cansativa. Já é do meu conhecimento a documentação e os equipamentos obrigatórios para a entrada do veículo no país. Como no verão, os dias são mais longos, a expectativa é chegar ainda com sol.

Dia 06 – Punta del Este-URU

Dia 07 – Punta del Este-URU (130km) – Montevidéu-URU

Dia 08 – Montevidéu-URU

Dia 09 – Montevidéu-URU (593km) Buenos Aires-ARG: pegar o transporte fluvial em Colonia del Sacramento para ir para Buenos Aires é uma opção muito cara, e como não retornarei para o Uruguai, não compensaria estacionar o veículo. Então, entrar pela Argentina pela Ponte Libertador San Martin é o melhor custo-benefício.

Dia 10 – Buenos Aires: Farei a opção por um hotel com estacionamento, pois sei que o trânsito de Buenos Aires não é muito favorável. Optaríamos por utilizar o transporte público.

Dia 11 – Buenos Aires

Dia 12 – Buenos Aires (avião) Foz do Iguaçu-PR: um voo doméstico entre Buenos Aires e Puerto Iguazu, atravessando a fronteira terrestre sai muito mais em conta do que um voo direto para Brasília. Além do mais, poderíamos aproveitar um dia nessa cidade. Minha esposa e minha filha deixariam e hotel para o aeroporto, realizariam a imigração em Puerto Iguazu e se instalariam em um hotel em Foz do Iguaçu.

Dia 12 – Buenos Aires(1.289 km) Foz do Iguaçu-PR: Enquanto isso, eu sairia bem cedo de Buenos Aires de carro, na expectativa de chegar do fim da tarde ou no início da noite em Foz do Iguaçu para poder me encontrar no hotel com elas.

Dia 13 – Foz do Iguaçu-PR

Dia 14 – Foz do Iguaçu-PR (avião) Brasília-DF: 

Dia 14 – Foz do Iguaçu-PR (411km) Maringá-PR: como a previsão do voo é à tarde, eu conseguiria ficar de manhã ainda com minha família, antes de deixá-las no aeroporto. No restante da tarde, eu faria este curto trecho, já retornando para casa.

Dia 15 – Maringá-PR (1.148km) Brasília-DF

 

mapa roteiro mercosul.jpg

Link para o post
Compartilhar em outros sites

  • Colaboradores

Olá Paulo!

Primeiro parabéns pela viagem! Não sei se é sua primeira vez saindo de carro do Brasil, mas cuidado que vicia!

Na minha primeira vez, em 2017, priorizei passar pelas principais cidades (Montevidéu, Punta, Buenos Aires, Bariloche, Santiago, Mendoza) além de parar um pouco no Brasil também, assim como você (guardadas as devidas proporções, porque você não tem tanto tempo assim). Já na minha viagem de 2019 e também na próxima ida (2021) quis/quero parar o mínimo possível no Brasil e aproveitar mais as paradas fora, além de priorizar cidades não tão turísticas. Sendo sua primeira viagem, entendo bastante essa escolha de querer aproveitar várias coisas na mesma viagem (já que vai estar passando pelo sul do Brasil, pq não aproveitar e incluir cidade X no roteiro?). Adoro o sul do Brasil mas acho que a viagem tem que ter foco. Ou a viagem é para o sul, ou é pra fora. Eu mesmo sempre tento encaixar alguma parada nos cânions, serra gaúcha, ou algo no Paraná quando passo pelo sul mas acaba não ficando muito bom. Claro, essa opinião vai de família pra família... só abrindo sua mente para pensar sobre isso.

Outro ponto que (com todo o respeito) não gostei do seu roteiro e como disse acima, fiz o mesmo "erro" da primeira vez: vc está indo basicamente só para cidades principais, todas facilmente alcançáveis de avião em alguma outra oportunidade. Hoje em dia (diferente do que fiz em 2017) eu deixaria Montevidéu, Colonia, Punta, Buenos Aires, Foz, Beto Carrero tudo para alguma oportunidade que vc puder ir de avião em 1 semana, 10 dias e aproveitaria agora que estará com o carro e com mais dias livres para conhecer lugares complicado de ir sem carro, mas por outro lado entendo que o tempo é curto pra fazer algo muito diferente e também que as passagens já estão compradas, então fica difícil de mexer em algo mas a sensação será de que poderia ter feito diferente, de que poderia ter cortado X cidade e ter ido um pouco além.

Quanto ao seu roteiro, tudo aparentemente ok. Vc parece bem estudado, já viu certinho tudo que precisa de documentação. Recomendações básicas: trâmites de fronteira (entrada no Uruguai, entrada na Argentina, saída da Argentina) costumam demorar um pouco. Depende muito da fronteira... as vezes nem precisa descer do carro, mas as vezes precisa passar por três ou quatro guichês diferentes esperar em filas etc. Considere isso no cálculo de tempo e também veja horário de funcionamento das fronteiras na época que você estará por lá.

Não sei como fará com dinheiro, mas se pensa em levar tudo em real, lembre-se de eventuais gastos que possam ser necessários antes de vc ter a chance de trocar real pela moeda local na primeira cidade grande. Pedágio, algo pra comer na estrada.

Nesse roteiro vc não deve ter problemas com combustível. Nunca passei no trecho Montevideu - Fray Bentos mas deve ter posto de combustível sem problemas.

Cuidado com a polícia na Argentina (província de Entre Rios) como de costume. Melhorou muito nos últimos anos, é só não dar bobeira. Sempre certificar-se de que os faróis estão acesos (e não queimados como deixei acontecer), documentação em ordem, velocidade, ultrapassagem, etc.

Abaixo o relato da minha viagem de 2017. Infelizmente não tive paciência pra terminar o de Setembro/2020 (fui até o Ushuaia) mas quem sabe não termino... um abraço!

 

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

@vcircelli Muito obrigado pelas dicas. Li o seu relato e gostei bastante. Moro em Brasília, então, uma viagem até Buenos Aires já é muito longa. Lembre-se que estarei com uma criança de 2 anos, e como não conheço o Sul, pela proximidade das capitais, torna-se viável em relação às paradas, e com melhores opções. Já fiz algumas longas viagens de carro, e me planejo muito, inclusive irei na Embaixada Argentina tentar pegar algum documento assinado. Assim, tentarei minimizar os problemas com a policia caminera argentina. Além do mais, diante de toda essa incerteza por conta do COVID-19, acho mais seguro me locomover com meu próprio veículo e evitar ao máximo o transporte público. Inicialmente, eu havia colocado a Serra Gaúcha, Canyons e a Ilha do Mel no roteiro, mas seria mais difícil com minha filha, além do mais, não acho que ela curtiria tanto, por enquanto. De qualquer forma, agradeço imensamente pelas dicas, e quem sabe não nos esbarramos algum dia por aí. Abraço.

Em 26/05/2020 em 18:08, vcircelli disse:

Olá Paulo!

Primeiro parabéns pela viagem! Não sei se é sua primeira vez saindo de carro do Brasil, mas cuidado que vicia!

Na minha primeira vez, em 2017, priorizei passar pelas principais cidades (Montevidéu, Punta, Buenos Aires, Bariloche, Santiago, Mendoza) além de parar um pouco no Brasil também, assim como você (guardadas as devidas proporções, porque você não tem tanto tempo assim). Já na minha viagem de 2019 e também na próxima ida (2021) quis/quero parar o mínimo possível no Brasil e aproveitar mais as paradas fora, além de priorizar cidades não tão turísticas. Sendo sua primeira viagem, entendo bastante essa escolha de querer aproveitar várias coisas na mesma viagem (já que vai estar passando pelo sul do Brasil, pq não aproveitar e incluir cidade X no roteiro?). Adoro o sul do Brasil mas acho que a viagem tem que ter foco. Ou a viagem é para o sul, ou é pra fora. Eu mesmo sempre tento encaixar alguma parada nos cânions, serra gaúcha, ou algo no Paraná quando passo pelo sul mas acaba não ficando muito bom. Claro, essa opinião vai de família pra família... só abrindo sua mente para pensar sobre isso.

