Quanto vai custar sua viagem? Qual é a melhor forma de pagamento? Como planejar financeiramente a sua viagem?
#1124342 por Juliana Champi
21 Set 2015, 14:25
Estamos todos no mesmo barco e não é só o euro. O real se desvalorizou sozinho frente a todas as outras moedas. Além de dólar, euro e libra, tb pesos argentinos, uruguaios, soles e por aí vai. Eu tenho passagens compradas pra argentina e uruguai, mas as reservas de hotéis feitas em dólar pra pagar na hora e eu vi elas subirem uns 30% no último mês.

Eu, primeiramente, busquei um plano B, C em relação a locais. Pensei em deixar Uruguai pra depois e ficar só na Argentina, mas ia acabar dando na mesma. Então vou ter que reduzir gastos durante a viagem pra caber no que vou ter. E acho que o caminho deve ser esse:
- primeiro ver se dá pra mudar a rota pra economizar mas manter a viagem legal;
- se não rolar, diminuir custos... andar a pé, comer em lugar simples e não comprar tranqueiras de viagem, haha! O problema é que minhas viagens já são assim... kkkkk... não sei mais o que cortar!

Boa sorte pra nós!

#1125215 por Camilla Rodrigues Veras Rocha
24 Set 2015, 11:49
Marcos, você já vendou os seu euros?

Marcos H. O. Souza escreveu:Se alguém de Uberlândia e arredores estiver interessado, tenho euros que sobraram da minha última viagem (760 euros, para ser exato), e eu estaria disposto a vender por R$3.000,00 (mais ou menos R$3,94 o euro), porque se eu vender na agência de câmbio, vão me pagar bem menos do que isso.
#1125678 por f0soare
26 Set 2015, 13:47
Eu relaxei... minha viagem é em março/16... não vou olhar mais... Já comprei as passagens (preço promocional) e hotéis (pagando em R$ no hotéis.com, sempre em promoção combinada com site meliuz onde me devolve 10% do valor da compra). Agora o aumento do Euro vai afetar alimentação, deslocamento local, atrações e lembrancinhas.

Não vou comprar Euro agora. Vou deixar para cima da hora para ver o que dá... Por enquanto, vou juntando grana. No dia da viagem troco o que tenho e a partir daí, defino até onde poderei gastar nesses itens.

Eu particularmente gosto muito de andar pelas cidades que visito para conhecer bem... não vai ser sacrifício para mim cortar algumas atrações e trocar por visita a locais gratuitos interessantes...
#1126330 por criskeune
28 Set 2015, 22:14
Lu Maia,

Eu havia feito uma previsão de Euro a R$ 4,15 a R$ 4,20 para o final de outubro (quando embarco), e hoje aqui em Porto Alegre já está entre R$ 4,75 e R$ 4,90.

Eu também pensei em desistir da viagem, mas eu emiti as passagens com milhas em promoção (para mim, minha mãe e meu irmão) e por isso não terei nenhum reembolso das milhas usadas em caso de cancelamento, e por isso vou encarar mesmo assim, porque do contrário, vou jogar na lata do lixo 120 mil milhas que eu levei 4 anos para acumular! ::vapapu:: ::vapapu::

Minhas soluções para a alta acima do esperado estão nesse nivel:
1) Economia total no dia a dia, incluindo diminuir o consumo no supermercado. É claro que não estou passando fome, mas alguns itens foram substituídos por similares mais baratos.
2) Reformulação das hospedagens. Estou buscando hoteis mais baratos, sem abrir mão da localização, que é para mim um item importante. Como agora já está muito próximo da viagem, eu estou até considerando ofertas com pagamento imediato e não canceláveis. Eu acho mum pouco temeroso ese tipo de reserva em hotéis, mas pelo menos um deles eu já fiz, o que me rendeu uma economia de 140 Euros. A cada 50,00 ou 100 Euros que eu consigo reduzir, já ajuda bastante.
3) Redefinição de prioridades, incluisve em relação a passeios e atrações. Vamos priorizar atrações gratuitas e escolher muito bem as atrações pagas.
4) Estratégias para alimentação. Optar por lanches para o almoço e janta em locais mais econômicos.
5) Meta de "zero compras". Vou sair de férias e não para uma viagem de compras. Sei que isso é meio complicado, pois sempre dá uma vontade de comprar coisas diferentes, que não temos aqui. Mas como o $$ vai ser curto e a conversão vai deixar os preços das coisas bastante indecentes, acho que vai ser mais tranquilo conter o impulso consumista.

