Relatos de viagem no Peru
#740070 por u2aninha
24 Jul 2012, 00:01
ANTES DE IR

Antes de viajar tomei meio comprimido de diamox por três dias e no dia da viagem um inteiro. Melhor ir ao medico e pedir receita.
Comprei o seguro de viagem para América do sul no Ci, o mais barato que achei. As passagens na internet, múltiplos destinos Rio-santiago-la paz e lima-rio saíram por 1500 reais parcelados n vezes pela LAN.

Pq nao vou comentar a beleza de tudo que vi? Pq algumas coisas são tão impressionantes que melhor ir lá ver.

DICA PARA LA PAZ:
Recomendo comprar roupa de frio nas ruas illampu e murillo e fazer o passeio vale Del luna pela manhã. Compre presentes e tudo mais em La paz, pq é muito, muito barato.
Se quiser conhecer mais lugares na Bolívia vá o centro de informação turística. Lá me deram as seguintes informações: Vc pode conhecer Tiwanacu onde tem ruínas (tem que pagar 80 Bolivianos), Sorata, onde tem a gruta de são pedro e Copacabana. Os três lugares vc tem que pegar ônibus no cemitério. Para ir ao cemitério pegue van. Outra opção é ir a Coroico pegando o ônibus em Villa de Fátima. Tb pode pegar o trem andino, viajar 18h para uyuni , onde tem o salar.

Dia 1 – LA PAZ
Cheguei no aeroporto La Paz as 18h, não senti nenhum mal estar, mas se você se sentir cansada e ofegante pode antes de pegar a mala usar o balão de oxigênio no posto
médico.
No caixa automático tirei dinheiro boliviano. Peguei um taxi por 50 bolivianos, queriam cobrar 60, mas chorei. Fui para o albergue Cruz de los Andes que fica perto das ruas
de comércio. Quando subi a ladeira senti a fraqueza e a dor de cabeça veio em seguida. Ela durou três dias.
Tomei chá de folha de coca no albergue e masquei a folha . Recomendo que procure uma farmácia e compre o soroche pill (comprimido que dizem que ajuda).

Dia 2 – La paz
Caminhada leve é recomendável. Como era sábado, o centro de informação turística tava fechado. Recomendo passeio pelo centro, praça murillo, igreja san francisco. Eu acordei tarde e fui ao jogo Bolivia e Paraguai – 3x0. Maravilha! Os paraguaios ficaram cansados no primeiro tempo.

Dia 3 – La Paz
Como era domingo, fui a feira na Sierra, peguei uma van escrito sierra e desci em frente, só atravessar a passarela. A feira é bem povãooooo, tudo bem baratin e de pouca qualidade. Lá vc compra a folha de coca para chá bem barato. Tem uma vista fantástica. Não coma nada lá.

Dia 4 – Copacabana.
Peguei uma van para o cemitério e pedi para descer no ponto para Copacabana. Essas vans custam no máximo 2 bs. Lá eu tomeir um “bus” (se lê com u mesmo, é como eles chamam ônibus) para Copacabana. Acho que 25bs. São quatro horas de viagem com conforto.
Em Copacabana fiquei na suíte do hostel Sonia, o ônibus passa em frente, 25bs. Se quiser, pode ficar na praça em frente a igreja nsa sra Copacabana, tem mais hotéis lá. Não pegue a empresa lagos Titicaca, vi muita gente irritada, pq a empresa omitiu informações vendendo passagem para Cusco, mas sem mencionar que teriam q dormir em Copa, indicando hotel mais caro etc.

Dia 5 –Copacabana
Como acordei mais tarde, só poderia pegar o barco para ilha do sol 12h, então encontrei outra gringa e fiz um passeio nas comunidades indígenas do continente até Sampaya de carro com Ivan, Ecoaymara@hotmail.com, o carro com quatro lugares custa 200Bs. Parada em museu inka, que tem um banho para cura dos inkas e fonte inka, o almoço nas ilhas flotantes com truta é maravilhoso 25Bs. A ilha flotante é artificial, mas a vista é bonita.

Dia 6 - copacabana
Acordei cedo e cheguei no porto 8 horas. Comprei passagem de barco que leva para lado norte e lado sul da ilha do sol (a empresa fica na rua do porto) insista que quer ver os dois lados num dia só.
A viagem de barco demora bastante. Primeiro eu fui a parte norte. Paguei 10BS de taxa, o que é bem justo, pq eles vivem disso e depois um guia recebeu o grupo e caminhou por uma hora em subida. Recomendo levar água e ir no seu ritmo. Visitei o museu onde paguei mais 10 bs, achei que não valeu a pena. Depois o guia levou ao mirante, etc e finalmente cheguei na pedra sagrada e na mesa de rituais pré inkas.
Em seguida fui até as ruínas e vi a fonte de água. Não é indicado beber a água, pq algumas pessoas tem dor de barriga. O guia pede 10 soles no final, sem ter mencionado isso antes . Quem quiser pode caminhar três horas até a parte sul, mas eu voltei fiz um lanche no porto e peguei o barco para a parte sul . Lá subi a escadaria, mas não tive forças para ir além disso . Aliás muitos gringos deitavam no gramado e lá ficavam. Peguei o barco de volta para copa.

