Site mostra mapa interativo com sítios arqueológicos da cidade de São Paulo


Capital tem 84 sítios arqueológicos, como cemitérios clandestinos, artefatos tupis-guaranis e até ruínas de mineração de ouro. São Paulo é pioneira no país ao publicar dados georreferenciados sobre o tema.

A Prefeitura de São paulo, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (SMDU), disponibilizou na web um mapa interativo que mostra todos os sítios arqueológicos da cidade, o GeoSampa. O trabalho de catalogação, desenvolvido com dados georreferenciados e disponíveis para download, é inédito no país. Nele é possível consultar, por exemplo, a data e os artefatos encontrados em um determinado sítio arqueológico, além dos bens desse tipo tombados pelo município.

Parque Estadual do Jaraguá, local onde se encontra um dos sítios arqueológicos da cidade, o Paredão do Jaraguá, ruínas de uma antiga mina de quartzo – Foto: OS2Warp / Wikimedia Commons

O patrimônio arqueológico é constituído por todos os vestígios, bens e outros indícios da evolução do planeta, da vida e dos seres humanos, cuja preservação e estudo permitam traçar a história da humanidade e sua relação com o ambiente. Na capital são mais de 170 registros, entre sítios, ocorrências, bens e áreas de interesse que registram partes da história do município, desde o período pré-colonial.

Os sítios arqueológicos são locais onde objetos e marcas, como pinturas rupestres, construções antigas, túmulos e artefatos, denotam momentos históricos e o desenvolvimento de uma região. Os vestígios podem estar sobre a superfície do solo ou enterrados – sendo necessário o trabalho de um arqueólogo.

Escavação arqueológica no Cemitério dos Aflitos, no bairro da Liberdade em São Paulo – Foto: A Lasca Arqueologia

 

São Paulo tem 84 sítios arqueológicos, que vão desde cemitérios clandestinos e artefatos tupis-guaranis até ruínas de mineração de ouro – como as encontradas no Jaraguá, bairro de Pirituba.

Como acessar e baixar a camada?

Para consultar a novidade, é simples. Acesse o Portal GeoSampa, ative a camada “Patrimônio Cultural”, selecione “Bens Arqueológicos” e em seguida as opções desejáveis: “Sítio Arqueológico”, “Ocorrência Arqueológica”, “Bem de Interesse Arqueológico” e/ou “Área de Interesse Arqueológico”

O download também é feito de forma fácil. Clique no ícone “Download de Arquivos”, escolha o tema “Patrimônio Cultural”, selecione a camada “Bens Arqueológicos” e baixe os arquivos nos formatos KMZ e/ou Shapefile.

Texto:  Secretaria Especial de Comunicação da Prefeitura Municipal de São Paulo e Redação.


Deixe um comentário