Peru fecha fronteiras para conter o COVID-19


Assim como a Argentina, que anunciou ontem (15) o fechamento de todas as fronteiras do país, o Peru declarou no mesmo dia, estado de emergência e o fechamento de suas fronteiras devido à pandemia do novo coronavírus.
De acordo com informações publicadas pela agência de notícias SputnikNews, o presidente Martín Vizcarra, frisou que está proibido o uso de vias públicas no país, exceto para a prestação e acesso a serviços essenciais como aquisição, produção e distribuição de produtos alimentícios e farmacêuticos e aqueles de primeira necessidade.
Estão isentos das suspensões pessoas que precisem transportar idosos, crianças e pessoas com necessidades especiais a locais para atendimento médico, bem como àqueles que precisem ir a centros de saúde e diagnóstico e em casos de emergências.

Assim como na Argentina, a vigência da medida (num primeiro momento) vale por 15 dias.

Machu Picchu não receberá visitantes durante o estado de emergência

O ponto turístico mais visitado do Peru, Machu Picchu não receberá visitantes durante o estado de emergência. Nem trens, nem ônibus circularão rumo à ciudadela Inca. As informações são do jornal peruano La Republica.

Peru Rail e Inca Rail que operam os trens locais publicaram aviso sobre em seus sites.

perurail 160320
Comunicado no site da Peru Rail fala sobre a suspensão dos serviços | Foto: Reprodução.
incarail160320
Inca Rail também dá detalhes sobre a suspensão dos serviços em comunicado publicado em seu site | Foto: Reprodução.

A foto (da home e) que traz até este post é de Natalie Pedigo/Unsplash.

 


Deixe um comentário