Para se ter uma idéia: na minha primeira viagem para a Europa, eu levei 120,00 Euros por dia "livres" (excluídos hospedagem e tranportes internos). Eu cheguei a trazer 500 Euros de volta, intocados!! Já nas seguintes, o valor diário foi minguando para 100 Euros, 90 Euros, 80 Euros. Até com 80 Euros por dia, eu consegui fazer muita, muita coisa, inclusive comprar! Desta vez iremos no limite, 65 Euros por dia e mais cartão de crédito para ser usado apenas em eventualidade muito necessária (tipo imprevisto mesmo).

Também, da primeira vez que eu fui para a Europa, o euro estava a R$ 2,25! Agora está mais do que o dobro! ::ahhhh:: ::ahhhh::

No final das contas, a cotação atual simplesmente anulou a vantagem de ter emitido as passagens com milhas!

Abs,

Cris
#1126421 por bruno.duarte
29 Set 2015, 10:41
Eu fiz um pouco diferente. Fiz todo meu planejamento com uma visão pessimista, vi que nossa economia tava piorando e chutei valores altos: R$ 5,50 o euro e R$ 7,00 a libra. Me preparei para o pior. Caso na época da viagem a cotação esteja abaixo disso, é lucro.

Infelizmente com essa alta não vai dar pra fazer exatamente a viagem que eu queria fazer, vou ter que cortar algumas coisas e tentar ser econômico aonde der pra ser, mas não cancelo de jeito nenhum. Passei tempo demais sonhando, planejando e economizando com isso pra cancelar agora. Posso voltar pobre e com dívidas, mas vou, hahaha
#1127332 por denisferreira
02 Out 2015, 11:26
Realmente está complicado.
Hoje de manhã liguei em algumas casas de Câmbio(Campinas-SP) e a menor estava 4.70, duas horas depois liguei para confirmar e já subiu para 4.79 ::hein:

Complicado...minha viagem é em Maio/16, mas a tendência de diminuir o câmbio não é das melhores.
Vou comprando aos poucos pelo menos se houver perda não será tanta.

Boa Sorte pra nós!!
#1130531 por xxxxxxxxxx
15 Out 2015, 13:54
Nao tem como saber de antemão se é mais barato no banco ou casa de câmbio, tem que ligar e pedir a cotação do dia, não esquecendo de perguntar se tem alguma taxa alem da IOF, pois alguns bancos cobram uma taxa por operação que no final pode deixar a compra mais cara mesmo com uma cotação mais baixa.
#1130656 por criskeune
15 Out 2015, 23:10
Eu também sou de Porto Alegre e tinha recebido a informação que a Caixa Econômica Federal tinha uma boa cotação, então, como sou cliente, fui até umas das agências da CEF que faz cambio (que fica bem na frente de onde trabalho) para saber a cotação e o procedimento todo.

Bem. no final das contas, ficaria até mais caro que preço oferecido pelas casas de câmbio, pois na cotação oferecida pela CEF não estava incuído o IOF.

So para dar um exemplo, nesse da que eu fui até a CEF, o Euro na casa de câmbio que eu sempre compro (uma das mais em conta) estava a R$ 4,63 (já com IOF). O da CEF estava a R$ 4,51, sem o IOF. Quando fiz as contas, percebi que o euro na caixa ficaria a R$ 4,68....

Tipo, desisti na hora!

Ah, detalhe: não é sempre que as agências autorizadas da caixa tem moeda em cash para a troca. Nesse dia, por exemplo, não tinha!

Abs,

Cris

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante