Ir para conteúdo
Marcos-DF

Pedra Fundamental de Brasília

Posts Recomendados

Em 1892, a expedição Cruls, a mando do presidente Floriano Peixoto, veio ao Planalto Central estudar a área onde deveria ser erguida a capital do país. O grupo de 22 homens, chefiado por Luiz Cruls, passou por Planaltina, que à época chamava-se Mestre D’Armas por causa de um armeiro que morava lá.

 

30.jpg

 

 

Há nove quilômetros de Planaltina, no Morro do Centenário, está fincada a pedra fundamental de construção da Capital da República. O monumento, erguido em 1922, a mando do presidente Epitácio Pessoa, marca o centro geográfico da América do Sul. É composto por 33 pedras de concreto, que representam os 33 primeiros anos da República (de 1889 a 1922). Para inaugurá-lo, no dia 7 de setembro de 1922, o então presidente e a comitiva vieram do Rio de Janeiro para cá em 15 caminhões. Sessenta anos depois, em 1982, o Governo do Distrito Federal decretou o tombamento provisório da Pedra Fundamental.

 

pedra_fundamental.jpg

 

10.jpg

 

 

19331-Pedra1.jpg

Localização no mapa

 

19331-Pedra2.jpg

Vista do Google

 

19331-Pedra5.jpg

O Morro

 

19331-Pedra4.jpg

Na Pedra

 

19331-Pedra3.jpg

Descrição

 

 

19331-MC-96.png

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Lembrando que a Pedra Fundamental está na saída norte de Brasília, e pode ser conjugada com um passeio a cachoeira de Itiquira, na cidade de Formosa (GO), há uns 40 quilômetros de distância de Planaltina. Outra coisa, o monumento é facilmente acessável por rodovia e pode ser visitado as 24 horas do dia, mas, por questão de segurança, não é bom ir lá à noite. O lugar fica a uns 5 quilômetros de Planaltina, mas é meio isolado, não tem telefone e nem banheiro por lá.

Em Planaltina existe também um museu no seu pequeno centro histórico, é interessante, mas para quem não conhece a cidade certamente terá que perguntar o endereço para algum morador.

Na mesma cidade também fica uma comunidade religiosa chamada Vale do Amanhecer, com um templo em forma de estrela e rituais bonitos. Fica há uns 3 quilômetros da cidade.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Adorei a informação ::otemo:: Moro ha doze anos em Brasilia e nao tinha a menor ideia da existencia desse lugar ::putz:: nem de todas essas informações históricas. Valeu! Vou visitar o local assim que puder.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Herlanius, a demarcação de um centro geográfico depende dos aspectos tecnológicos da época. Pesquisando pela internet, vi algumas fontes que citam outras cidades como centro geográfico sul-americano: Chapada dos Guimarães e Peixoto de Azevedo, ambas em Mato Grosso.

 

No caso de Brasília, em outra fonte também na internet, a Pedra Fundamental representaria na verdade o centro geográfico do altiplano que divide o país, o que eu entendo como o centro do planalto central. Em termos simbólicos, como a idéia de Brasília surgiu para interiorizar o Brasil e administrar o país de um ponto mais ou menos central, tem-se a falsa idéia de que esse ponto seria também o centro geográfico literalmente falando, o que não é o caso.

 

Meu pai é topógrafo e perguntei-lhe qual a real funcionalidade de se descobrir o centro geográfico de algum lugar. Ele me respondeu que, na verdade, não há razão alguma, é apenas curiosidade.

 

Ah, por curiosidade, pesquisei qual seria o centro geográfico do Brasil: é a Praça dos Girassóis, no centro de Palmas (TO).

 

Segue um link que fala um pouco da mudança da capital para Brasília: http://webcache.googleusercontent.com/search?q=cache:JHxTPq_lMUYJ:www.pesquisasedocumentos.com.br/+centro+geogr%C3%A1fico+altiplano+pedra+fundamental&cd=10&hl=pt-BR&ct=clnk&gl=br

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora


×