Trilha Inca será reaberta em março


Como acontece durante todos os meses de fevereiro desde 2002, o Camino Inca (Trilha Inca) passa por trabalhos de manutenção, aproveitando o período mais chuvoso do ano na região. Neste ano, o fechamento da Red de Caminos Inka foi antecipado em pelo menos uma semana devido às ainda mais intensas chuvas. No último dia 23, um deslizamento atingiu três homens – dois ficaram feridos e um faleceu.

Durante o mês a trilha passa por manutenção, o que inclui reparos de pontes de madeira e corrimãos, em canais de drenagem, corte e limpeza de vegetação, consolidação estrutural de muros, conservação de áreas de camping entre outras ações.
Os visitantes (peruanos e estrangeiros) poderão ingressar à rede de caminhos a partir de 1 de março de 2020, assim que os trabalhos forem terminados.

manutencaotrilhainca01
Equipes trabalham na manutenção da rede de trilhas pré-colombianas | Foto: Divulgação/Ministerio de Cultura de Perú.
manutencaotrilhainca02
Foto: Divulgação/Ministerio de Cultura de Perú.
manutencaotrilhainca03
Foto: Divulgação/Ministerio de Cultura de Perú.

De acordo com nota divulgada pelo Ministerio de Cultura peruano, também passarão por trabalhos de manutenção os postos de controle e vigilância de Piscacucho até Intipunku, passando por acampamentos de Huayllabamba (Urubamba), Pacaymayo Alto e Wiñay Wayna.
Os trabalhos foram intensificados e contam com mais equipes que nos anos anteriores, dada a “inclemência climática” na região.
Para visitar a cidadela de Machu Picchu (as principais ruínas, símbolo local) em fevereiro, você pode utilizar os serviços da Peru Rail, o trem local, por exemplo. Reforçando:  fevereiro é o mês mais chuvoso da região.

A foto (da home e) que traz até este post é de Ashim D'Silva/Unsplash.


Deixe um comentário