Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
fimbrizi

Orlando - 15 dias - 2 adultos + 1 criança 8 anos

Posts Recomendados

O objetivo deste relato é fornecer nosso roteiro, custos da viagem e dicas. Os custos, salvo dito em contrário, sempre consideram todos os viajantes e estão em DÓLARES.

 

Período: 25/01/2012 a 08/02/2012

 

Viajantes: 2 adultos e 1 criança (8 anos)

 

Vôos: pago com 150.000 milhas Smiles + taxas de embarque ($ 168) e voamos pela American Airlines (parceira Smiles). É preciso ligar pra Smiles pra fazer a reserva internacional.

 

Hotel: 14 noites no Orlando Continental Plaza localizado na 6825 Visitors Circle (Referência: em frente ao Wet'n Wild na International Drive) comprado na Decolar.com ao preço total (taxas incluídas) de $ 420.00 para um quarto para 4 pessoas (2 camas de casal), sem café da manhã.

 

Vou repetir: eu paguei apenas $ 420.00 (quatrocentos e vinte dólares) por 14 dias para um quarto para até 4 pessoas. Ou seja, apenas $ 30.00/dia. Sim, Orlando é um dos lugares mais baratos do mundo pra ficar. Tem vários hotéis na região da International Drive com este preço fora da alta temporada. O Day's Inn é outro exemplo nesta faixa de valor.

 

Seguro Viagem: usei o benefício do meu cartão de crédito que forneceu as 3 apólices de seguro viagem pra todos nós gratuitamente. O meu cartão exigiu que eu e minha esposa tivéssemos um cartão com seus respectivos nomes (já era o caso). Minha filha entrou como dependente, mas foi preciso enviar por e-mail cópias de docs comprovando o grau de parentesco.

 

Moeda: levamos o mínimo de dólares necessário em cash e o resto no cartão MasterCard Travel Cash (ou VISA Travel). O câmbio comercial, neste período, estava US$ 1 = R$ 1,76.

 

DICA 1 - Óbvia, mas não custa repetir: fuja da alta temporada, mesmo com os filhos. No meu caso, minha filha ficou fora por 1 semana de aula (negociado com a escola pra não prejudicar a educação dos filhos, né?).

 

DICA 2 - Baixa temporada é igual a filas mínimas (tempo de espera de 5 a 15 minutos) nos parques. Em alta temporada, nos brinquedos mais concorridos, as filas podem ultrapassar facilmente 90 minutos.

 

DICA 3 - Leve dinheiro (CASH) para comprar os tickets quando estiver em Orlando, pois, tem várias lojinhas com promoções e, com CASH, é mais barato ainda. Na International Drive, em frente ao Wet´n Wild, tem alguma delas. Outra dica muito boa é pesquisar RESORTS que fazem promoções com o objetivo de te vender algo e você "ganha" um belo desconto nos parques apenas por ouvi-los. Nós iriamos pagar no site da Disney os tickets básicos (sem HOPPER e parques aquáticos) por 6 dias $ 807.00. Conseguimos esta promoção com o WESTGATE RESORTS, o qual queria nos vender uma das suites pra nós. Ouvímos, recusamos a proposta e apenas pagamos $ 637.00 pelos tickets. Logo, economia de $ 170.00.

 

DICA 4 - Os aeroportos de Miami e Orlando são gigantes e exigem pegar até monorail dentro deles para ir de um terminal pro outro, então nem sonhem em tentar fazer as coisa em cima da hora, pois, a chance de ocorrer imprevistos é alta, especialmente em se tratando de check-in e raio-x. Esteja no aeroporto com, ao menos, 1,5 horas de antecedência do seu vôo para pegar a conexão Miami-Orlando ou vice-versa.

 

DICA 5 - Se seu vôo tem conexão e sua mala não apareceu na esteira no destino final, vá direto reclamar sua mala. Existe uma boa chance de ela ter chego antes de você por outro vôo. Isso aconteceu comigo. :)

 

DICA 6 - Escolha um hotel que tenha um supermercado próximo para fazer compras básicas como material de higiene, água e biscoitos.

 

DICA 7 - Leve sempre uma garrafa de água e biscoitos numa mochila nos parques. Quando você estiver numa fila, você saberá o porque. Os parques tem bebedouros d'água pra recarregar suas garrafas.

 

DICA 8 - Orlando tem os produtos de higiene pessoal (ex.: barbeador e creme de barbear) aos preços mais rídiculos da terra. Então aproveite a viagem pra recarregar seu estoque.

 

DICA 9 - O tamanho LARGE, em sua maioria, representa 32 oz = 946,74 ml (1oz = 29,58 ml), logo, é refrigerante que não acaba mais, então pense duas vezes antes de pedir um refri pra você e outro pra seu/sua companheiro(a). No nosso caso, pedíamos somente 1 LARGE e bebíamos os três facilmente. É praticamente uma lata pra cada um.

 

DICA 10 - A International Drive é um ótimo local pra se hospedar, pois, estão localizados os parques Universal Studios, Island of Adventure, Wet'n Wild, SeaWord e Aquatica e oultelts (Orlando Premium International Drive e Vineland Ave, Festival Ball Mall e MarketPlace), todos acessados via o serviço de transporte da International Driver, I-RIDE, um troller que custa $1.25 por adulto e crianças até 12 anos NÃO pagam, que vai de uma ponta a outra da International Drive.

 

DICA 11 - Compre 06 dias de parque para a Disney. O Animal Kingdom e o Hollywood Studios são feitos em 1 dia cada (chegando na abertura e saindo no fechamento), mas o Magic Kingdom e o EPCOT precisam de 2 dias cada para serem feitos com calma, com paradas pra comer, ir ao banheiro, visitar as lojas que ficam na saída de cada atração, fora as outras espalhadas pelo parque. No mais a diferença de preço para 04 ou 06 dias é muito pequena.

 

DICA 12 - Distribua os dias da viagem pra alternar parques e compras, pois, os parques nos deixam exaustos. Nós montamos um esquema de 3 dias de parques e 1 de compras e assim sucessivamente.

 

DICA 13 - Faça compras nas lojas on-lines (só depois que chegar em Orlando) e mande entregar no seu hotel ou retire o produto diretamente na loja (Store Pickup). As vantagens são preços mais baixos, pegar promoções on-line, evitar tumultos e filas nas lojas físicas. Só fique atento aos 6,38% de IOF que incide sobre o cartão de crédito na hora de comparar com a compra física.

