Brasileira foi passar férias na Tailândia e acabou vivendo dois anos no país


Isa Gama abriu uma agência de turismo na Tailândia como meio de empreender e de se manter no país e retorna ao Brasil contado tudo no livro “Você ousa sonhar?” que marca sua estreia como escritora

“Você ousa sonhar?”. Foi essa a pergunta que Isa Gama, natural de Três Corações (MG), se fez quando foi conhecer a Tailândia e, ao se encantar, decidiu ficar de vez. Depois de quase dois anos no país, Gama lança seu primeiro livro, batizado como “Você ousa sonhar?” – em referência a um vídeo (abaixo) que a instigou durante essa decisão – com tiragem de 200 exemplares e edição independente. Na obra, a mineira narra suas aventuras, entre alegrias e percalços, nesse biênio e ainda descreve outras experiências, como um mochilão na Europa.

Formada em engenharia civil, Isa Gama, que residia em Belo Horizonte, foi passar 20 dias para conhecer o país do sudeste asiático com passagem de ida e volta. Ao aterrissar, foi completamente tomada pela energia tailandesa e decidiu ficar. “Queria ter novas experiências, sair da zona de conforto, crescer pessoalmente e profissionalmente. Tinha muitas dúvidas sobre quem eu era e o que realmente desejava para minha vida. Como sempre gostei de desafios, embarquei em mais um”, afirma. Essa coragem rendeu bons frutos, entre eles, a primeira publicação, que pode ser comprada pelo site Engenheira Sem Fronteiras.

Isa Gama em Koh Phagan – Tailândia | Foto: @engenheirasemfronteiras

“Você ousa sonhar?” traz à tona a jornada de Isa, que criou uma startup “do zero” – a Tours Phi Phi – como um meio de empreender e se manter no novo destino. “Comecei com as ferramentas que eu tinha à mão: um celular, um caderninho e uma caneta”, conta.

Hoje residente em São Paulo, cidade escolhida após a temporada asiática, Isa Gama foi uma das palestrantes do  “I Encontro Brasileiro de Mulheres Viajantes”, que reuniu quase 600 mulheres em São Paulo.

Sobre a virada de jogo, a autora comenta que “uma vontade de mudar radicalmente e completamente de vida” a motivou. O livro é também uma consolidação dessa rota que ela tomou como “norte” e elucida momentos que foram cruciais para elaborar esse novo caminho.

Sobre o “Você ousa sonhar?”:

Ao longo de 261 páginas, “Você ousa sonhar?” mescla as descobertas pelas quais Isa Gama passou com atividades para que o leitor pense na própria vida. Há diversos assuntos em evidência, como relacionamentos, autoconhecimento, empreendedorismo, além de algumas páginas extraídas dos diários que escreveu.
A autora compartilha erros e acertos, os momentos de felicidade extrema vividos e também os mais sofridos.
Durante a leitura, é possível fazer uma viagem pela mente de Isa e ainda acompanhar experiências reais, tais como fugir de um alerta de tsunami, fazer um retiro de meditação no Myanmar, visitar Auschwitz e morar com um russo no Vietnã.

Foto: Divulgação/@engenheirasemfronteiras.

 


Deixe um comentário