Dia 7 – puno
Peguei um ônibus para Puno as 9h e cheguei em torno de 12:30 lá, gastei 30 Bs. Da rodoviária de Puno peguei um taxi até o porto, por 4 soles. Deixei minha mochila na empresa Titicaca que fica na rua Titicaca e paguei 25 soles para fazer um passeio 13:30 para ilhas flotantes.Descobri depois que no porto tem passagem por 10 soles para as ilhas, mas não sei se tem guia.
Achei que não valia a pena dormir em Puno ou nas Ilhas. Puno é bem feia e os indígenas vivem de turismo, então parece tudo meio ensaiado. Mas soube que a noite, eles levam os turistas para uma celebração típica.
Almocei no porto, mas gostei mais da truta da Bolívia. Peguei uma moto com cabine para três pessoas por 2 soles até a rodoviária, onde peguei ônibus para Cuzco pela empresa liberdad as 17:30. Não compre a passagem mais barata, pq o ônibus leva de tudo e muitos passageiros entram no meio da viagem e ficam no chão. Cuidado com suas coisas, se for dormir coloque a bolsa abaixo do apoio de pés, Tentaram me roubar, pq o ônibus apaga a luz completamente, chegaram até a abrir a bolsa de barriga. Não levaram nada.

DICAS PARA CUZCO
Cuzco é bacana para comprar acessórios e roupas de caminhada, camping,escalada etc. È possível alugar uma barraca para acampar em águas calientes (machu Picchu) por 6 a 8 dolares.
Vá ao supermercado perto da igreja santa clara e compre chá e bala de coca bem mais barato.
Em Cuzco vc pode pagar em dólares, mas se usar o cartão vai pagar de 8 a 15% a mais.
O restaurante La cusquenita fica perto do monumento dourado na av Del sol tem comida típica bem farta. Para um pessoa pode sair mais caro 50 bs com entrada pastel de papas, cuy a milanesa que adorei e chicha muito boa. È bem farto dá para dividir um prato.
Eu fui na semana de 17 a 24 junho, então a Plaza tem festa da municipalidade com desfiles de crianças e orgaos do governo, empresas etc, todos com roupa e danças tipicas. dia 24 tem festa do sol.

Dia 8 - Chegando em Cuzco, saia da rodoviária até a entrada de ônibus, onde o taxi é mais barato. Na rua dos procuradores, bem perto da plaza de armas tem um hotel numa entrada a esquerda de quem entra pela praça. 50 soles a suíte com aquecedor e café da amanha. Esqueci de pegar o cartão, mas é uma vila com loja de artesanato na frente e portão de ferro azul. Tomara que não pintem

Dia 9 – comprei o bilhete turístico no centro de informação que fica perto da praça de armas, 130 soles. Não compre nada nas lojas, prefira o centro de tradições San Pedro ou na av Del sol, que é mais barato. Eu almocei no San Pedro, mas se vc tem um sistema digestivo sensível, não indico a aventura. Não, eu não passei mal. Confesso que o sistema de lavar louças me deixou preocupada. Aproveitei o resto do dia para conhecer museus e ver desfiles .

Em Cuzco faça o passeio de city tour saindo 14h por 10 soles, é ótimo. Pesquise, pois chegaram a me oferecer por 30 soles. Tem que pagar mais 10 soles para entrar na Quoricancha, pq seu bilhete turístico não inclui visita a igrejas. Depois fui visitar quatro ruínas que o bilhete inclui. Não compre nada na loja onde os turistas tomam chá de coca. Pq é caro demais!!! Na volta pedi para ônibus me deixar no teatro da av Del sol. O bilhete dá direito a ver as danças típicas, começou às 19h, mas vi que pode entrar atrasada. Não, eu não me atrasei.

Dia 10 – Fiz o passeio do vale sagrado por 20 soles. Aconselho a levar um lanche para o almoço, pq o restaurante em ulanta é horrível. Qq coisa é melhor. Não compre nada na primeira parada (a do xixi em 15 minutos), deixe para comprar em pisaq, onde meia hora é pouco, pq a feira é enorme.
O passeio leva o dia todo. Adorei ollanta.

Dia 10 – Aguas calientes (machu Picchu)
Peguei ônibus para santa maria no ponto indicado no centro turístico, acho que é o de numero 45 no mapa. Se puder compre a passagem no dia anterior para ir sentada ou chegue cedo. Empresa Ampay, 15 soles. O ônibus passa as 7 da manhã em cuzco.

DICA : Se vc vai pegar trem de olanta para águas calientes (mais conforto) pesquise os preços e horários nas três empresas que prestam serviço. Vc vai chegar de ônibus em olanta as 10 horas. As empresas do trem estão ao redor da Plaza de armas em Cuzco. Vc tb pode comprar em ollanta.

Em santa Maria, seis horas depois de sair de cuzco, peguei uma lotada 15 soles e depois uma van ate hidrelétrica 10 soles. A estrada é perigosa e empoeirada, bom cobrir o cabelo. Fechei os olhos varias vezes. Se vc é medrosa não vá!