 

DICA 14 - Compre, o quanto antes, seja nos parques da Disney ou Universal, o caderno de autógrafos (custa uns $ 7.00). Seu filho pequeno vai pirar ao receber os autógrafos das figuras clássicas da disney e cia.

 

DICA 15 - Uma ótima opção pra comprar tickets em Orlando é via o site http://www.orlandotickets.com.br que é do Ronaldo, brasileiro que já está em Orlando há mais de 25 anos. Já comprei duas vezes com ele e sua equipe sempre se portou de forma muito profissional. Ele tem um escritório dentro do hotel Days Inn na 5858 International Drive.

 

DICA 16 - Leve, no máximo, 1 mala (a maior possível) por pessoa, com o mínimo de coisas dentro, pois, você vai voltar com o dobro de malas. Pode apostar nisso!!! 100 em cada 100 brasileiros que foram em Miami ou Orlando irão te afirmar isso. E nem estou considerando as bagagem de mãos, tá? Estou me restringindo as que são despachadas.

 

DICA 17 - Compre um medidor manual de peso de bagagem ($ 10.00). Lembre-se: em viagens internacionais, é permitido despachar 2 malas de até 32k e não vale acumular o peso máximo total (64 k) numa bagagem só. Passou da conta, são mais $100.00 de tarifa por excesso de bagagem, por mala.

 

DICA 18 - Use e abuse dos benefícios do seu cartão de crédito, principalmente, seguro de viagem e seguro de carro grátis.

 

1 dia - quarta - Sao Paulo - Miami - Orlando

 

Chegamos às 07:00 em Miami e o vôo pra Orlando foi às 15:20. A imigração foi rapidinha. Aproveitamos o intervalo e às 08:30 pegamos um ônibus urbano para Miami Beach (Metrobus ROUTE 150) onde descemos, 45 min depois, na 5th Street. Passeamos por lá da 5th Street até a Lincoln Road. Foi tranquilo e sem correria. Às 12:50 pegamos o ônibus de volta pro aeroporto. Almoçamos no aeroporto. Nosso vôo pra Orlando saiu no horário e às 16:20 chegamos em Orlando. Pegamos um ônibus urbano às 17:10 no aeroporto (LYNX 42 - International Drive) para descer na International Drive em frente ao Wet'n Wild, 70 minutos depois. Fizemos o check-in no hotel e fomos fazer compras no Supermercado 24 horas ao lado do hotel. Jantar e cama.

 

Almoço: $ 14.74

Jantar: $ 9.45

Supermercado: $ 20.62

Ônibus Aeroporto Miami - Miami Beach (ida e volta): $5.00/pessoa x 3 = $ 15.00

Ônibus Aeroporto Orlando - International Drive: $2.00/pessoa x 3 = $ 6.00

Taxa Turimo Hotel: $ 35.00 (14 diárias)

 

20120202031046.JPG

 

2 dia - quinta - Universal Studio

 

Do hotel fomos à pé pra a Universal (15 minutos de percurso). Chegamos no horário de abertura do parque (9:00) e saímos no fechamento (18:00).

 

Atrações visitadas: Sherek 4-D, Hollywood Rip Ride Rockit, TWISTER, Revenge os the Mummy, Beetlejuice's Graveryard Revue, Disaster, Fear Factor Live, MEN IN BLACK Alien Atack, The Simpsons Ride, Animal Actors on Location!, Woody Woodpecker's Nuthouse Coaster, Fievel's Playland, E.T. Adventure, Universal Orlando's Horror Make-Up Show

 

Almoço: $ 24.03

Jantar: $ 29.03

 

Tickets: $ 395.00 (2 Single-Days Universal Studio + Island of Adventure)

 

20120202031505.JPG

 

3 dia - sexta - Compras

 

Como o dia amanheceu chuvoso, fomos apenas no WASTEGATE RESORTS para ouví-los e pegar nossos tickets pra Disney e retornamos para fazer compras no Orlando Premium Outlets - International Drive (Este é o antigo Prime Outlet, cujo dono é o mesmo do Orlando Premium Outlets). Voltamos pro hotel usando o I-RIDE.

 

Almoço: $ 15.51

Jantar: $ 12.08

Supermercado: $ 6.18

Trolley I-RIDE: $ 2.50

 

Tickets: $ 637.00 (6 Days Walt Disney)

 

4 dia - sábado - Magic Kingdom

 

Do hotel, pegamos o ônibus GRATUITO às 07:30 que leva até o estacionamento do EPCOT (60 minutos de percurso). Chegamos às 08:30, pegamos o Monorail (monotrilho) da Disney para o Magic Kingdom (15 minutos de percurso) e saímos às 20:30 para retornar ao EPCOT e pegar nosso ônibus GRATUITO às 21:00 para o hotel.

 

Optamos por fazer as atrações da Fantasyland, Tomorrowland e Liberty Square neste dia. Os parques da Disney são divididos em seções pra contextualizar cada parte dos parques. O Magic Kingdom têm 6 seções: Fantasyland, Tomorrowland, Adventureland, FrontierLand, Liberty Square e Main Street U.S.A

 

Atrações visitadas: The Hall of Presidents, Haunted Mansion, It's a small world, Mickey's PhilharMagic, Snow White's Scary Adventures, Prince Charming Regal Carrousel, The Many Adventures of Winnie the Pooh, Tomorrowland Speedway, Space Mountain, Astro Orbiter, Tomorrowland Transit Authority PeopleMover, Walt Disney Carrousel of Progress, Buzz Lightyear's Space Ranger Spin, Stich's Great Escape!, Monsters, Inc. Laugh Floor,

 

FUJA do Stich's Great Escape!. É a atração mais inútil e sem graça de Orlando. Acredite, não vi um saindo de lá sorrindo ou satisfeito (coisa mais comum de se ver nas atrações). É um lixo!!!

 

IMPERDÍVEL: Celebrate A Dream Come True Parade (desfile dos personagens da Disney), The Magic. The Memories and You! (show de luzes e imagens sob o castelo - é simplesmente fantástico - talvez umas das coisas mais belas que já vi) e Wishes (fogos de artifícios sincronizado com músicas - muito bom).

 

Almoço: $ 26.05

Jantar: $ 12.34

Supermercado: $ 9.86

 

20120206051131.JPG

 

5 dia - domingo - Animal Kingdom

 

Do hotel, pegamos o ônibus GRATUITO às 07:30 que leva até o estacionamento do EPCOT (60 minutos de percurso). Chegamos às 08:30, pegamos o ônibus local da Disney para o Animal Kingdom (10 minutos de percurso) e saímos às 17:20 para retornar ao EPCOT e pegar nosso ônibus GRATUITO às 18:00 para o hotel. Descemos no meio do caminho e fomos fazer compras nas lojas de ponta de estoque ROSS e T.J. MAXX. Voltamos pro hotel usando o I-RIDE.

 

Atrações visitadas: It's Tough to be a Bug!, Discovery Island Trails, Festival of the Lion King, Greeting Trails, Kilimanjaro Safaris, Pangani Forest Exploration Trail, Wildlife Express Train, Habitat Habit!, Conservation Station, Affection Section, Flights of Wonder, Maharajah Jungle Trek

 

Almoço: $ 25.10

Jantar: $ 28.59

Trolley I-RIDE: $ 2.50

 

6 dia - segunda - Hollywood Studios

 

Do hotel, pegamos o ônibus GRATUITO às 07:30 que leva até o estacionamento do EPCOT (60 minutos de percurso). Chegamos às 08:30, pegamos o ônibus local da Disney para o Hollywood Studios (10 minutos de percurso) e saímos às 19:50 para retornar ao EPCOT e pegar nosso ônibus GRATUITO às 21:00 para o hotel.

 

Atrações visitadas: The American Idol Experience, Indiana Jones Epic Stunt Spectacular!, Start Tours - The Adventure Continue, Muppet Vision 3D, Honey, I Shrunk the Kids Movie Set Adventure, Lights, Motors, Action! Extreme Stunt Show, Studio Backlot Tour, Toy Story Midway Mania!, Voyage of The Little Mermaid, The Magic of Disney Animation, Beauty and the Beast - Live on Stage.

 

Pegue um fastpast do Toy Story Midway Mania o mais breve. Essa atração, embora mais infantil e muito divertida, fica lotada o dia inteiro.

 

Eu e minha esposa já tínhamos ido no Rock 'n' Roller Coaster Starring Aerosmith e The Twilight Zone Tower of Terror noutra vez e estas não são atrações recomendadas pra uma criança de 8 anos.

 

IMPERDÍVEL: The American Idol Experience. Eles retratam o programa de forma muito fiel e o vencer (de 3 concorrentes) participa oficialmente do programa de TV.

 

Infelizmente, o Fantasmic! estava em manutenção.

 

Almoço: $ 27.75

Jantar: $ 25.00

 

7 dia - terça - Compras

 

Finalmente dormirmos até mais tarde. Parques cansam e muito!!! Fomos fazer compras no Orlando Premium Outlets - Vineland Ave. Fomos e voltamos pro hotel usando o I-RIDE (60 minutos de percurso). Não vimos nem 1/3 das lojas, mesmo chegando às 13:00 e saindo às 22:30. Minha filha fez a festa na loja da TOYS"R"Us Outlet. Os preços são de cair o queixo. Barbie que custa $60.00 no Brasil custando $12.00 aqui. Diferença de 5x é f...

 

Almoço: $ 21.41

Jantar: $ 15.77

Supermercado: $ 11.10

Trolley I-RIDE: $ 5.00 (ida e volta)

 

8 dia - quarta - Island of Adventure

 

Do hotel fomos à pé pra a Island of Adventure (15 minutos de percurso). Chegamos no horário de abertura do parque (9:00) e saímos no fechamento (18:00).

 

IMPORTANTE: Vá neste parque num dia com sol e leve toalha e troca de roupas pra crianças, pois, TODOS, sairão encharcados daqui.

 

Atrações visitadas: Storm Force Accelatron, The Amazing Adventure of Spider-Man, Me Ship, The Olive, Popeye & Bluto's Bilge-Rat Barges, Dudley Do-Right's Ripsaw Falls, Pteranodon Flyers, Camp Jurassic, Jurassic Park Discovery Center, Harry Potter and the Forbidden Journey, Flight of the HIppogriff, Frog Choir, The Eighth Voyage of Sindbad Stunt Show, The Mystic Foutain, The High in the Sky Seuss Trolley Train Ride!, Caro-Seuss-el, One Fish, Two Fish, Red Fich, Blue Fish, The Cat In the Hat, If I Ran the Zoo

 

IMPERDÍVEL: I. Harry Potter and the Forbidden Journey: A MELHOR ATRAÇÃO DE ORLANDO. Sensacional. Fizeram uma atração com um realismo impressionante. É óbvio que quem não viu os filmes, não vai aproveitar ao máximo, mas de todo modo, é fantástico. Valeu a viagem!!!

 

II. The Amazing Adventure of Spider-Man: a quem diga que é parecida com o Harry Potter. Embora o conceito da atração seja o mesmo, ainda sou mais o Harry Potter.

 

III. Popeye & Bluto's Bilge-Rat Barges e Dudley Do-Right's Ripsaw Falls: atrações feitas pra te molhar dos pés a cabeça. A última é praticamente um banho de roupas; No calor, você reza pra ter filas pequenas pra ir nelas.

 

Almoço: $ 27.12

Supermercado: $ 26.28

 

9 dia - quinta - EPCOT

 

Do hotel, pegamos o ônibus GRATUITO às 07:30 que leva até o estacionamento do EPCOT (60 minutos de percurso). Chegamos às 08:30 e saímos às 21:00 para pegar nosso ônibus GRATUITO às 21:00 para o hotel. O parque estava muito tranquilo, sem filas praticamente, então o fizemos em um único dia, ao contrário do plano original de fazê-lo em 2 dias. Ótimo, sobre mais um dia pra compras ou descansar.

 

Atrações visitadas: RE-IMAGINED! Spaceship Earth, Ellen's Energy Adventure, Mission: SPACE, Advanced Training Lab, Test Track, The Seas with Nemo & Friends, Soarin, Living with the Land, The Circle of Life, Journey Into Imagination With Figment, "Captain EO", ImageWorks e todos os 11 países do WORLD SHOWCASE.

 

IMPERDÍVEL: I. Mission: SPACE, um simulador de um vôo no espaço fantástico, mas se você é propenso a mal estar, vai sair de lá zonzo.

II. Soarin, um simulador de vôo de asa deltas que é incrível. A sensação de voar é muito gostosambém acessível

III. Aquário do The Seas with Nemo & Friends, também acessado pela loja de suvenires, é um aquário gigante com golfinhos, peixes e tubarões.

 

Almoço: $ 28.61

Jantar: $ 26.00

Guloseimas: $ 16.46

 

10 dia - sexta - Compras

 

Fomos pro Florida Mall de ônibus (LYNX 42 - sentido aeroporto) pra fazer compras o dia inteiro. Aproveitei pra passar na Best Buy (loja de eletrônicos) que fica em frente ao shopping. Se precisam comprar eletrônicos, este shopping é um dos mais indicados, além de ter uma grande variedade de lojas e opções. Lá tem uma boa loja pra quem quer comprar câmera digital (Ritz Camera) e a loja de brinquedos TOYS"R"Us, que fica num anexo do lado de fora. Voltamos de taxi, pois, já passava das 22:30 e tínhamos comprado eletrônicos.

 

Almoço: $ 20.95

Jantar: $ 14.88

LYNX: $ 5.00

Taxi: $ 20.00

 

11 dia - sábado - Dia Livre

 

Estávamos tão exaustos que desistimos de ir a algum parque neste dia. Dia livre pra dormir até mais tarde, ficar na piscina do hotel, relaxar e fazer umas comprinhas no final do dia. Valeu cada minuto de descanso. Aproveitei pra comprar ingressos para o SeaWorld e Aquatica diretamente no escritório da Orlando Tickets com o Ronaldo.

 

Almoço: $ 14.56

Jantar: $ 8.50

Trolley I-RIDE: $ 2.50

 

Tickets: $ 344.00 (SeaWorld e Aquatica)

 

12 dia - domingo - Magic Kingdom

 

Do hotel, pegamos o ônibus GRATUITO às 07:30 que leva até o estacionamento do EPCOT (60 minutos de percurso). Chegamos às 08:30, pegamos o Monorail (monotrilho) da Disney para o Magic Kingdom (15 minutos de percurso) e saímos às 17:00 para retornar ao EPCOT e pegar nosso ônibus GRATUITO às 18:00 para o hotel.

 

Voltamos pra fazer as atrações da Adventureland e Frontierland neste dia.

 

Atrações visitadas: Swiss Family Treehouse, The Magic Carpets of Aladdin, Walt Disney's Enchanted Tiki Room, Pirates of the Caribben, Walt Disney World Railroad, Splash Mountain, Tom Sawyer Island, Liberty Square Riverboat da Liberty Square e Town Square Theather da Main Street U.S.A.

 

ATENÇÃO: Town Square Theather é o local onde se visita o Mickey e as princesas da Disney pra fotos e autógrafos. Tem FASTPASS pra isso, daí imagina o interesse da turma. Fica LOTADO!!! Então, vá o quanto isso nisto, ou seu filho vai falar no seu ouvido pro resto da vida!!!

 

Também assistimos ao show Dream Along With Mickey realizado na frente do castelo das princesas.

 

Almoço: $ 29.25

Jantar: $ 26.00

Guloseimas: $ 7.00

Supermercado: 13.00

 

20120206051333.JPG

 

13 dia - segunda - SeaWorld

 

Almoço: $ 36.92

Jantar: $ 19.25

Guloseimas: $ 10.40

Supermercado: 8.57

 

Trolley I-RIDE: $ 7.50

 

14 dia - terça - Aquatica

 

Almoço: $ 44.70

Jantar: $ 9.96

 

Trolley I-RIDE: $ 5.00

ônibus: $ 10.00

 

15 dia - quarta - Orlando - São Paulo

 

Taxi: $ 48.00

 

RESUMO:

 

Hotel: $ 420.00 + 35.00 (taxa turismo) = $ 455.00

Vôos: milhas + $ 168.00 (taxas de embarque)

Total Alimentação ([almoço + jantar] + supermercado + guloseimas): $ 593.55 + $ 95.61 + $ 33,86 = $ 723.02

Transporte (Ônibus + Trolley + Taxi): $ 121.50

Tickets: $ 1376.00

 

TOTAL: $ 2843.00 + compras

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá fimbrizi,

 

Ótimo relato !!! Estou aguardando a continuação dos outros dias, já fui a Orlando 2 vezes e quero voltar em breve, então quanto mais dicas melhor não é ?

 

Só tive uma dúvida quanto a sua passagem aérea. Você trocou com milhas do programa SMILE da Gol ???

Como fez para resgatar com os pontos do programa Smile ??

Por qual companhia voou ?

 

 

Obrigado

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Mto bom. Gostei. Em resumo dá pra ir em todos os paques de busão tranquilamente.

 

Acha melhor comprar os tickets em agências aqui no Brasil, ou acha que os preços são melhores em Orlando?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá.. tud0 bem??

 

Parabéns pelo seu relato!!

 

To indo com minha esposa e uma criança de 7 anos!!

 

Queria saber se da pra fazer os 2 parques da universal em 1 dia !?!

 

Vc acha fundamental alugar carro? Facilita muito ?

 

Obrigado!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá!! Estou com planos para uma ida aos EUA em junho e julho próximos e, provavelmente, vou usar o seu roteiro em Orlando, até reservei o mesmo hotel... Só tenho uma dúvida: a van grátis que sai do hotel até os parques só existe nesse horário (07:30) ?

Um abraço,

Valnice Salignac ([email protected])

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Mto bom. Gostei. Em resumo dá pra ir em todos os paques de busão tranquilamente.

 

Acha melhor comprar os tickets em agências aqui no Brasil, ou acha que os preços são melhores em Orlando?

 

Comprar em Orlando.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Olá.. tud0 bem??

 

Parabéns pelo seu relato!!

 

To indo com minha esposa e uma criança de 7 anos!!

 

Queria saber se da pra fazer os 2 parques da universal em 1 dia !?!

 

Vc acha fundamental alugar carro? Facilita muito ?

 

Obrigado!!

 

Sem chances. Faça 1 dia o Universal e 1 dia a Island of Adventure.

