Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Arquivado

Este Post foi arquivado e está fechado para novas respostas.

cad girl

Câncer ligado a trabalho mata 200 mil ao ano

Posts Recomendados

Câncer ligado a trabalho mata 200 mil ao ano

 

Tumores relacionados a riscos no local de trabalho atingem principalmente o pulmão. Doença é causada pela inalação de fibras de amianto e fumaça de tabaco.

 

Pelo menos 200 mil pessoas morrem a cada ano por algum tipo de câncer relacionado com seu ambiente de trabalho, enquanto milhões de empregados correm o risco de desenvolver essa doença por causa da inalação de fibras de amianto e fumaça de tabaco, revelou hoje a Organização Mundial da Saúde (OMS).

 

Na véspera do Dia Mundial da Segurança e a Saúde no Trabalho, a agência sanitária da ONU lembrou que os tipos de câncer que possuem relação com o trabalho são os de pulmão, os mesoteliomas (tumores na membrana que cobre os pulmões), os de vesícula e a leucemia. De acordo com a pesquisa, 10% das mortes causadas pelo câncer de pulmão estão diretamente relacionadas com os riscos nos locais de trabalho.

 

"Atualmente, cerca de 125 milhões de pessoas no mundo estão expostas ao amianto em seu trabalho e pelo menos 90 mil morrem por essa razão", disse Fadela Chaib, porta-voz da OMS.

 

Outras milhares de pessoas morrem de leucemia por sua exposição ao benzeno, um solvente orgânico amplamente utilizado pelos trabalhadores na indústria química e de diamantes.

 

Chaib informou que as taxas de câncer ocupacional são mais altas entre pessoas que trabalham em ambientes que não cumprem os requerimentos de proteção da saúde e a segurança, e que, ao mesmo tempo, precisam de medidas para prevenir a contaminação do ar com substâncias cancerígenas.

 

Os trabalhadores que estão altamente expostos à fumaça do tabaco, mesmo não sendo fumantes, possuem duas vezes mais vezes chances de desenvolver câncer de pulmão em relação aos que desempenham suas atividades num ambiente livre de fumaça.

 

A maior parte desses cânceres ocorre em países desenvolvidos, onde o uso de diferentes substâncias cancerígenas era constante há 20 anos, enquanto hoje, após a descoberta de seus efeitos nocivos para a saúde, os controles são mais rigorosos.

 

Mesmo com este controle, a OMS lamentou que ainda existam empresas que usem produtos que podem levar seus funcionários a desenvolver diferentes tipos de câncer. Além disso, afirmou que algumas companhias estão transferindo suas fábricas para países ainda em desenvolvimento, onde as leis são menos rígidas.

 

"Se o uso desregulado de cancerígenos continua nos países em desenvolvimento, é possível esperar por um aumento do câncer ocupacional nas próximas décadas", afirmou Chaib.

 

No entanto, a porta-voz da OMC disse que os cânceres relacionados ao trabalho podem ser evitados, e, para isso, é necessário que os Governos e o setor privado garantam que os locais de trabalho cumpram os padrões internacionais de saúde.

 

(Fonte: EFE / Portal G1)

Compartilhar este post


Link para o post

Visitante
Este post está impedido de receber novas mensagens


×
×
  • Criar Novo...