Na hidrelétrica deu tempo de almoçar por 10 soles e pegar o trem as 16:30h para águas calientes por U$18 (não aceita cartão). Cheguei em aguas calientes as 18h. Comprei a entrada de Macchu Picchu por 128 soles no cartão VISA (se incluir a montanha fica 154 soles).
Fiquei no albergue do Joe 20soles, preço por pessoa em quarto duplo, tem que pagar toalha, sabonete. Sem café da manhã, só dão o papel higiênico. Acho que devem ter concluido que era melhor incluir na diaria.

Dia 21 – parque machu pichhu
DICA: Você pode subir e descer de ônibus comprando uma passagem de 17 dolares ou 8 dolares só subida. Em MP não pode comer.

Eu fui a pé em caminhada (subida em escada de pedra) de 1 hora, fiz em duas horas...parando para respirar..., bebendo chá de coca..... Queria chegar cedo então sai as 5, há outras pessoas no caminho. Pergunte pela trilha todos sabem e existem placas. Cheguei em MP as 7, vazio para fotografar. Subi até a fortaleza, lá iniciam os tours, pedi a um guia para acompanhar o grupo dele e ofereci 5 soles. A explicação se dá ao longo da caminhada do alto até embaixo, na saida do parque. Vc pode ouvir de graça, mas é sacanagem com a profissão alheia.
Depois que vi os pontos mais importantes com o guia, fiquei lá curtindo outros cantinhos. Não fiz a montanha.

Desci a pé gastando menos de 1 hora até águas calientes...aêeee. Se vc for voltar pela hidrelétrica tem que saber que os trens partem de aguas calientes 12h e 13h. Perdi o trem, pq não havia energia elétrica em águas calientes para emitir o bilhete. Quando a luz voltou, as 17h,peguei um trem super confortavel de água calientes até olanta, os preços são variáveis, a depender do horário, paguei 55 dolares..ui!
Em olanta o bus para Cuzco é 25 soles, bem confortável.

Dia 22- Cuzco
No dia seguinte fiz uma massagem de corpo inteiro por 20 soles. Tem vários spas ao redor da praça de armas. É unisex. Tava toda doída. Sim, preciso fazer exercícios.
fui ao cusquenita e vi a festa.

Dia 23- Lima
Em Cuzco peguei um avião para lima, pela peruvian airlines, vc pode comprar pela internet. No aeroporto de lima deixei a mala por 24 soles.
Em lima tomei um pisco sour e ceviche. Fui ao gamarra e me arrependi, acho que é legal para comprar roupa de homem e casacos, parece Saara, só que mais feio.
Fui ao Lagomar e achei sem graça. Dormi um pouco no aeroporto de lima, na capela, que é quentinho e dá para se esticar.

Por causa da Rio +20, em vez de descer as 18h no galeão, desci em cabo Frio e lá tinha uim ônibus da Lan até o galeão. No galeão pagaram o taxi. Cheguei 23:00 h em casa!
A mulherada estava histérica, pq não ia passar no free shopping.

O que ficou da viagem, além das imagens lindas: Fiz amigos por onde passei. Isso é mastercard. Marianela, Ivan, Jose, Ernesto, Natalia e Ana, Carlos, Manuel, Jofrey, Adele.
#786914 por eduarda ferraz
12 Dez 2012, 21:51
OI Ana,

gostei muito do seu relato... Eu e meu marido estamos indo agora fim do ano!!!
Tenho uma dúvida...

"Dia 1 – LA PAZ
Cheguei no aeroporto La Paz as 18h, não senti nenhum mal estar, mas se você se sentir cansada e ofegante pode antes de pegar a mala usar o balão de oxigênio no posto
médico.
No caixa automático tirei dinheiro boliviano. Peguei um taxi por 50 bolivianos, queriam cobrar 60, mas chorei. Fui para o albergue Cruz de los Andes que fica perto das ruas
de comércio. Quando subi a ladeira senti a fraqueza e a dor de cabeça veio em seguida. Ela durou três dias.
Tomei chá de folha de coca no albergue e masquei a folha . Recomendo que procure uma farmácia e compre o soroche pill (comprimido que dizem que ajuda)."

- Como vc fez com seu cartão? Era de crédito ou débito?
Sei que tenho que lavar em Dolar, mas não queria levar só em especie, queria poder sacar dinheiro lá.
Vc tem alguma dica :?: :?: :?:

Abraços
#1177883 por u2aninha
06 Abr 2016, 10:17
Meu cartão era de crédito e antes de viajar avisei ao cartão os países que iria passar, para desbloquearem. Tem que se informar com seu banco sobre o uso do cartão de débito. Outra opção é usar o travel card, que é oferecido pelo seu banco. Ele tem taxa, mas você abastece com real aqui no Brasil e usa no exterior para função débito. A vantagem é que é seguro, porque para usar tem senha, então não costuma ser roubado. Sem contar que o banco oferece um cartão extra, para o caso de você perder durante a viagem.

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 2 visitantes