Quanto ao carro, é relativo. Facilita com certeza, mas não é imprescindível.

Se o seu bolso suportar, alugue.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Olá!! Estou com planos para uma ida aos EUA em junho e julho próximos e, provavelmente, vou usar o seu roteiro em Orlando, até reservei o mesmo hotel... Só tenho uma dúvida: a van grátis que sai do hotel até os parques só existe nesse horário (07:30) ?

Um abraço,

Valnice Salignac ([email protected])

 

Oi Valnice, o ônibus saia as 07:30 e as 11:00. Confirme o horário quando chegar lá, pois, varia de acordo com o mês.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá meu amigo, vi seu relato e tbm irei usar como referência ao passei que farei com minha esposa e meu filho de 9 anos. Estou na dúvida desse hotel, vi alguns relatos no site do Decolar.com e ainda não consegui formar uma opnião. Alguns relatos falam muito bem e outros falam muito mal. Não sou dos mais exigentes, mas se for um hotel sujo (como em muitos relatos) acho q fica difícil... Vc poderia me ajudar nesse caso ?!!? Obrigado pela ajuda e parabéns pelo ótimo relato !!! Abraços, Rodrigo

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Roturbo, eu não achei sujo não. Pelo contrário, vi uma preocupação muito grande com a limpeza e a única vez que tive um problema com a banheira (que entupiu), eles arrumaram na mesma hora.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

  • Conteúdo Similar

    • Por TMRocha
      Estou aproveitando esse espaço para contar um pouco de como foi a minha experiência de intercâmbio nesse país que é tão próximo de nós, mas mesmo assim tão diferente.

      Entenda um pouco sobre a experiência que obtive após estudar espanhol por um mês no Uruguai.
       
      Para não perder tempo, estou dividindo os tópicos desse dessa forma:
      1) Alguns dados interessantes do Uruguai; 2) Por que estudo Espanhol?; 3) Minha Experiência de Intercâmbio no Uruguai; 4) Minhas Considerações. Após isso o Índice dos posts dessa viagem; E por fim o relato propriamente dito! 1) Alguns dados interessantes do Uruguai
      O Uruguai é um país pequeno e muito charmoso, com cidades arborizadas, campos extensos, praias limpas e um povo muito cordial e amistoso. O país faz fronteira com a Argentina e com o Brasil, no estado do Rio Grande do Sul.

      Os verões são quentes, com temperaturas que variam entre os 23 e 38ºC, já os invernos são frios e a temperatura gira ao redor dos 15ºC, com algumas madrugadas geladas abaixo de zero. Com um clima temperado, o Uruguai possui estações bem definidas, atendendo a todos os gostos.

      Os uruguaios gostam de futebol, mate e churrasco. É muito comum vê-los com uma garrafa térmica sob o braço e o mate na mão andando pelas ruas, nos shoppings, em todos os lugares. São pessoas alegres, receptivas e solícitas, que estão sempre prontas pra ajudar.

      Mate uruguaio.
      O país conta com pouco mais de 3,3 milhões de habitantes, sendo que destes, 1/3 vive na sua capital, Montevideo. A economia é estável e vale ainda citar que o Uruguai é um dos países mais seguros e possui uma das mais altas taxas de qualidade de vida de toda a América do Sul.

      Fonte Pesquisada:
      http://www.brasileirosnouruguai.com.br/conheca-o-uruguai
      2) Por que estudo Espanhol?

      Olá, me chamo Thiago e acho que deve fazer ao menos uns três anos que estudo espanhol  [04/10/2017] e pouco a pouco estou melhorando meu conhecimento nesse idioma tão interessante. Com o espanhol tive a oportunidade de conhecer outras culturas que antigamente estavam fechadas para mim.

      Vestimenta típica para festas musicais de alguma região do Equador.

      Touradas, na Espanha.

      Murga, uma apresentação típica do carnaval uruguaio.

      Festa dos Mortos, no México.
      Descobri novos povos, outras comidas típicas que antes não fazia ideia que existiam e ainda tive a oportunidade de me aventurar por um novo país: o Uruguai, onde fiquei morando por um mês em uma casa de família super simpática enquanto estudava espanhol de forma intensiva em uma academia de ensino uruguaia.
      3) Minha Experiência de Intercâmbio no Uruguai
      Minha ideia inicial era fazer um intercâmbio junto ao CACS para a Espanha, mas como a crise estourou pesado em 2014 esse plano acabou caindo por terra, então continuei juntando mais algum dinheiro e resolvi fazer isso por conta própria junto a CVC, e numa das opções apareceu o Uruguai, país que decidi passar um mês inteiro realizando o intercâmbio de espanhol.

      Montevideo, capital do Uruguai.
      Lá fiz muitos passeios pela capital Montevideo e ainda conheci outras cidades próximas como Punta del Este, Colonia del Sacramento e Salto del Penitente (em Minas). Nesta última cidade andei a cavalo, me aventurei em uma tirolesa e até me arrisquei num rapel [que na verdade foi uma falha total!].

      Academia Uruguay, onde estudei no meu intercâmbio.

      Praça Independência, Montevideo.

      Monumento Los Dedos, em Punta del Este.

      Colônia do Sacramento, vista do alto de um Farol.



      Nas últimas três fotos acima: Eu me arriscando nos esportes de aventura em Salto del Penitente, no Uruguai.
      Com o intercâmbio conheci mais do comportamento dos uruguaios e descobri que eles são um povo incrível, cultos, organizados, super trabalhadores, que gostam da natureza e realmente amam o seu pequeno país.
       
      E claro, como um bom viajante também passei por alguns perrengues mais complicados, em especial para me adaptar com o clima e a comida típica do país, que é muito diferente da brasileira.

      Milanesa Pollo Napolitana con fritas.

      "Pasta". Esse é o nome que os uruguaios dão para o macarrão.

      Carne de Javali, uma iguaria típica de Salto del Penitente.
      O mais importante é que tive boas experiências que serão lembradas por mim até o meu último dia de vida. Mesmo em todo esse texto não foi possível relatar sequer um décimo do que fiz e do que senti por lá. Resumindo...
      "Ter a oportunidade de aprender um novo idioma é o mesmo que se abrir para novas oportunidades no presente e no futuro."
      Acho que isso resume um pouco do aprendizado que tive por lá. E pensando nisso, resolvi organizar esse tópico para que incentive novos viajantes ou até mesmo outras pessoas que pretendam aprofundar mais o seu conhecimento nessa língua.

      Sem mais delongas, abaixo estou colocando o índice organizado de toda essa maratona que fiz por lá, sem claro, deixar de ensinar um pouco do espanhol também e contando praticamente tudo que aconteceu no país, desde a minha saída do Brasil até a chegada no outro mês.E para fechar com chave de ouro, só falta esse assunto
      4) Minhas considerações:

      Desejo um agradecimento especial à família que estava me hospedando: O Álvaro, a Stela, a Fernanda e também aos dois hóspedes gringos que ali estavam e me ajudaram muito, o Míchel da Suíça, e a Kelsy, dos Estados Unidos. E também para toda a equipe da Academia Uruguay que me ajudou bastante.
       
      Desejo que todos vocês aproveitem a vida, trabalhem bastante e que viagem sempre que puderem. A todos os leitores, espero que tenham sempre uma boa viagem!
       
      A seguir:
      - Índice do Relato dessa viagem;
      - Relato propriamente dito.
    • Por peresosk
      Esta viagem foi a última parte da viagem que fiz pela Ásia, então claro não tem preços dos voos do Brasil, isto vai depender de cada um.
      Vamos aos números que muita gente gosta de saber.
      O Roteiro
      TURQUIA - IRÃ - VIETNÃ - LAOS - TAILÂNDIA - MALÁSIA - SINGAPURA - FILIPINAS - COREIA DO SUL - RÚSSIA
      A Rota dentro da Rússia
      Vladivostok – Khabarovsk (13h48 de viagem – R$ 84,68)
      Khabarovsk  – Chita (42h10 de viagem – R$ 211,76)
      Chita – Ulan-Ude (10h27 de viagem – R$ 50,66)
      Ulan-Ude – Irkutsk (06h43 de viagem – R$ 46,14)
      Irkutsk – Novosibirsk (32h11 de viagem – R$ 103,81)
      Novosibirsk  – Omsk (08h36 de viagem – R$ 52,94)
      Omsk – Tyumen (07h48 de viagem – R$ 49,78)
      Tyumen  – Yekaterinburg (05h27 de viagem – R$ 36,31)
      Yekaterinburg – Vladimir (25h31 de viagem – R$ 94,65)
      Vladimir – Moscou (01h42 de viagem – R$ 12,91)
      Moscou – St. Petersburgo (11h35 de viagem – R$ 52,04)
      St. Petersburgo – Kaliningrado (01h35 de viagem (avião) – R$ 180,77)
      Quando: Março e Abril de 2018
      Dias: 58
      Noites em Hostel: 1
      Viagens Noturnas: 6
      Couchsurfing: 51
      Valor Gasto em Real: R$2162,94 ($675,92)
      Média Diária em Real: R$37,29 ($11,65)
      Planilha com todos os gastos: https://goo.gl/JtTho9
      Meus Vídeos no Youtube: LINK AQUI
      O Trailer

      VLADIVOSTOK (3 DIAS)
      Como eu cheguei até a Rússia é outro assunto, hoje você vai assistir um relato de como foi viagem durante 58 dias no maior do país do mundo.
      Voo da Coreia do Sul direto para Vladivostok, pousei em um dia com sol e temperatura por volta de 1 grau, inesperado para 4 de março. Para sair do aeroporto nada de táxi pois isto é coisa para turista, um mini bus me levou direto para a estação de trem onde meu primeiro anfitrião estava me esperando, Vladivostok fiquei 3 noites e foi o suficiente para ver o que a cidade tinha para oferecer e claro conhecer pessoas, a Rússia ficou marcada por isto, dúvida?
      Meu anfitrião não é a pessoa mais simpática do mundo, mas logo no primeiro dia conheci Ana que falava espanhol, japonês e russo é claro, nada de inglês. Ela trabalha em uma multinacional japonesa e dá aulas de espanhol, a explicação é meio lógica, Vladivostok fica do lado do Japão e existem muitas empresas e carros japoneses circulando em toda a Sibéria inclusive até Irkutsk, falo isso pois a direção dos carros fica na direita. Ana me levou a uma fortaleza antiga que defendia a cidade até 1991, não tenho imagens pois praticamente congelei naquela noite com temperaturas próximas dos -20 e um vento assustador.
      No outro dia começou muito bem com Elena, uma pessoa divertida demais que fomos andar sobre o mar congelado, lembrando que fui viajar no final do inverno, o que não significa calor na Rússia.
      Foi um dia muito especial praticamente me avisando do que seria esta viagem, teve comida mexicana, restaurante fino, chocolate com sal e claro mais uma amizade do mundo.

      Uma das novas pontes da cidade, Vladivostok estava fechada ao turismo até 1991

      Elena foi uma das novas amigas da Rússia, mais uma que ama o Brasil

      O mar congelado junto com o inverno Russo
      A estação de trem de Vladivostok tem a icônica placa com o número 9288, significa a distância de trem até Moscou, mas eu não segui exatamente a rota da transiberiana, antes do momento do embarque fui com o Leo ver o farol do mar congelado e aquele local parece cena de filme.

      A placa com 9288 km até Moscou

      O farol que serve para guiar embarcações
      Primeiro destino definido, Khabarovsk fica a 14h48 de Vladivostok e as por volta das 5 da tarde embarquei com neve para a minha primeira jornada na Rússia, foi curta se comparar com o que vinha pela frente. Logo do inicio da viagem presenciei uma das cenas mais bonitas da minha vida, uma senhora de dentro do trem despedindo-se de seus parentes e assim começou a vida nos trens russos. Vagão novo e foi bem vazio, mas esta maravilha não seria frequente depois de algumas viagens.