Outro ponto que (com todo o respeito) não gostei do seu roteiro e como disse acima, fiz o mesmo "erro" da primeira vez: vc está indo basicamente só para cidades principais, todas facilmente alcançáveis de avião em alguma outra oportunidade. Hoje em dia (diferente do que fiz em 2017) eu deixaria Montevidéu, Colonia, Punta, Buenos Aires, Foz, Beto Carrero tudo para alguma oportunidade que vc puder ir de avião em 1 semana, 10 dias e aproveitaria agora que estará com o carro e com mais dias livres para conhecer lugares complicado de ir sem carro, mas por outro lado entendo que o tempo é curto pra fazer algo muito diferente e também que as passagens já estão compradas, então fica difícil de mexer em algo mas a sensação será de que poderia ter feito diferente, de que poderia ter cortado X cidade e ter ido um pouco além.

Quanto ao seu roteiro, tudo aparentemente ok. Vc parece bem estudado, já viu certinho tudo que precisa de documentação. Recomendações básicas: trâmites de fronteira (entrada no Uruguai, entrada na Argentina, saída da Argentina) costumam demorar um pouco. Depende muito da fronteira... as vezes nem precisa descer do carro, mas as vezes precisa passar por três ou quatro guichês diferentes esperar em filas etc. Considere isso no cálculo de tempo e também veja horário de funcionamento das fronteiras na época que você estará por lá.

Não sei como fará com dinheiro, mas se pensa em levar tudo em real, lembre-se de eventuais gastos que possam ser necessários antes de vc ter a chance de trocar real pela moeda local na primeira cidade grande. Pedágio, algo pra comer na estrada.

Nesse roteiro vc não deve ter problemas com combustível. Nunca passei no trecho Montevideu - Fray Bentos mas deve ter posto de combustível sem problemas.

Cuidado com a polícia na Argentina (província de Entre Rios) como de costume. Melhorou muito nos últimos anos, é só não dar bobeira. Sempre certificar-se de que os faróis estão acesos (e não queimados como deixei acontecer), documentação em ordem, velocidade, ultrapassagem, etc.

Abaixo o relato da minha viagem de 2017. Infelizmente não tive paciência pra terminar o de Setembro/2020 (fui até o Ushuaia) mas quem sabe não termino... um abraço!

 

 

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Colaboradores
Em 28/05/2020 em 16:18, paulovaf disse:

@vcircelli Muito obrigado pelas dicas. Li o seu relato e gostei bastante. Moro em Brasília, então, uma viagem até Buenos Aires já é muito longa. Lembre-se que estarei com uma criança de 2 anos, e como não conheço o Sul, pela proximidade das capitais, torna-se viável em relação às paradas, e com melhores opções. Já fiz algumas longas viagens de carro, e me planejo muito, inclusive irei na Embaixada Argentina tentar pegar algum documento assinado. Assim, tentarei minimizar os problemas com a policia caminera argentina. Além do mais, diante de toda essa incerteza por conta do COVID-19, acho mais seguro me locomover com meu próprio veículo e evitar ao máximo o transporte público. Inicialmente, eu havia colocado a Serra Gaúcha, Canyons e a Ilha do Mel no roteiro, mas seria mais difícil com minha filha, além do mais, não acho que ela curtiria tanto, por enquanto. De qualquer forma, agradeço imensamente pelas dicas, e quem sabe não nos esbarramos algum dia por aí. Abraço.

Diante de todos os pontos que comentou, tem toda a razão, Paulo! Ninguém melhor do que você mesmo para saber o que é melhor em termos de roteiro, paradas, km's por dia. Um abraço e boa viagem! Que essa viagem coloque o bichinho da América do Sul no seu sangue 😁

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
×
×
  • Criar Novo...