      Submarino S-56 utilizado em guerra, hoje é um museu

      O vagão da terceira classe, a platzkart

      Ainda na estação uma das placas mais esperadas da minha vida, hora de embarcar

      Na praça central tem o Monumento aos combatentes pelo poder soviético
    • Por Lljj
      Assisti esse filme quando tinha uns 11 anos de idade. Na época, enquanto os créditos finais subiam na tela, me via profundamente incomodada com o que eu era, o que fazia e o que estava fadada a me tornar. Minha vida não era motivo de orgulho.
      Para uma pré-adolescente é difícil conseguir começar de novo, afinal a vida sequer havia começado, e meus responsáveis seriam contra uma viagem solo de autodescoberta. Conforme os anos passavam, esta insatisfação se aprofundava dentro de mim. Para driblá-la, eu seguia o caminho básico de qualquer pessoa que almeja ser razoavelmente bem-sucedida: não repeti na escola, trabalhei desde cedo, fiz cursos variados e dei o meu melhor para não desapontar aqueles que me amavam. Ainda assim, todas as vezes que realizava alguma conquista, esta era ofuscada pela sensação de vazio. Não me orgulhava delas.
      O problema não era a minha vida, não realmente. O problema era que aquela não parecia ser a minha vida. Nada era como eu queria que fosse, e sim como os outros esperavam que eu quisesse. Seguindo indicações alheias, acabei estudando um curso superior que desgostava e trabalhando em um escritório insuportavelmente tedioso e restritivo. “O que mais poderia querer em tempos de crise?”, me questionava. E, mesmo assim, não me orgulhava de nada daquilo.
      Uma profunda autoanalise e o auxílio de uma coaching foram necessárias para que enxergasse a razão da minha infelicidade: eu encarava o mundo de forma negativa. Nada seria satisfatório enquanto insistisse em dar voz ao pessimismo que sussurrava nos meus ouvidos. A partir daí, passei a travar uma feroz batalha interior para descobrir que pessoa poderia me tornar sem essa negatividade nublando as minhas decisões.
      Agora posso até dizer que sempre entendi esse trecho do filme pela perspectiva errada. Me concentrava tanto em “espero que tenha uma vida da qual você se orgulhe” que ignorava o “nunca é tarde de mais para ser quem você quiser ser”. Engraçado, né?
      Ainda não sei o que quero ser e, pela primeira vez, não estou com pressa em saber. Bem, “não há regras para esse tipo de coisa”! Então, com toda a coragem que percebi possuir, iniciei o Projeto Preciosas.
      O projeto envolve duas paixões pessoais: escrita e viagem. Escrever é meu ponto de equilíbrio, o que me impede de correr pela rua arrancando os cabelos da cabeça. Viajar é algo que vivencio desde que aprendi a ler, pois a leitura já me transportou a incontáveis lugares.
      Preciosas é o título de uma série de romances que venho desenvolvendo há longos anos. Apenas nos últimos meses que me permiti idealizar uma viagem baseada nos cenários das histórias, que se passam no Rio Grande do Sul.
      A viagem, ou melhor, expedição, iniciará em agosto/2018. Serão três meses circulando por diferentes cidades gaúchas, e mais três cruzando o Sul do Brasil até regressar ao meu estado natal. Comprei as passagens de avião em março – só de ida –, e cada dia que me aproxima da data de partid a me traz mais certeza, mais confiança, de que enfim tomei uma decisão por mim mesma. Ainda que rolar uma merda estratosférica, terei o consolo de ser a única responsável e não mais ser teleguiada pelas indicações dos outros.
      O slogan Na trilha da insensatez se refere exatamente a isso. Estou seguindo o caminho tortuoso da autonomia, realizando algo que todos ao meu redor acreditam ser uma loucura. Aonde essa estrada me levará? Acredito que até ao fim. Não tenho medo... pelo menos não muito. Mas há uma satisfação, um orgulho, em saber que estou me tornando a pessoa que sempre quis ser.
       
      Post original em https://www.lljj.com.br/
      Imagem em Pixabay
    • Por BrunaKC
      Depois de 5 meses de planejamento, no primeiro dia do ano peguei um avião rumo à Patagônia!
      Eu deveria estar super feliz, mas ao invés disso eu estava triste e com um nó enorme na garganta.
      Foi minha primeira viagem sozinha. Desejei tanto essa viagem e no meu ímpeto de conhecer o mundo me esqueci que, na verdade, eu sou uma pessoa tímida. É uma luta brava ter que interagir com desconhecidos. Mas não tinha mais jeito. Bastaram 5 minutos de coragem insana. Fui. Ainda bem.
      A viagem durou 17 dias, que dividi - não proporcionalmente - entre a Patagônia Argentina e a Patagônia Chilena.
      Fiz o roteiro da seguinte forma: São Paulo ⇒ El Calafate ⇒ El Chaltén ⇒ Puerto Natales ⇒ Torres del Paine ⇒ Punta Arenas ⇒ Ushuaia ⇒ São Paulo.
      Cheguei em El Calafate pela manhã, peguei um transfer no aeroporto - que custou 180 pesos - deixei minha bagagem no hostel e fui conhecer a cidade. A cidade é pequena, a rua principal me lembrou Campos do Jordão, só que mais simples. Apesar disso, os preços são bem salgados por lá. Os mercados não tem tantas opções e os restaurantes, em grande variedade, também não tem preços muito convidativos. Li muito sobre cada um dos destinos e fui distribuindo os dias de acordo com os meus objetivos em cada um desses lugares. 
      Na volta, almocei num restaurante chamado Rutini: sopa de abóbora, um filé a milanesa napolitano com fritas e uma Quilmes. Paguei 430 pesos. Algo em torno de 60 reais.Caminhei por aquelas ruas tranquilas até o Lago Argentino. Fiquei um bom tempo lá fotografando e sentindo o vento bater no rosto. Vi alguns flamingos de longe e também vi alguns canos de origem duvidosa desembocando no lago. Uma pena. 
      Gastei mais 300 pesos no mercado comprando frutas, amendoim, suco, água, um pacote de pão, um pote de doce de leite e uma peça pequena de mortadela. Isso foi meu almoço, janta e lanche para os próximos dias.
      Em El Calafate meu principal - para não dizer único - objetivo era conhecer o Glaciar Perito Moreno, uma das maiores geleiras do mundo. Então comprei um passeio na própria recepção do hostel: Tour Alternativo Al Glaciar Perito Moreno. Esse passeio, além de levar ao parque, passa por um caminho "alternativo", vai por dentro da Estância Anita, atravessada pelo rio Mitre, a maior e mais importante da região. O tour é muito atrativo porque o ônibus vai parando na estrada, os turistas descem e tiram fotos à vontade e os guias vão contando histórias - muito interessantes, sobre a colonização da província - que você não saberia de outro modo. O tour custou 800 pesos e o ingresso do parque - pago somente em dinheiro, na entrada do parque - saiu por 500 pesos. Foi barato? Não. Valeu a pena? Muito!
      Esses passeios, e qualquer outro, são fáceis de encontrar. Há muitas opções de agências no centro da cidade. Se você for mais ansioso (a), também tem a opção de comprar antecipadamente, pela internet.Chegando no parque, a estrutura surpreende. São quilômetros de passarela, nos mais diferentes ângulos, para você apreciar o Glaciar Perito Moreno e toda a natureza daquele lugar fantástico. Foi uma das coisas mais incríveis que eu já vi na vida. Me faltam palavras para descrever. É majestoso. A natureza é maravilhosa.
      Fiz o passeio mais simples do parque: a pé, através das passarelas. Mas vale lembrar que existem passeios de barco e caminhadas em cima da geleira também. 
      O que eu te digo sobre esse lugar: você precisa ver de perto. Não há foto ou vídeo capaz de reproduzir toda a sua grandiosidade. Os sons do gelo caindo, o sol refletindo naquela imensidão branca, os inúmeros tons de azul, os pássaros, o vento. Tudo. A natureza é perfeita. Cada pedacinho dela. 
      Espero que esse relato tenha te deixado, no mínimo, curioso para ver com seus próprios olhos.
      Fico por aqui, mas logo eu volto para continuar contando a minha aventura pela Patagônia.
      O melhor ainda está por vir!
      Ah! E o que eu aprendi até aqui: encare seu medo.
      Até logo, aventureiro!








    • Por emanuelle.ec
      01/05 a 01/06 – EURO = R$ 4,41
      Oii galera ! 
       Minha primeira postagem aqui ! Resolvi compartilhar com vocês a minha primeira eurotrip ! Fiz a viagem em Maio/2018 .
      Vou deixar bem curtinho os posts com os valores e um pouco de cada cidade e algumas fotos , mas antes um resumo porque sempre tem os zé preguiça kkkkkk 
       
      Quem quiser acompanhar essa e outras viagens : @emanuelle_ec
       
      GASTOS :
      Passagem aérea :
      - Joinville – São Paulo : 5.770 milhas – GOL
      - São Paulo – Dubrovnik : R$ 1.478,47 – Turkish Air (Promo 123 milhas)
      - Bruxelas – São Paulo : R$ 1443,72 - TAP
      - São Paulo – Joinville: 4.000 milhas + R$ 31,27 – GOL
      Total : R$ 2953,46
      - Transporte (ônibus, blablacar,tram,etc) : € 269,44
      - Hospedagem :  € 475,41
      - Alimentação e extras : € 651,21
      Total : € 1396,06    Total em reais : R$ 6156,62
      TOTAL DA VIAGEM : R$ 2953,46 + R$ 6156,62 = R$ 9110,08 
       
      Como essa iria ser a minha primeira viagem pra Europa eu não estava muito afim de fazer o clichê Paris, Roma, Barcelona e tudo mais, então resolvi ir para o Leste Europeu . Eu não tinha nada planejado, tinha pesquisado claro algumas cidades que queria ver, mas não comprei NADA antecipado (fora as passagens de ida e volta claro kkk) , ia reservando ao longo do caminho os hostels e comprando as passagens de ônibus via FLIXBUS pelo app deles mesmo e as passagens de barco na Croácia foi tudo direto no local.
      Consegui uma promoção de passagem pra Croácia na 123 milhas, fiquei com receio de comprar por milhas e pelo site ser novo e tudo mais, mas olha ! Deu tudo certo !!! Como a passagem era pela Turkish eu tinha um stopover em Istambul de 21 horas, não me perguntem se eu tinha direito a hotel ou qualquer outra coisa porque nem perguntei ( mals ai), mas é que eu tenho um amigo que mora lá então ficou combinado que eu ficaria na casa dele e ele me mostraria a cidade no dia seguinte. Cheguei em Istambul as 22hrs e meu voo pra Dubrovnik só sairia as 19hrs do dia seguinte então deu tempo pra ver os principais pontos da cidade.  Não gastei quase nada em Istambul porque o maluco resolveu pagar tudo e ainda conseguimos umas pizzas free logo na noite que cheguei porque tinha sobrado e o cara da pizzaria não queria jogar fora, muita sorte !! 
       
      ISTAMBUL (01/05 a 02/05):
      Troca : 30 euros  = 141.30 liras
      Ônibus p/ aeroporto : 12 Liras
      Chocolate aeroporto : 8 Liras
      Lembrancinha: 3.50 liras
      Troca : 118 Liras = 22 euros
      Total Istanbul:  23,50 Liras - 8 euros
       
       


       
       Segui pra Croácia no dia seguinte.
      Cheguei em Dubrovnik as 21 hrs e peguei o busão do aeroporto pra cidade velha. Apesar de ser tarde já a cidade ainda tava lotada de turistas, coisa de doido mesmo, nunca vi tanta gente por m². Fiquei pouco tempo em Dubrovnik, porque pra mim foi a cidade mais cara da croácia. Passeia pela cidade, subi na muralha, tentei não enlouquecer com a senhora do mercado que não queria me vender as coisas porque eu não tinha dinheiro trocado.   O hostel que eu fiquei é super simples mas o dono é mega gente boa e já chegava recepcionando a galera com Rakia, uma bebida tradicional deles, forte do c* hahahha
       
      DUBROVNIK (02/05 a 04/05):
      Hostel (The City Place Guesthouse – 2 diárias 😞 31,44 euros ( cartão de crédito)
      Troca : 20 euros = 140 kunas
      Ônibus aero: 40 kunas
      Taxa turista : 2 euros
      Mercado – 26.81 kunas
      Almoço- 57 kunas
      Troca : 60 euros - 432 kunas
      Ônibus p/ Porto: 27 kunas
      Janta (Foccacia+Croissant): 20 kunas
      Ticket Muralha: 150 kunas
      Almoço:24 kunas
      Ônibus p/ Porto: 15 kunas
      Barco p/ Hvar: 210 kunas
      Troca : 10 euros - 72 kunas
      Mercado: 27 kunas
      Sorvete: 20 kunas
      Total Dubrovnik : 616,81 kunas = 90 euros dinheiro e 31,44 euros cartão = 121,44 euros

       


       
×